O motorista de um carro morreu e dois passageiros ficaram feridos em um acidente na madrugada desta quinta-feira (28), no Centro de Três Pontas.

De acordo com a Polícia Militar, o condutor de um veículo Santana, subia a Avenida Ipiranga quando perdeu o controle da direção, rodou na pista e bateu em um poste de iluminação do lado contrário. Edmar de Oliveira de 34 anos não resistiu aos ferimentos e morreu na hora. O corpo ficou preso nas ferragens e só foi retirado com a chegada do Corpo de Bombeiros de Varginha.

07

Outros dois rapazes que estavam com ele – Enilson de Paula Cirino de 35 anos e Odair José de Araújo de 37, foram socorridos pelo SAMU com a ajuda de vários policiais militares para o Pronto Atendimento Municipal (PAM). Eles passaram por vários exames, sofreram algumas fraturas, mas não correm risco de morte.

O condutor só foi identificado durante a madrugada, já que nenhum documento foi encontrado com a vítima. A suspeita é de que ele estaria em alta velocidade. O impacto da batida foi tão forte, que peças do carro foram arrancadas e ficaram espalhadas na via. Moradores disseram que o barulho foi tão forte, que parecia ser uma explosão.

A Perícia da Polícia Civil esteve no local e liberou o corpo para a Organização de Luto Cônego Victor. O corpo de Edmar de Oliveira foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Varginha.

Várias pessoas foram até o local e acompanharam o trabalho da PM e dos Bombeiros. Uma mulher bastante exaltada e com sinais de embriaguez, acabou sendo detida, depois de não respeitar por várias vezes o isolamento do local e desacatar os PM’s.

Um trecho da Avenida Ipiranga e da Travessa das Flores estão sem energia elétrica. Profissionais da Cemig estiveram no local, mas o serviço só será feito durante o período da manhã.

05

 

 

COMPARTILHAR

7 Comentários

  1. Ja era ruim o trexo. E uns idiotas poe um quebra molas sem sinalizacao pra termina de piorar. Garanto q se tivesse bem sinalizado ou sem quebra molas n teria acontecido. Como o quebra molas e recente. Muita gente esquece dele ainda mais por estar sem sinalizacao. Axo q o prefeito ta precisando de umas esmolas pra compra tinta pra sinalizar la. E em maisblugares na cidade q ta com mesmo problema.

  2. Minha compaixão fica no olhar triste dessa mãe que deve ter lutado a vida inteira para criar uma pessoa dessa responsabilidade. Fica visível a negligência do motorista, colocando em risco outras vidas. Culpar prefeito pelo quebra molas sem pintura não justifica a velocidade absurda que esse camarada estava. Sejamos sensatos. A prefeitura tem sua parcela de culpa em implantar uma retenção de velocidade dessa sem a sinalização adequada, mas volto a repetir, não justifica a culpa do motorista que pagou pelo próprio erro com a sua vida. NÃO DEVERIA, MAS INFELIZMENTE ISSO ACONTECE…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here