Home Blog Página 2

AgroCP doa novo servidor para a Santa Casa

0
O provedor Michel Renan e o empresário Márcio Vinicio. Fotos: Equipe Positiva

 

*Equipamento custou mais de R$25 mil e vai garantir a funcionabilidade do sistema de informática

A AgroCP entregou na manhã desta quarta-feira (21), um novo servidor para a Santa Casa de Misericórdia do Hospital São Francisco de Assis de Três Pontas. O equipamento doado pela empresa custou R$25.460,00, trará mais agilidade e segurança em todo o sistema informatizado da entidade onde estão ligados mais de 100 computadores no seu Centro de Processamento de Dados (CPD). Eles estão nos setores administrativo (financeiro e contabilidade), recepção, estoque, hemoterapia, laboratório e prontuário eletrônico.

O servidor foi recebido pelo provedor Michel Renan Simão Castro e alguns servidores do setor administrativo e entregue pelo sócio proprietário da AgroCP Márcio Vinício Lucas. Michel ressaltou que a Agro CP é uma grande parceira, sempre atendendo a todas as necessidades da entidade. O atual servidor foi doado a cerca de 6 anos atrás e tem recorrentemente trazido problemas em seu funcionamento dado ao número de máquinas nele ligado.

Com a construção da Hemodiálise e os novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), que estão sendo construído, o equipamento será ainda mais fundamental, dando condição que o sistema não pare, uma vez que ele é utilizado ininterruptamente, 24 horas por dia, 265 dias do ano, assim como o Hospital.

Márcio Vinício se colocou a disposição e ressalta que não está ajudando apenas Três Pontas, pois o Hospital é referência na região e o trabalho realizado durante esta pandemia da Covid-19 foi difícil mas o êxito foi alcançado, mesmo meio a tantas dificuldades. O empresário renovou seu compromisso de sempre ajudar.

As palavras segundo Michel, renova as forças em retribuição a generosidade da população. O provedor concluiu que a AgroCP é vital para o município, tem muitos empregos gerados, uma inovação na produção de fertilizantes e ainda se preocupa sempre com o social.

Paróquia D’Ajuda inicia comemorações de seus 190 anos e divulga Festa do Padre Victor

0

 

Os paroquianos da Paróquia Nossa Senhora D’Ajuda iniciaram na quarta-feira (14), com missa solene as comemorações do seu Ano Jubilar. É que em 2022, a primeira paróquia de Três Pontas irá completar 190 anos de fundação. A celebração eucarística foi presidida pelo bispo emérito da Diocese da Campanha, Dom Frei Diamantino Prata de Carvalho e concelebrada pelos padres Cônego José Douglas Baroni, Márcio Paulino Arantes Júnior e Roberto Donizetti Carvalho.

A missa contou com a presença de membros das comunidades urbanas e rurais e trouxe um grande momento de graça, de viver este tempo de evangelização da paróquia, querendo avançando sempre em águas mais profundas.

A Paróquia Nossa Senhora d’Ajuda foi criada por Decreto, em 14 de julho de 1832. É mais antiga que a própria cidade, que teve sua emancipação político-administrativa em 1º de abril de 1841.

De acordo com o pároco Douglas Baroni, Três Pontas pertencia a Paróquia de Lavras de Santana, que era da Arquidiocese histórica de Minas Gerais em Mariana. Naquela época eram poucas dioceses e arquidioceses. Aliás, a Paróquia Nossa Senhora D’Ajuda é mais antiga que a própria Diocese da Campanha, em 1907, na qual Três Pontas integra até agora.

Quando o município surgiu, cresceu entorno da Matriz D’Ajuda. “Este traço religioso é muito marcante porque as cidades cresceram em do adro da Igreja e da praça. Esta presença religiosa marca o censo religioso dando também a certeza de uma consciência cidadã, política e administrativa, porque no coração da Igreja se erradia toda a força para a vida e a sociedade”, afirmou o Cônego.

Ao logo destes quase 190 anos, a Matriz passou por muitas transformações, era uma Capela bastante simplória, como se fosse um oratório, porém, a imagem sempre foi esta, foi trazida pelos portugueses.

Com a vinda de Padre Victor para Três Pontas, que aqui foi o segundo pároco por 53 anos, substituindo padre Bonifácio, construiu a grande Matriz com duas torres pontiagudas. Esta imagem foi colocada no altar de Padre Victor, por iniciativa do ex-pároco Padre Ednaldo Barbosa e do padre Lázaro Aparecido Diogo que fez a pintura do altar do Beato. Eles foram sensíveis ao colocar as montanhas, o cafezal e os anjos de cor negra. Depois Monsenhor João Batista da Silveira construiu a atual Matriz, na Praça Cônego Victor.

Uma curiosidade é que a Paróquia Nossa Senhora D’Ajuda é a única em toda a Diocese, não existe outra, por ser tão particular e continua sendo atual.

Outra curiosidade é que o primeiro casamento foi realizado em 1.777, bem antes da fundação da paróquia.

Durante a homilia presidida por Dom Diamantino, ele afirmou que a paróquia foi e sempre será marcada pelo carisma dos sacerdotes, principalmente dos párocos que tem a missão de pastorear a Matriz. Cada um ao seu modo, uns mais eruditos, outros mais simples, outros mais dinâmicos, outros mais acanhados, mais pastoralistas, outros liturgistas, outros mais populares, alguns mais recolhidos nas suas personalidades, resumiu que esta é a beleza da igreja. “É uma variedade na evangelização, mas todos trabalham para o bem e tem o seu dinamismo pastoral”, pregou o bispo emérito.

As comemorações serão um ano inteiro, até 14 de julho de 2022, onde haverão atividades nas comunidades urbanas e rurais. Haverá a visita da imagem da Padroeira Nossa Senhora D’Ajuda em cada comunidade, como também da Relíquia de Padre Victor. Embora sejam distintos, é impossível desassociar a imagem do Beato da Paróquia. Eles são unidos pela missão e o Anjo Tutelar peça fundamental neste enredo jubilar.

Durante as visitas das imagens será celebrada a missa de na chegada e a comunidade que vai se preparar com a reza do terço diante de Nossa Senhora D’Ajuda e da Relíquia de Padre Victor.

O comércio vai poder se inscrever no Escritório Paroquial para receber a imagem da Padroeira. A missa mensal será presidida cada mês por um sacerdote que foi pároco. Como serão apenas 12, a medida do possível eles irão celebrar na Festa da Padroeira do ano que vem, sem esquecer da presença dos leigos que são fundamentais na evangelização. Ao longo deste período, haverá cursos de formação para os integrantes da paróquia.

Foi criado também o Hino Jubilar pelo Diácono Permanente Alessandro Carvalho e uma oração para a comemoração feita por Dom Pedro Cunha Cruz. Será ele quem vai encerrar o Ano Jubilar.

A Paróquia

Apesar da criação das outras duas paróquias – Nossa Senhora Aparecida e Nossa Senhora das Graças (Catumbi), a Paróquia Nossa Senhora D’Ajuda continua sendo a maior em extensão geográfica. Tem as comunidades rurais: São Sebastião no Distrito do Pontalete, Nossa Senhora do Rosário no Distrito do Quilombo, Santa Rita de Cássia no Morro Vermelho, Mãe Rainha na Carapuça, Nossa Senhora de Fátima nos Pinheiros, Beato Padre Victor na Chapada, Fazendão São José e Esmeraldas dedicada a Nossa Senhora Aparecida e Santa Mônica dedicada a mais recente.

As comunidades urbanas são: São João Batista na Vila Marilena, Sagrada Face no Botafogo, Divina Misericórdia no Jardim Primavera, a Capela São Francisco de Assis no Hospital e também o Carmelo São José, que apesar de estar territorialmente na Paróquia Nossa Senhora Aparecida, pertence a Paróquia D’Ajuda.

Cônego Douglas explica que as celebrações das missas estão sendo retomadas nas comunidades, interrompidas por causa da pandemia da Covid-19. O Terço dos Homens as segundas-feiras as 19:30 também já foi retomado. Ele ressalta que as pessoas jamais podem descuidar dos cuidados do vírus, uma vez que a ciência ainda não tem domínio total da doença.

Festa do Padre Victor: Programação mantida como ano passado, com mais celebrações

Definida como ano passado, a Paróquia Nossa Senhora D’Ajuda e a Associação Padre Victor já definiram toda a programação da Festa do Beato Padre Victor de 2021. Quando uma festa termina, já se inicia a preparação do próximo ano, pois existe toda a uma dinâmica da preparação do tema, da confecção da novena e do material. A novena é escrita pelos seminaristas do curso de Teologia da Diocese juntamente com o reitor padre Ivan de Souza Carvalho, ex-vigário paroquial da Paróquia D’Ajuda em Três Pontas. Neste ano, o tema será “Padre Victor, um Servidor com Coração de Pai”.

Na terça-feira, dia 13 de julho, foi realizada uma reunião oficial, com todos os padres de Três Pontas junto a Associação Padre Victor, onde já foi traçada toda a programação. Cônego Douglas antecipa que ainda por conta da pandemia da Covid-19, vai ser apenas a festa religiosa, sem a tradicional feira com a barraca dos feirantes. Ele antecipa também que ainda não haverá o acolhimento de romeiros com a equipe de apoio, que serve, água, café e pão aos visitantes. Os eventos que antecedem o Dia de Padre Victor estão cancelados, como a Cavalgada, a Trolada, a Trilha das Virtudes e a missa no dia 23 de setembro na Capela da Faxina.

Os festejos em preparação ao Dia da Morte do Beato de Padre Victor vão começar no dia 13 de setembro, com duas missas na Matriz – as 15:00 e as 18:30. No mesmo dia, no Carmelo São José os padres estarão celebrando juntos a eucaristia com as irmãs Carmelitas. Esta celebração tem um significado muito grande, pois foi no Carmelo São José que tudo se iniciou e onde as relíquias começaram a ser reunidas.

Depois da missa, sairá uma grande carreata percorrendo o território das três paróquias da cidade, junto com a relíquia e a imagem do Beato Padre Victor. Neste dia, os trespontanos são chamados a um gesto concreto, doando alimentos e cestas básicas, que serão destinadas às famílias carentes.

No dia 14, começa a novena preparatória na Matriz, com cinco horários diferentes, porém, de manhã não haverá a procissão da penitência. Cada horário será celebrado por um padre da cidade e a noite por um sacerdote convidado. Os horários são: 6:00, 9:00, 12:00, 15:00 e as 19:00 horas.

No dia do Padre Victor, em 23 de setembro, haverá missa de manhã, as 9:00 horas, presidida por pelo bispo diocesano Dom Pedro Cunha Cruz e em seguida haverá mais uma carreata.

Valor da cesta básica fica estável entre junho e julho em Três Pontas

0

 

Após a queda ocorrida no mês anterior, o Índice da Cesta Básica de Três Pontas (ICB – FATEPS/UNIS) se manteve estável em julho com queda de -0,06% em comparação com junho. A redução nos preços de alguns produtos compensou a alta de outros itens, mantendo o valor da cesta praticamente inalterado.

A pesquisa ocorre por meio da coleta dos preços de 13 produtos que compõem a cesta básica nacional de alimentos nos principais supermercados da cidade, seguindo a metodologia adotada pelo DIEESE nas principais capitais brasileiras. No período de 12 meses, de julho de 2020 a julho de 2021, a cesta básica aumentou 24,66% em Três Pontas. Neste ano de 2021 o índice acumula queda de -6,42%.

A atual pesquisa verificou que no mês de julho o valor médio da cesta básica nacional de alimentos para o sustento de uma pessoa adulta na cidade de Três Pontas é de R$509,60. Esse valor corresponde a 50,08% do salário mínimo líquido. Dessa forma, um trabalhador que recebe um salário mínimo mensal precisa trabalhar 101 horas e 55 minutos por mês para adquirir essa cesta em Três Pontas.

Entre os meses de junho e julho deste ano, dos 13 produtos componentes da cesta básica pesquisada em Três Pontas, seis tiveram alta dos preços médios: tomate, manteiga, café em pó, açúcar refinado, pão francês e banana. Enquanto isso, sete produtos tiveram queda em seus preços: batata, arroz, farinha de trigo, óleo de soja, carne bovina, leite integral e feijão carioquinha.

Conforme salientado no início deste relatório, a queda nos preços de alguns produtos compensou a alta de outros, mantendo o valor da cesta básica em Três Pontas praticamente inalterado. No entanto, como estamos afirmando nos relatórios deste mês de julho, mesmo com essa estabilidade no índice, o valor da cesta básica em geral e de alguns produtos em particular continuam bastante elevados e provocando fortes impactos no orçamento doméstico.

A pesquisa completa pode ser acessada clicando aqui.

Jovem agarra e puxa o cabelo de vítima durante assalto a supermercado

0

 

Um assalto a um supermercado durante a tarde da última sexta-feira (16), no bairro Vila Rica em Três Pontas, chama a atenção pela violência praticada por um jovem, que além de ameaça-la, ainda a puxou pelo cabelo provocando ferimentos.

O jovem entrou no supermercado se passando por cliente, mas logo se dirigiu ao caixa. Ele agarrou a mulher pelos cabelos, colocou uma faca em seu pescoço e anunciou o assalto, exigindo o dinheiro do caixa. A atendente acatou o pedido e ele pegou cerca de R$500.

De acordo com a Polícia Militar, mesmo ela não reagindo, o criminoso passou a faca por diversas vezes em seu pescoço, com o intuito claro que queria machuca-la ou até mesmo tirar sua vida. O ato violento, deixou a mulher machucada, com diversas escoriações no pescoço, no rosto e nos braços, mas ela não quis procurar atendimento médico.

O criminoso fugiu pela Avenida Conceição Queiroz Marinho. A PM foi chamada e ao ver o sistema de monitoramento de câmeras levantou alguns suspeitos. A vítima, ao verificar fotos de quem poderia ser o assaltante, reconheceu prontamente um jovem que acaba de completar seus 18 anos e reside no bairro Jardim das Esmeraldas.

As equipes da polícia iniciaram as buscas, foram até a casa dele porém, mas até a publicação desta reportagem ele não foi encontrado. A bicicleta e a faca usadas no crime foram apreendidas.

A Polícia Civil já abriu investigação para apurar os fatos e pedir a prisão preventiva do criminoso.

Criminoso pega o dinheiro com a mulher do caixa
Bicicleta usada no crime foi apreendida

Suspeito já agrediu supervisora de escola e resistiu a abordagem policial

O jovem suspeito de cometer o assalto já tem uma extensa ficha criminal desde que era menor de idade. Ele tem passagens ameaças, desobediência e por uso de drogas, já foi abordado diversas vezes pela PM. Quando tinha apenas 13 anos de idade, a polícia foi chamada na Escola Estadual Dona Augusta, porque o menino estava fazendo muita bagunça. Ele teria joga um frasco de um filtro solar que era de uma aluna na caçamba de um caminhão que estava passando pela rua. Quando a supervisora da escola foi chamar a sua atenção, o adolescente começou a desacatá-la e quando ela virou de costas, ele pegou uma pedra de paralelepípedo que estava no chão e jogou na supervisora.

Já com 17 anos, enquanto uma guarnição fazia a apreensão de uma motocicleta em uma rua do bairro Jardim das Esmeraldas, ele descia de bicicleta diversas vezes em alta velocidade, colocando em risco as crianças que estavam na rua.

Em determinado momento, os policiais pediram que ele parasse, ele desobedeceu e quando os militares o abordaram foram surpreendidos pela agressividade do menor. Ele gritava e fazia força, dando socos e pontapés, quando os PM’s foram detê-lo. Os policiais militares tiveram que algemá-lo para contê-lo e mesmo assim ele continuou agressivo para chamar a atenção dos moradores da rua. Ele foi detido e conduzido para a Delegacia de Polícia Civil de plantão de Varginha, onde prestou depoimento e foi liberado.

Três Pontas vai receber R$5 milhões, do acordo do Estado com a Vale

0

 

O Plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) aprovou, nesta quarta-feira (14), em Reunião Ordinária e de forma definitiva, o Projeto de Lei (PL) 2.508/21, do governador Romeu Zema, que autoriza a utilização de R$ 11,06 bilhões oriundos de parte do acordo judicial firmado pelo Poder Executivo com a Vale para reparação de danos causados pelo rompimento da barragem da mineradora em Brumadinho (Região Metropolitana de Belo Horizonte), que provocou 272 mortes, em janeiro de 2019.

As alterações feitas no projeto, garantiram o repasse de R$ 1,5 bilhão para os municípios mineiros, proporcionalmente à população. O município de Três Pontas deve receber R$5 milhões e Santana da Vargem tem direito a R$1 milhão.

Como o projeto tramitou em turno único e também teve sua redação final aprovada, pode seguir para sanção do governador. A aprovação se deu após uma série de discussões no Parlamento mineiro, que permitiram o aperfeiçoamento do projeto, com a destinação de recursos diretamente às prefeituras do Estado, proporcionalmente a sua população, para a realização de obras diversas. Esses debates e a consequente alteração de dispositivos do texto foram importantes, na medida em que nem a Assembleia Legislativa nem os municípios foram chamados a discutir o acordo do Governo com a mineradora.

Parlamentares refutaram a tese de que os recursos vão proporcionar uma espécie de “cheque em branco”. As cidades deverão apresentar ao Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCE-MG) relatórios detalhando a execução na parte que lhes cabe na emenda de R$ 1,5 bilhão.

Para o presidente da Associação Mineira de Municípios (AMM), Julvan Lacerda, a divisão, entre todas as cidades mineiras, de parte da reparação financeira paga pela Vale é necessária por causa dos impactos financeiros da tragédia minerária. “É questão de justiça. Parte da receita gerada pela atividade que deu causa a indenização ia aos municípios. Então, eles também foram impactados”, diz.

Bingo on-line da Apae neste domingo, vai distribuir R$11 mil em dinheiro

0

 

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Três Pontas, antecipou o seu tradicional Bingo realizado anualmente em dezembro, para este domingo, dia 18 de julho. Ele será on-line, transmitido ao vivo pelo facebook na página da Apae, a partir de 10 da manhã. As cartelas custam apenas R$10, estão a venda na Apãezinhos, com colaboradores e voluntários. Quem adquirir concorre a quatro prêmios em dinheiro – R$1 mil (1º prêmio), R$2 mil (2º prêmio), R$3 mil (3º prêmio) e R$5 mil (4º prêmio).

O mais importante é contribuir com uma instituição séria, que não parou durante a pandemia, ficou proibida de realizar eventos beneficentes durante a pandemia da Covid-19, viu as doações diminuírem e as despesas aumentarem com a compra de equipamentos de proteção individual.

A diretora Maria Rozilda Gama Reis, explica que a Apae tem gasto cerca de R$20 mil somente com os EPI’s e com o retorno de todas atividades presenciais e laborais, que são necessárias, o gasto vai aumentar ainda mais. Comprando o bingo ou doando os equipamentos é uma forma de ajuda essencial.

A diretora explica que o Bingo on-line não muda em nada e as pessoas não precisam se preocupar. Todas as cartelas são auditadas e um sistema avisa imediatamente quando há um ganhador. Quem não puder acompanhar será premiado da mesma forma e receberá o valor sorteado.

Rozilda conclui pedindo mais uma vez o apoio dos trespontanos e moradores das cidades vizinhas que tem a Apae como referência em atendimento, para que colaborem.

PM apreende adolescente traficando em esquina do bairro São Judas Tadeu

0

 

Um adolescente de 16 anos foi apreendido novamente durante a noite desta quinta-feira (15), enquanto traficava drogas, no bairro São Judas Tadeu, em Três Pontas.

A Polícia Militar fazia Operação Batida Policial pelo bairro e recebeu informações informais, reafirmando denuncias feitas através do 181, alegando que o menor estaria comercializando drogas no cruzamento das ruas Ninico Campos com Henrique Rabelo. As equipes foram para o local e abordaram o suspeito saindo de um terreno, usado para esconder os entorpecentes.

Quando efetuaram a sua abordagem, ele estava com R$388 em dinheiro em diversas notas, uma bucha de maconha e perto dele, os policiais encontraram duas porções também de maconha e um pino de cocaína.

Ele foi apreendido, encaminhado ao Quartel juntamente com sua mãe e depois de ser registrada a ocorrência o menor foi liberado.

Pandemia em Três Pontas mantém sinais de melhora

0

 

*Um dos principais fatores para a diminuição de óbitos, internações e novos casos, é que quase 40% da população trespontana já foi vacinada, pelo menos com a 1ª dose  

A taxa de mortalidade diária média por Covid-19 entre homens e mulheres, ao longo da pandemia, em todas as regiões de Minas Gerais foi significativamente maior entre os homens do que entre as mulheres. As variações vão de 5% a 38% a mais entre os homens. No Sul de Minas, esse indicador é 26% maior entre os homens. Mas em geral a mortalidade pela doença vem caindo, assim como o número de novos casos.

Há três semanas seguidas a região, assim como Minas Gerais, registra diminuição na tendência de novos casos. Todas as regionais se mantiveram na redução da incidência. A tendência de novas internações na região evoluiu novamente para diminuição, situação presente em todas as regionais. Em novos óbitos, a região registrou tendência de diminuição pela segunda semana seguida. Mesma situação em todas as regionais, exceto na de Alfenas que registrou tendência de estabilidade. O comportamento da incidência e mortalidade no Sul de Minas acompanha há duas semanas a mesma evolução registrada para Minas Gerais, mas no Estado as internações sem mantêm em estabilidade há duas semanas.

A média diária de novos casos na semana (961) voltou a ficar abaixo de 1.000 desde o dia 09 de julho, o que não acontecia desde 29 de abril deste ano. O número médio de óbitos (27) voltou a ficar abaixo de 30 desde o dia 11 de julho. Isso não acontecia há um mês. A média diária de novas internações na semana ficou em 65, o que não ocorria há quase quatro meses. O maior avanço, desde a última semana, foi na redução da média diária de internações na semana que diminuiu em 32%. Em relação a casos, a média diária na semana sofreu redução de 15% e em relação a óbitos de 16%. Apesar desta boa evolução dos números, em relação ao início deste ano, ainda foram registrados o dobro de novos casos e novas internações e o triplo de novos óbitos.

De acordo com a pesquisa realizada semanalmente pela Universidade Federal de Alfenas (Unifal), entre os dez mais populosos municípios do Sul de Minas, há três semanas nenhum apresenta tendência de crescimento em novos casos. Exceto Pouso Alegre que manteve estabilidade e Passos que foi de diminuição para estabilidade, todos os demais registraram tendência de decréscimo em novos casos. Destaque positivo para Três Pontas, Lavras e Três Corações Pontas que há quatro semanas apresentam diminuição na tendência da incidência. Na tendência de novas internações, com exceção de Itajubá, que apresentou crescimento, e Pouso Alegre e Alfenas que foram de diminuição para estabilidade, todos os demais municípios apresentaram diminuição nesse indicador.

Destaque positivo para Poços de Caldas, que vinha já há três semanas com diminuição e agora não registra novas internações desde o último dia 26 de junho. A tendência de novos óbitos registrou melhora. Mais da metade dos municípios apresenta diminuição nesse indicador (Três Pontas, Poços de Caldas, Pouso Alegre, Varginha, Alfenas e São Sebastião do Paraíso). Apenas Três Corações se apresentou em estabilidade e Passos, Lavras e Itajubá registraram tendência de crescimento.

Segundo dados apurados pela Equipe Positiva, nesta terça-feira (13), a taxa de ocupação de leitos específicos para a Covid-19 na Santa Casa de Misericórdia do Hospital São Francisco de Assis, estava em 79% na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 33% de enfermaria.

De acordo com o professor de epidemiologia Sinézio Inácio da Silva Júnior, é preciso manter as medidas de prevenção – uso de máscaras, álcool em gel e distanciamento. Na análise dele, a vacinação tem sido extremamente importante e significativa para diminuir os casos graves e de óbitos, mas ainda ela sozinha não é suficiente para deter o surgimento de novos casos.

De acordo com o último vacinômetro divulgado pela Prefeitura, 22.023 trespontanos já receberam pelo menos a 1ª dose da vacina, o que representa que 40% já se imunizaram (38,68%), contra a doença. A cidade aplicou 6.996 2ª dose (31,77%) e 1.050 dose única (1,84%).

De acordo com a secretária municipal de Saúde, Teresa Cristina Rabelo Corrêa, em entrevista a Rádio Sentinela FM, falou da melhora da situação pandêmica no Município. Segundo ela, o Pronto Atendimento Municipal (PAM), voltou ao seu atendimento habitual atendendo outras patologias e com diminuição de pacientes da Covid-19, incluindo na tenda. “Estamos, ao que parece, enxergando uma luz no fim do túnel”.

Vários fatores ajudam e tem contribuído. Apesar de que existem pessoas que já foram vacinadas com as duas doses e contraíram o vírus, a vacinação está avançando bastante. Para ela, as pessoas estão conscientizando da necessidade do uso da máscara e mantendo as medidas necessárias, habituaram de não ficar em ambientes fechados, estão ainda aglomerando, porém, em ambientes abertos. Os bares estão obedecendo o espaçamento e as pessoas de uma maneira geral, tem apreendido a viver neste novo mundo. “O vírus vem ensinando que a gente pode continuar vivendo, mas tendo as precauções”, ressaltou a secretária de Saúde.

Motorista de Três Pontas morre em acidente na MGC em Varginha

0
Foto: Corpo de Bombeiros e rede social

 

Um motorista trespontano de 26 anos morreu durante a tarde desta quarta-feira (14), após bater o carro que dirigia em um caminhão na MGC-491, entre Varginha e Três Corações.

De acordo com a Polícia Militar Rodoviária Estadual, o caminhão estava saindo de uma estrada vicinal quando foi atingido pelo carro na lateral.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o condutor do carro Douglas Bastos (foto) ficou preso às ferragens. Ele foi retirado e assistido pela equipe médica do Samu, mas morreu ainda no local. Já o passageiro, quando os Bombeiros chegaram já estava fora do veículo e foi socorrido para o Hospital Bom Pastor, com suspeita de ter sofrido um trauma na mandíbula e escoriações no rosto e no corpo.

O motorista do caminhão não se feriu e foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil para prestar esclarecimentos.

O trânsito ficou interditado, por aproximadamente duas horas e meia para atendimento das vítimas, retirada dos veículos e limpeza da pista e foi liberado por volta das 19 horas.

O corpo de Douglas Bastos foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Varginha. Ele morava no bairro Santana e o corpo será velado no Velório Municipal de Três Pontas.

Vence nesta 5ª feira, prazo para pagar IPTU a vista com desconto ou a primeira parcela

0

 

*Prefeitura distribui cerca de 28 mil guias de IPTU neste ano de 2021

A Prefeitura Municipal de Três Pontas já entregou as guias do IPTU – Imposto Predial e Territorial Urbano – referente ao ano de 2021. O reajuste do imposto de 2020 para 2021 foi de 7,34%, com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Segundo o Setor de Tributação, foram emitidas cerca de 28 mil guias para um total aproximado de R$ 10 milhões em arrecadação. Só para ter uma comparação, no ano passado foram emitidas 27 mil guias e uma previsão de arrecadação em torno de R$ 8,5 milhões.

A primeira parcela vence nesta quinta-feira dia 15 de julho e, quem optar pelo pagamento à vista, tem 10% de desconto. Já quem optar pelo parcelamento, será em três vezes com o primeiro vencimento também nesta quinta. O IPTU pode ser parcelado até em seis vezes sem juros, mas para isso o contribuinte deve fazer a solicitação na Secretaria Municipal de Fazenda. Historicamente a Prefeitura recebe cerca de 70% do valor lançado dentro do exercício. A receita é revertida em benefício da própria população, através de obras e de setores como saúde, educação, entre outros.

O contribuinte inadimplente fica impedido de realizar transações com o poder público, além do risco de receber cobranças via protesto e até judicialmente.

Este ano, em virtude da substituição do sistema de gestão, pode ter ocorrido algumas alterações no endereço de correspondência dos contribuintes. Portanto, quem ainda não recebeu as guias do IPTU, deve procurar pelo Setor de Tributação na Prefeitura Municipal de Três Pontas.