Santana da Vargem terá em funcionamento a partir do mês de agosto, a sua Estação de Tratamento de Esgoto (ETE). A obra avaliada em R$1.773.711,61 está sendo construída desde 2010, pela Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) e fica as margens da BR 265, no quilômetro 413.

No fim da última semana, o gerente da companhia em Varginha Marco Aurélio Ribeiro, o Chefe da Divisão de Expansão Simão Pedro Araújo, visitaram a obra com o Encarregado de Água e Esgoto do Sistema de Santana da Vargem, juntamente com o prefeito Vitor Elói.

DSC01502

A visita de inspeção acontece periodicamente ainda mais quando a obra está em fase de conclusão. A expectativa é que a ETE esteja pronta em 60 dias e entre em funcionamento no início de agosto, atendendo ao cronograma estipulado. A capacidade da unidade será de 17 litros por segundo de vazão de entrada da estação e vai atender bem toda a cidade nos próximos 25 anos. Além do elevatório de esgoto, há também o laboratório que está em acabamento.

Segundo o gerente da Copasa de Varginha Marco Aurélio, com a ETE em funcionamento, Santana deixará de lançar o esgoto in natura, nos mananciais e receptores.

“A partir daí, estaremos dentro dos padrões ambientais exigidos e também respeitando uma questão que é também de saúde pública”, afirmou. Os municípios que são atendidos pela companhia vão atender aos prazos e exigências legais, fazendo investimentos necessários para todos os moradores.

Marco Aurélio ainda informou que a determinação através do órgão ambiental do Estado que fez a Deliberação Normativa número 128 que exige que todos os municípios terão que ter o tratamento de esgoto até 2017. Caso isto não aconteça, sofrerão sanções as cidades que ainda não tiverem ETE, pois haverá fiscalização.

O encarregado de água e esgoto Roberto Alves, o gerente da Copasa de Varginha Marco Aurélio, o prefeito Vitor Elói junto com o Chefe de Expansão Simão Pedro


COMPARTILHAR

Comentários