Um servente de pedreiro de 22 anos deu trabalho para a Polícia Militar na noite deste sábado (26), em Três Pontas.

Uma guarnição da PM realizava Operação Batida Policial, quando passava pela Rua Barão da Boa Esperança, os militares desconfiaram de um Monza com placas de Paraguaçu. Ao perceber que seria abordado, o motorista arrancou com o veículo e saiu em alta velocidade, colocando em risco condutores de outros veículos e pedestres.

Iniciou-se então uma perseguição pelas ruas da cidade. Na Rua Sete de Setembro, foi dada ordem que ele parasse novamente, mas o servente de pedreiro ignorou e continuou a fuga.

Ele subiu pela contramão da Rua Minas Gerais, passando pela Marques de Abrantes, Nossa Senhora d’Ajuda, Tupã, Tupi, Marcílio Ferreira de Brito e terminou na Bonfilho Vicentini. O rapaz abandonou o veículo e saiu correndo em direção a um terreno baldio, na Rua Adolfo de Paula Pereira, onde ele foi contido.

Ao ser preso, ele contou que estava fugindo porque não tem carteira de habilitação e o documento do carro estava irregular.

O motorista foi multado, assinou um Termo Circunstancial de Ocorrência (TCO) e foi liberado em seguida. O caso vai ser para o Juizado Especial Criminal. O veículo foi apreendido.

COMPARTILHAR