Fotos: Equipe Positiva

 

Mais 1.200 doses da vacina contra a gripe foram aplicadas em idosos e profissionais de saúde, na tarde desta quinta-feira (02), em um ponto montado no início da Avenida Prefeito Nilson Vilela, em Três Pontas. A exemplo da imunização realizada nas semanas anteriores, a procura foi enorme e mesmo vacinando apenas no sistema drive-thru (em veículos), não faltaram reclamações.

A Guarda Civil Municipal e servidores da Secretaria de Saúde tentaram organizar a fila, mas era tanta gente que ficou impossível. Eram tantos carros que ultrapassou o cruzamento das avenidas Oswaldo Cruz e Ipiranga. Os primeiros da fila chegaram horas antes para conseguirem senha e garantir a dose. A secretária municipal de Saúde Teresa Cristina Rabelo Corrêa, disse que fica muito feliz em ver tamanha procura, porque em anos anteriores é preciso procurar as pessoas, para conseguir atingir a meta imposta pelo Ministério da Saúde. A busca este ano é por causa da pandemia do Coronavírus. Por isto, Teresa Cristina pediu paciência aos moradores porque não pode deixar as pessoas juntas e no veículo é uma maneira de evitar o contato. A Secretaria de Saúde vai avaliar como foi a vacinação neste local, se vai repetir nas próximas vezes ou se fará simultaneamente em outros lugares. Todos que receberam a senha foram imunizados.

Guarda Municipal controlou o fluxo de veículos

Com a vacinação desta quinta-feira, a Secretaria já imunizou contra a Influenza 5.600 idosos e a meta é 6.170. Por isto, nas próximas certamente o movimento será menor e mais tranquilo. Profissionais de saúde que também estão recebendo a vacina são no total 1.034 em Três Pontas.

De acordo com a Coordenadora de Imunização da Secretaria de Saúde Lara Miranda, as próximas doses devem chegar segunda-feira (06) e vão ser aplicadas delivery, ou seja em casa, a partir de terça-feira. O cronograma será feito por cada unidade básica de saúde, que vai vacinar em casa, conforme solicitado que as pessoas deixassem nos postos, nome, endereço e telefone. Já existem 200 acamados cadastrados. “Ninguém precisa ficar preocupado porque teremos vacina para todo mundo”’, anunciou Teresa Cristina.

Depois de cumprir a meta, a partir de 15 de abril, serão imunizados doentes crônicos e professores que também integram o grupo de risco, mas a forma ainda não foi definida.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here