Está adiantada a obra de construção da filial do Supermercado Moacyr, no bairro Catumbi em Três Pontas. A previsão é que se tudo correr dentro do planejado, esteja concluída até dezembro e inaugurada entre meados de janeiro de 2019 e começo de fevereiro.
São 2,8 mil metros de construção e 1,5 mil apenas para a área de vendas, bastante moderna, com dois estacionamentos cobertos e uma loja climatizada.

O sócio proprietário Denilson Lamaita Miranda (foto) de 58 anos, falou deste novo empreendimento, da satisfação em atender de forma mais confortável seus clientes, na
filial que está sendo erguida no bairro Catumbi, em ponto estratégico e que vive uma expansão. Denilson foi presidente da cooperativa de compras Unissul, durante seis anos e atualmente é o tesoureiro. A rede conta com 26 lojas e é um diferencial para atender clientes com preços competitivos.

Quais os motivos o levaram a investir em um outro empreendimento aqui na cidade?

A gente viu que Três Pontas além de ter tido um crescimento nos últimos anos, percebemos que os nossos clientes estavam ficando desconfortáveis na nossa loja.
Diante disso, do crescimento da cidade e do desconforto, talvez pelo movimento que a gente tem hoje, resolvemos investir nesta outra loja, em um bairro um pouco distante
daqui de nós e acabaria compartilhando o movimento da gente.

Será uma filial do supermercado?

Sim. Lá vai ser uma filial do nosso supermercado. Vai se chamar Moacyr e vamos manter o nosso padrão. A gente deve levar diversas pessoas de nossa equipe para lá.

Então, nos fale um pouco daquela obra na Rua Barão da Boa Esperança?

Lá são 2,8 mil metros quadrados de área construída, são 1,5 mil apenas de área de venda e toda infraestrutura; como câmaras frias, depósitos e dois estacionamentos cobertos. Será uma loja quase do mesmo tamanho desta que temos a diversos anos.

A montagem do local vai seguir o mesmo padrão do Moacyr Supermercado? Tudo que o cliente tem aqui, vai encontrar na filial?

O padrão é o mesmo, inclusive vai ser uma loja mais moderna, com mais espaço e inclusive climatizada. Ela não vai contar com o setor de confecções, porque no
supermercado é um setor difícil de trabalhar. O único diferencial que vai ter é só este, mas vamos contar com padaria, açougue, horti frutti e a grande variedade de marcas.

A localização foi escolhida como ponto estratégico, já que há um crescimento de loteamentos e bairros naquela região?

Isto pesou muito. A gente nota que aquele local está muito bem localizado, entre os bairros Antônio de Brito, o Jardim das Esmeraldas, alguns bairros mais centrais, como Catumbi, o Condomínio. Foi um local que a gente vê que tem um raio de influência muito grande. Este é um dos motivos da gente ter animado de investir naquele local.

Quantos empregos o Moacyr gera hoje e quantos espera gerar com esta filial?

Atualmente temos 180 funcionários no Supermercado, além de mais 19 no Moacyr Express. A previsão que fizemos é de gerar entre 80 e 100 novos empregos. No total vamos empregar uma média de 280 pessoas.

Denilson, você ajudou a fundar a Unissul, que é uma rede de supermercados bastante atuante na nossa região. A Unissul tem alguma participação neste novo empreendimento?

Não tem. O investimento é totalmente do Moacyr Supermercado. A Unissul ela apenas leva o nome porque é a nossa cooperativa de compras, mas o investimento é exclusivamente bancado e custeado pelo Moacyr Supermercado.

Qual a importância da Unissul para o Moacyr Supermercado?

A Unissul é uma cooperativa de compras, que além de ajudar a comprar produtos com preços competitivos, ela oferece treinamentos e troca de ideias. Ela é um fomentador dos nossos negócios e muito útil para a gente. Nós teríamos dificuldades de enfrentar as grandes redes que estão chegando não fosse a Unissul.

Qual a importância desta obra para Três Pontas?

Esta obra que vai valorizar muito o local ali, que é o bairro Catumbi. Um bom supermercado é muito útil para a comunidade que não vai ter que deslocar muito longe de
sua casa e poder comprar mais perto de casa, sem gastar combustíveis. A filial vai trazer benefícios para todo mundo, será um fomentador de negócios, tanto para farmácias, lojas e outros setores que estão nesta região.

Falando em geração de empregos, vocês vão buscar novos profissionais ou já tem currículos suficientes para suprir a demanda?

A gente tem na loja aqui alguns profissionais serão deslocados para lá. São profissionais que estão com a gente e vão nos ajudar a fazer a mão de obra de lá. Já estamos treinando profissionais de alguns setores. Mas o importante é que vamos contratar mão de obra apenas de Três Pontas.

A concorrência do ramo supermercadista aumenta cada
vez mais a cada ano? Isto é realidade?

A concorrência está aumentando de fato em todos os setores, não apenas em supermercado. Realmente ele tem uma concorrência muito grande, assim como
advogados, médicos, farmácias, padarias, mas o supermercado vem aumentando bastante a concorrência. O que se faz para se diferenciar hoje em dia, é ter um bom atendimento, bom preço e realmente tratar o cliente bem, tratar com carinho. Esta é a diferença. Não é
apenas ter preço. O bom preço faz parte do nosso negócio, mas além disso, o supermercado para ter sucesso precisa tratar o cliente com maestria.

Na sua opinião como empreendedor qual a importância das Eleições deste ano?

A gente espera que os governantes, tenham a consciência de que eles precisam ajudar o povo. Ajudar o empresário a fortalecer seu negócio, os menos favorecidos a ter mais
renda, o pequeno produtor, entre outros. Espero deles esta consciência e não pensarem só em si. Que estes que estão sendo eleitos ajudem a todos. Se os políticos continuarem a pensar apenas neles, nós não vamos chegar a lugar nenhum.

Qual a sua visão pessoal de empresário, da cidade de Três Pontas?

Três Pontas é uma cidade que oferece oportunidades. O povo é acolhedor, tem uma infra estrutura muito boa, com boas escolas e hospital. A cidade oferece condições para as pessoas crescerem e precisamos saber aproveitar disso. A gente está muito satisfeito com o que a gente tem aqui.

Qual a sua mensagem para os trespontanos?

A mensagem que eu deixo é de otimismo. Que o ano de 2019, além de estarmos inaugurando este novo empreendimento, que a gente acha que vai ser muito bom para a cidade, para a nossa empresa, para os nossos funcionários, espero que o próximo ano seja bom para todo mundo. Que as pessoas realizem aquilo que tem vontade.

COMPARTILHAR

Comentários