Quartos foram remodelados e ganharam tv’s. Acompanhantes estarão mais bem acomodados juntos as mães e recém nascidos

No hall de entrada, autoridades, convidados e funcionários da Santa Casa de Misericórdia do Hospital São Francisco de Assis, reinauguraram na tarde desta segunda-feira (16), a reforma da Maternidade Nossa Senhora de Fátima em Três Pontas.

Há aproximadamente um ano, uma equipe de pedreiros cedidos pela Prefeitura, trabalhou na ampliação da sala do pré e parto humanizado, remodelação dos quartos de cuidados imediatos do recém nascido, antes chamados de berçários, ampliação do número de leitos, colocação de aparelhos de tv em todos os quartos, a troca de todo o telhado e dos sistemas hidráulico e elétrico.

Hoje depois de nascerem, as crianças ficam em tempo integral na maternidade junto com as mães e, a adequação foi feita para atender o alojamento conjunto com mães e crianças, fazendo com que a família esteja mais próxima do recém nascido. Foram investidos R$50 mil, que vieram de colaboradores, comerciantes e de recursos do próprio hospital.

A maternidade possui em seu corpo clínico uma enfermeira obstetra, 12 técnicos de enfermagem, 8 médicos obstetras e três pediatras. Nascem em média na Maternidade de Três Pontas 80 crianças por mês.

A reinauguração do novo espaço, contou com a presença da direção do Hospital – do provedor Mário Reis Oliveira, do administrador do Hospital Wolney Reis Figueiredo, do diretor técnico Dr. Fernando Amaral de Queiróz, do diretor clínico José Flávio Oliveira Dias, do secretário municipal de saúde Hermógenes Vanelli, do prefeito Paulo Luis Rabello (PPS) e vereadores.

O administrador da Santa Casa Wolney Figueiredo considerou o momento sublime, quando se inaugura um local de nascimento e repercussão na vida da mulher. Segundo ele, há muitos anos que a maternidade vinha funcionando e estava necessitando de uma reforma geral. Quando Mário Reis assumiu a provedoria e o indicou para administrador, uma das medidas adotadas por ele foi esta reforma. “O telhado e o madeiramento encontrava-se com problemas e decidimos pela substituição total, porém, descobrimos que o sistema hidráulico e a fiação elétrica estavam também precários, assim resolvemos fazer a reforma geral”, afirmou. Agora, com a humanização da assistência recomendada pelo Sistema Único de Saúde (SUS), a Santa Casa está preparada para atender as exigências de humanização, com o setor totalmente reformado e equipado, com os plantões médicos de obstetrícia funcionando 24 horas e sala de parto com a presença do pediatra.

O hospital que é sede de micro, atende as cidades de Santana da Vargem, Boa Esperança, Coqueiral e Ilicínea e vem recebendo o apoio da Prefeitura, mantendo uma boa parceria com o secretário de saúde Hermógenes e o prefeito Paulo Luis, registrou Wolney Figueiredo.

DSC01743

O vice presidente da Câmara de Vereadores, Luis Carlos da Silva falou em nome do presidente e registrou que desde 1988, quando entrou para trabalhar no Hospital, vem tendo a alegria em ver que o empreendimento vem passando constantemente por melhorias. No passado, viu uma estrutura ruim, ao contrário do corpo de funcionários e médicos que sempre se destacaram, tanto que Três Pontas exporta profissionais para outras cidades maiores, como Varginha. Em nome dos colegas, Sérgio Silva, Chico Botrel, Vitor Bárbara, Valerinha e Alessandra, Luisinho destacou que a Câmara sempre foi parceria quando o assunto foi auxiliar a Santa Casa nas suas demanda, aprovando as subvenções que são repassadas mês a mês. Em 2012 foram destinados R$1 milhão e em 2013, R$1,8 milhão.

O prefeito Paulo Luis fez mais um discurso de chamar a atenção. Alto e em bom tom, saiu em defesa da Administração, que investiu só do orçamento do ano passado de R$80 milhões, 36% para a saúde. Mesmo assim, considerou ser pouco, pois a demanda é sempre infinita. O que sua gestão quer fazer junto com os vereadores, é que o setor não sirva de palanque político para ninguém. “Que todos venham prestar o seu serviço independentemente da quantidade de votos que será depositado na urna em 05 de outubro. Razão que me preocupa, pois muitos aportam em Três Pontas somente em época de Eleição e muitos só fazem suas dádivas neste período, mas muitas delas não chegam ao seu destino e, quando chegam o DNA não é verdadeiro, e, o pai é outro. Tem pessoas que assumem paternidade que não são delas. É por esta razão que é necessário deixar de fazer da saúde um palanque político, cometendo um estelionato eleitoral”, discursou.

Terminando, Paulo Luis ainda tocou em dois pontos importantes. A restauração de uma obra que foi feita por Monsenhor João Batista da Silveira. E depois agradeceu a efetiva participação dos comerciantes de Três Pontas. Falou se dirigindo ao presidente da Associação Comercial Michel Renan Simão Castro, que está sendo parceira da Santa Casa e ajudou muito mais que a Prefeitura.

VEJA IMAGENS DA NOVA ESTRUTURA E DA REINAUGURAÇÃO DA MATERNIDADE

Imagens: Denis Pereira/Equipe Positiva

[ot-gallery url=”https://www.equipepositiva.com/gallery/hospital-sao-francisco-de-assis-reinaugura-maternidade-nossa-senhora-de-fatima/”]

 

COMPARTILHAR

Comentários