Foto: Silvano Damázio - TV Boa Esperança

Uma mulher de 35 anos foi assassinada pelo marido que se matou em seguida, na manhã deste domingo (28), no Centro de Boa Esperança.

Paula da Silva Oliveira, estava com a filha de 6 anos preparando um espaço de eventos para uma festa de aniversário que seria realizada. Foi quando o motorista Reginaldo de Oliveira Lima, de 43 anos, chegou e a esfaqueou.

De acordo com a Polícia Militar, o homem teria ligado para a mulher dizendo que queria ver a filha. Ele chegou no estabelecimento, deu um abraço e um beijo na menina. A criança disse a ele que sua mãe estava na cozinha. Ele foi até lá e quando se aproximou de Paula, disse que ela estaria o traindo. Então, deu uma gravata nela e começou a golpear a esposa com a faca. Ela tentou fugir, mas não conseguiu e morreu no local. Foram pelo menos 17 facadas.

Em seguida, Reginaldo deu um golpe em seu próprio peito caiu e também morreu. Uma mulher que estava no espaço ajudando na limpeza, pegou a menina e saiu.

De acordo com familiares, o casal estava junto há 16 anos e há algum tempo Paula queria se separar, mas Reginaldo não aceitava o fim do  relacionamento. Os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal de Varginha (IML) e serão sepultados nesta segunda-feira (29), em Boa Esperança.

COMPARTILHAR