(FOTO: Pedro Souza/Atlético-MG/GloboEsporte.com)

 

Em uma semana recheada de emoções das mais variadas, o futebol mostrou sua força. Maradona, entrou para eternidade por tudo que fez dentro de campo, no Brasileirão o Atlético abre vantagem na liderança ao vencer tranquilamente o Botafogo, e na Libertadores, os clubes brasileiros vão bem e abrem vantagem para os duelos de volta que acontecerão na próxima semana.

BRASILEIRÃO: Galo mais líder do que nunca e São Paulo insiste em oscilar

O Atlético Mineiro fez o dever de casa e segue líder do torneio por pontos corridos. Na inauguração na 23ª rodada, o Galo recebeu o Botafogo e venceu sem dificuldades, o Fogão vive um péssimo momento, fez um primeiro tempo sofrível e mais uma vez com pouca criatividade. Já o clube mineiro manteve seu estilo e não utilizou muito de sua intensidade, a vitória no Mineirão deixou o Atlético com 42 pontos na ponta da tabela.

O Corinthians é o outro time que se deu bem na rodada que só será encerrada segunda-feira (30). O Timão visitou o Coritiba e venceu. O time paulista não foi tão bem, mas foi eficiente e jogou com um meio de campo mais solto, tendo mais liberdade. O Coxa pouco assustou, os três pontos foram cruciais para o Corinthians se afastar um pouco em termos de pontos da zona de rebaixamento.

Resultados da 23ª rodada

ATLÉTICO-MG 2 X 1 BOTAFOGO

CORITIBA 0 X 1 CORINTHIANS

FORTALEZA 1 X 1 GOIÁS

Resultado jogo atrasado da 16ª rodada

CEARÁ 1 X 1 SÃO PAULO

Já em duelo atrasado da 16ª rodada, o jogo marcado negativamente pelo VAR, ficou empatado. Ceará e São Paulo se enfrentaram e mostraram velhas dificuldades, os mandantes começando mal e se recuperando na segunda etapa, e o tricolor paulista oscilando durante o jogo e nos resultados. Hoje, o São Paulo está com três jogos a menos que o Atlético, que está apenas a cinco pontos de distância.

LIBERTADORES: Times brasileiros vão bem nos jogos de ida das oitavas de final

Nos jogos de ida da Libertadores, em média os clubes brasileiros se deram bem. Nos jogos de terça-feira (24), só o Peixe venceu, no entanto, os outros resultados foram bons. O Santos visitou a LDU em Quito, no Equador, e venceu bem, com inspirações individuais de Marinho, Soteldo e Pará, além disso defensivamente o Peixe soube se comportar para reduzir espaços, o Santos não apenas venceu seu adversário, mas também triunfou frente a altitude, aos desfalques por covid-19 e a crise política e financeira.

Os outros times brasileiros que entraram em campo na terça, foram Athletico e Flamengo. No Paraná, diante de muitas adversidades negativas, o Furacão foi bem equilibrado e convenceu mais que o poderoso River, embora o Athletico tenha sido punido na última bola do jogo com o gol dos argentinos. Falando em Argentina, o Flamengo visitou o Racing e por mais que não tenha começado tão bem, o time soube se portar em campo e poderia até ter saído com uma vitória. O Flamengo é favorito no confronto, assim como o River diante do Athletico, entretanto, a tendência de os jogos de volta serem tranquilos, é pequena.

Jogos de oitavas de final / ida

Terça-feira (24)

ATHLETICO-PR 1 X 1 RIVER PLATE

LDU DE QUITO 1 X 2 SANTOS

RACING 1 X 1 FLAMENGO

Quarta-feira (25)

DELFÍN 1 X 3 PALMEIRAS

Quinta-feira (26)

GUARANÍ 0 X 2 GRÊMIO

Na quinta-feira (25), o Delfín recebeu o Palmeiras no Equador. Desde o sorteio, sabia-se que o Verdão enfrentaria o adversário mais frágil, e o que se tem que fazer quando isso acontece? Ganhar com protagonismo. Foi exatamente isso que aconteceu, o Palmeiras foi melhor do início ao fim no jogo, promovendo inclusive mudanças que fizeram a diferença, como Gabriel Menino jogando quase que aberto pela ponta-direita.

O Alviverde que estava muito desfalcado pela covid-19, venceu e convenceu, tudo indica que se fizer o dever de casa, avançará sem sustos. Já o último time brasileiro a entrar em campo essa semana pela Libertadores, foi o Grêmio. Na quinta-feira (26), o time dirigido por Renato Portaluppi, venceu e abriu uma boa vantagem diante do comum Guaraní do Paraguai.

O jogo que foi no Estádio Defensores del Chaco, teve o Grêmio controlando a posse de bola na primeira etapa e utilizando bem as pontas. No segundo tempo o Grêmio abriu vantagem, com Pepê e Jean Pyerre ratificando a boa fase, o Grêmio se mostrou copeiro, melhor e mais atento na partida, inclusive, sabendo usar as bolas esticadas. Dificilmente o Grêmio sofrerá no jogo em Porto Alegre.

COPA SUL-AMERICANA: Vasco empata na Argentina e leva vantagem para São Januário

Após a vitória do Bahia na terça-feira diante do Unión Santa Fé, foi a vez do Vasco da Gama entrar em campo pelas oitavas de final da Copa Sul-americana. Jogando na Argentina contra o Defensa y Justicia, o Cruzmaltino abriu uma pequena vantagem com um empate em 1 a 1, no entanto, o duelo no Rio de Janeiro promete, pois o que o Vasco mostrou em campo, não convenceu.

Como era previsto, por uma série de fatores, o clube carioca se postou mais defensivamente, pouco criou, mas quando criou, marcou. Lucão foi o melhor jogador do Gigante da Colina, a defesa mais uma vez foi mal e deixou o vascaíno preocupado em certos momentos, mas o 1 a 1 é um resultado positivo para o Vasco, mesmo o jogo podendo ter um resultado negativo para os cariocas. Os duelos de volta acontecerão na próxima semana.

LUTO NO ESPORTE: Maradona entra para a eternidade

Um dos maiores jogadores e personagens de todos os tempos do futebol mundial, nos deixou na última quarta-feira, 25 de novembro. Maradona, que no dia 30 de outubro havia completado 60 anos de idade, veio a falecer em decorrência de uma parada cardiorrespiratória.

Diego Armando Maradona, o gênio, o dez, o deus como é chamado na Argentina, vestiu e venceu com a camisa da Seleção de seu país, do Argentinos Juniors, do Boca Juniors, do Barcelona, do Napoli, do Sevilla e do Newell’s Old Boys. O ex-jogador que era considerado uma lenda viva, hoje se eterniza no coração dos amantes do futebol e principalmente, dos Argentinos.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here