Coutinho, destaque do Brasil no primeiro jogo do torneio. (FOTO: Ueslei Marcelino / Reuters)

Por Loui Jordan

A 2ª rodada da Copa América terá início no começo da noite de hoje (quarta-feira) e o jogo mais esperado é o da Seleção Brasileira. O time treinado por Tite, deixou um pouco a desejar no aspecto técnico diante da Bolívia. Essa rodada será crucial para a Argentina. Messi e companhia foram derrotados pela Colômbia e vivem o drama de não conseguirem formar um time. Vitórias de Uruguai, Colômbia e Chile são esperadas até pelo favoritismo e futebol que essas seleções demonstraram na 1ª rodada, no mais espera-se ingressos com preços mais acessíveis e um futebol que valorize as raízes sul-americanas. O jogo do Brasil será às 21h30 na Arena Fonte Nova em Salvador, o adversário será a Venezuela.

1ª RODADA

SEXTA-FEIRA

BRASIL 3 X 0 BOLÍVIA / MORUMBI

SÁBADO

VENEZUELA 0 X 0 PERU/ ARENA DO GRÊMIO

ARGENTINA 0 X 2 COLÔMBIA / FONTE NOVA

DOMINGO

PARAGUAI 2 X 2 QATAR / MARACANÃ

URUGUAI 4 X 0 EQUADOR / MINEIRÃO

SEGUNDA-FEIRA

JAPÃO 0 X 4 CHILE / MORUMBI

Brasil precisa confirmar o favoritismo

O Brasil não fez um primeiro tempo digno de Brasil. É verdade que nos primeiros 20 minutos usou e abusou de intensidade e linhas altas, no entanto é, em diversos momentos, um time que passa a impressão que necessita de uma referência técnica. A seleção flui, no sentido coletivo, melhor sem “o cara”, no caso o Neymar, mas mesmo assim a ausência dele é muito sentida em campo. Os adversários na primeira fase não prejudicam a seleção, afinal de contas são frágeis.

O Brasil deve vencer hoje, tudo pode acontecer, mas o Brasil é muito favorito nessa noite. Apresentar um domínio de quem realmente sabe o que está fazendo é o ideal. Posse de bola, finalizações, ou seja, as estatísticas serão favoráveis ao Brasil, certamente isso vai acontecer, o problema a se corrigir é a coletividade, é nítido que por mais que o time fique menos individualista, a seleção precisa decidir jogos coletivamente e não só no talento individual. Brasil vencendo se classifica. Para confirmar o favoritismo não basta vencer, tem que convencer que foi dominante e soube o tempo todo o que estava fazendo.

Confira a 2ª rodada

COMPARTILHAR