A sessão da Câmara Municipal desta segunda-feira (04), foi pela primeira vez presidida pelo vice presidente, Antônio Carlos de Lima (Antônio do Lázaro – PSD). É que o presidente Maycon Machado (PDT), está em viagem oficial a Brasília juntamente com o vereador Luis Carlos da Silva (Luisinho – PPS), para tratar de assuntos do Poder Legislativo. Com isto, o presidente em exercício prestigiou o colega de partido Geraldo José Prado, com a vice presidência.

Na pauta de votações havia 12 itens, apenas um projeto do Poder Executivo e o restante homenagens, de Moção de Aplausos e de Título de Cidadania Honorária Trespontana. Porém, a pedido da vereadora secretária da Mesa Diretora, Marlene Rosa Lima Oliveira (PDT), pediu a inclusão de um projeto do Executivo e ele acabou sendo inserido.

No Pequeno Expediente, o vereador Érik dos Reis Roberto (PSDB), comentou que muitas pessoas o parabenizou pelas redes sociais, pelo voto favorável dado ao projeto de lei da venda do terreno na região dos Quatis, na semana passada e estendeu aos colegas que o acompanharam os votos. A área de mais de três mil metros quadrados seria à uma empresa que desejava montar no local seu Centro de Distribuição. O projeto de lei foi rejeitado pela maioria, mas Érik lembrou a possibilidade que foi aberta de doação, com o substitutivo apresentado por ele.

O vereador também chamou a atenção pelo trabalho das polícias Militar e Civil, no combate ao crime. Ele lamentou que o Código Penal esteja tão ultrapassado, justificando pela tentativa de homicídio registrada no fim de semana, em que a PM prendeu quatro dos cinco suspeitos e eles acabaram sendo liberados por força da lei. Érik concluiu pedindo o envio de ofício aos presidentes do Senado e do Congresso Nacional, pedindo um olhar mais para a população, quanto a segurança pública.

O vereador Roberto Donizetti Cardoso (PP), trouxe mais uma reclamação de moradores que foi enviada à ele por meio do seu aplicativo. O pedido é pela operação tapa buracos em frente a Dellas Comércio e Transportes, no bairro Esperança. Ele também mencionou sua tristeza quanto a sujeira e a falta de cuidados com o Cemitério Municipal e finalizou pedindo ofício para o Poder Executivo, um levantamento de quanto o Município tem a pagar de férias regulares e prêmio aos servidores.

O vice presidente em exercício Coelho, comentou também sobre a sua posição quanto a venda do terreno da Prefeitura. Ele citou várias doações que foram feitas pela Câmara e que de fato geraram empregos no Município, o que segundo Coelho, desta vez não aconteceria, por isto, repetiu mais uma vez que votaria contrário novamente, caso fosse necessário. Ele parabenizou os colegas que votaram contra e que tiraram o prefeito Marcelo Chaves de uma “enrascada”, classificou o vereador.

O vereador Sérgio Silva também comentou sobre o leilão do terreno e respondeu aos comentários postados em redes sociais sobre o assunto. Ele discursou que é fácil fazer um discurso populista para agradar as pessoas, mas difícil é encarar a realidade. “Não fujo das minhas responsabilidades e  tenho a consciência tranquila”, falou Sérgio em tom de desabafo. Em seguida, sugeriu que o espaço seja dividido em vários lotes de 2 mil metros quadrados para empresas da cidade, com o compromisso de gerar empregos. Terminou dizendo que lamenta o posicionamento da empresa, que segundo, alguns vai embora, já que ela participaria de um leilão da área e como qualquer uma que disputa licitação, corria o risco de perder.

O presidente em exercício Antônio do Lázaro (foto) foi na Tribuna e também falou no Pequeno Expediente. Reclamação da situação do Pronto Atendimento Municipal (PAM), que está com banheiros sujos e com mau cheiro.

Votações de homenagens predominaram a pauta

Foram apenas dois projetos do Poder Executivo, sendo que um foi inserido a pedido da vereadora Marlene Rosa Lima Oliveira (PDT) e tinha nele o pedido de votação em caráter de urgência.

Os projetos são: abertura de crédito adicional suplementar no valor de R$ 196.200,00, de dotações das secretarias municipais de Saúde e Educação para manutenção das despesas com a folha de pagamento dos servidores municipais e abertura de crédito adicional especial, no valor de R$ 150 mil para pagamento de sentenças judiciais da Secretaria Municipal de Saúde. Neste último, a pedido também da vereadora, uma emenda retirou a possibilidade do valor ser suplementado sem autorização legislativa. Ambos os projetos foram aprovados.

Aprovados também foram as 11 homenagens – sendo 8 títulos de Cidadania Honorária Trespontana para o professor de História e especialista em educação, Sérgio Ricardo de Melo Barboza,  o deputado estadual professor Cleiton Oliveira, à professora e diretora da Escola Técnica Novo Horizonte, Magnólia Monteiro da Conceição, o médico radiologista e especialista em diagnóstico por imagem, Dr. Luiz Sérgio Marcondes Chavasco Filho, a médica cardiologista Dra. Eneida Lasmar do Norte Garcia, a dentista Dra. Paula Cardoso dos Santos Mendonça, o bancário aposentado Eduardo Cordeiro da Silva e o Pároco da Paróquia Nossa Senhora D’Ajuda Cônego José Douglas Baroni. As Moções de Aplausos aprovadas serão entregues para – o advogado Dr. Otacílio Ferreira, servidores da Secretaria Municipal de Transportes e Obras e as secretárias do consultório médico Dr. Luiz Roberto Laurindo Dias.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here