Fotos: Equipe Positiva

 

A Polícia Civil de Três Pontas entrou nesta terça-feira (19), nas investigações que apuram a morte do professor José Wilton de Andrade Júnior, de 51 anos. Ele foi encontrado esfaqueado na noite desta segunda-feira (18), na casa onde morava, no bairro Bom Pastor em Varginha. O caso foi registrado pela Polícia Militar como latrocínio, que é o roubo seguido de morte.

A Polícia Civil descobriu ao iniciar as investigações, que um aparelho notebook que poderia ser da vítima estaria sendo vendido no facebook e que o carro teria sido visto em Três Pontas. A partir daí, a equipe de investigadores da cidade saíram a campo e encontraram o notebook que seria do professor. Um rapaz já teria comprado o aparelho de um suspeito. Ele prestou depoimento e deu informações que fortaleceram a suspeita da polícia.

Notebook havia sido vendido pelo facebook. Foto: Equipe Positiva
Carro estava abandonado na zona rural. Foto: Equipe Positiva

Durante as diligências para encontrar o suspeito, o proprietário de uma fazenda que fica na zona rural de Três Pontas, denunciou à Delegacia de Varginha que havia um carro lá do Município, abandonado em meio a um cafezal em Três Pontas. Trabalhadores rurais que estavam na lavoura encontraram o veículo. Uma equipe de investigadores foi até a propriedade que fica a cerca de dois quilômetros da cidade, em direção a Campos Gerais e encontrou o carro abandonado. Ele estava com a chave dentro e todo revirado.

No chão, haviam marcas que podem indicar que o carro havia sido arrastado e que ele havia sido abandonado no dia anterior. Dentro do veículo, a Perícia da Polícia Civil que foi acionada, encontrou bastante material de trabalho do professor e peças de roupas. Foram apreendidos para serem periciados, um par de chinelos que estava no chão junto ao banco do motorista, capas dos bancos. A Perícia realizou o swab, que é um procedimento usando um cotonete, onde é possível identificar as células das mãos. Ele foi feito na direção, no câmbio e no freio de mão e em outras partes do veículo, que possam que foram tocados por quem esteve dentro do carro.

A Polícia continua as investigações para confirmar as suspeitas e identificar e prender os suspeitos do crime. O caso repercutiu em toda a região, dada a brutalidade do crime.

Par de chinelos foi encontrado junto ao banco do motorista e foi apreendido. Foto: Equipe Positiva
Trabalho pericial foi realizado no carro para tentar suspeito que teria usado o veículo após a morte do professor. Fotos: Equipe Positiva

 

Crime repercutiu na região

Casa onde a vítima residia em Varginha fica no bairro Bom Pastor. Foto: Rede Mais

O corpo de José Wilton de Andrade Júnior foi encontrado na noite de ontem e estava com várias perfurações pelo corpo feitas por faca. Os golpes atingiram o peito, a barriga, as costas, as mãos e os braços. Os policiais encontraram marcas de sangue na parede da sala, no chão da cozinha, no escritório e no banheiro. O corpo estava caído na sala e pela situação, o crime já teria acontecido já a algum tempo. Duas facas que teriam sido usadas foram encontradas no quarto de José Wilton.

O professor José Wilton morava sozinho, tinha apenas a companhia de alguns animais de estimação. No imóvel não havia nenhum sinal de arrombamento ou sinais que alguém teria invadido a casa. O professor era bastante ativo nas redes sociais, mas há alguns dias estava ausente. Foi ai que uma das irmãs, preocupada foi até a casa dele. Como o imóvel é cercado por cerca elétrica, eles tiveram que cortá-la, pular o muro e tiveram acesso ao interior do imóvel. Quando entraram encontraram o corpo dele caído no chão.

Vizinhos de José Wilton viram ele pela última vez no sábado. Ele estava em casa ouvindo música sertaneja. Como sabiam que ele não gostava deste estilo musical, suspeitaram que ele estivesse acompanhado, mas não desconfiaram de nada. A partir de domingo, ninguém ouviu mais nada e nem o viram mais.

Nas redes sociais, a Prefeitura de Varginha, as duas escolas onde o professor lecionava, amigos de trabalho e alunos dele, lamentaram a perda do professor que era bastante querido na cidade e comemorou o Dia dos Professores na última sexta-feira, dia 15 de outubro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here