O deputado estadual Mário Henrique “Caixa” (PV) e o federal Diego Andrade (PSD), mantiveram a liderança em Três Pontas e continuam sendo os majoritários, porém, perderam votos.

A Equipe Positiva fez os cálculos dos 10 candidatos mais votados nas Eleições de 2014, comparando com 2018.

Mário “Caixa” em 2014 obteve 16.499 votos e este ano foram 10.709 votos, sendo 5.790 votos a menos.

Geisa Teixeira (PT) foi votada no último pleito por 1.736 eleitores e agora 1.707, uma redução de 29 votos. Ela não conseguiu se reeleger.

Dilzon Melo (PTB) que após 7 mandatos perdeu a eleição para deputado estadual, foi o terceiro mais bem votado no pleito de quatro anos atrás com 909 votos. Este ano foram 64 votos a menos, ou seja, 845.

Sávio Souza Cruz (MDB) que foi reeleito, em 2014 teve votos de 555 trespontano. Em 2018 foi apenas 999, uma perda de 456 eleitores.

O deputado reeleito João Leite (PSDB) perdeu 192 em relação a eleição passada. Foram 396 contra 204.

Fechando a lista dos 10, aparece Antônio Carlos Arantes (PSDB). Em 2014 foram 293 votos e no último domingo 146, 147 a menos.

Em 2014, na lista dos 10 mais votados tinha o ex vereador Paulo Vitor da Silva, que foi o segundo mais votado na cidade com 2.156 e Hércules Cristo com 580. Ambos não disputaram ao cargo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

Federal

Na esfera federal, o deputado Diego Andrade conseguiu sua reeleição e manteve a dianteira em Três Pontas, mas com uma grande diferença. Em 2014 foram 16.430 votos e agora 9.653, uma diferença de 6.777 votos. O petista Odair Cunha foi reeleito e a quatro anos o segundo mais votado com 2.843 votos e perdeu a posição, já que obteve 1.507, sendo 1.336 a menos.

Bilac Pinto (DEM) vai para mais um mandato. Em 2014 teve 1.387 votos e no pleito deste 07 de outubro foi votado por apenas 423 eleitores, 964 a menos.

Carlos Melles também do DEM, não conseguiu sua reeleição e está na lista dos que perderam muitos votos em Três Pontas. 1.366 contra 293, queda de 1.073 votos.

Dimas Fabiano (PP) foi reeleito para o Congresso, mas perdeu a confiança de 417 eleitores. Em 2014 as urnas mostraram 1.065 votos e apenas 648 agora.

Eduardo Barbosa (PSDB) também teve seus votos reduzidos: de 560 para 128, sendo 432 votos a menos.

George Hilton (PSC) perdeu de uma Eleição a outra 350 votos. Foram 356 no último pleito e apenas seis agora.

Conclui a lista, Domingos Sávio (PSDB) que em 2014 conquistou 319 votos e apenas 22 na disputado do último domingo.

Na lista dos 10 mais votados, em 2014 teve Adilson Pé de Chumbo com 611 votos e Gabriel Guimarães que recebeu 448 votos. Ambos não se candidataram em 2018.

COMPARTILHAR

Comentários