(FOTO: Miguel Schincariol/Ituano FC/Globoesporte.com)

 

Por Loui Jordan

Em mais uma rodada pelos campeonatos estaduais, a novidade mesmo foram os jogos sem público devido às prevenções em relação ao Coronavírus. Dentro de campo, o que se viu foi mais do mesmo, excetuando talvez a dificuldade do Flamengo na vitória da Taça Rio, os outros jogos não fugiram muito do prognóstico. Dos quatro grandes estaduais do Brasil, só o do Rio de Janeiro tem um “favoritaço”, o resto segue com candidatos intercalados.

Campeonato Mineiro

No encerramento da 9ª rodada, muitas previsões já estão na hora de serem colocadas à mesa. Primeiro, o Atlético venceu o Villa Nova fora de casa por 3 a 1, no sábado (14) e o duelo marcou a estreia de Sampaoli. O Galo tem o que trabalhar, o time já era favorito, só comprovou isso dentro de campo e é favorito a estar na próxima fase. Segundo, o líder venceu, sim, o América bateu a Patrocinense por 1 a 0, neste domingo (15), detalhe, o jogo também foi fora de casa e não será fácil tirar a vaga do América para a próxima fase.

Isto posto, vamos ao que mais interessa. O jogo mais importante da rodada foi entre Tombense e Caldense, disputado na cidade de Tombos. Os donos da casa venceram por 2 a 1. Isso não mudou drasticamente o G-4, isso porque o Cruzeiro foi derrotado pelo Coimbra, que diga-se de passagem, foi a primeira vitória do Coimbra, por 1 a 0. Bem, resumo da obra, o risco de o Cruzeiro ficar de fora das semifinais do Campeonato Mineiro, é bem considerável.

Faltam apenas duas rodadas, considerando que a Caldense é o adversário mais próximo do Cruzeiro na tabela, chances ainda existem, entretanto, o time terá que jogar bem mais. A tabela, a classificação, os confrontos e o futebol apresentado, todos, simplesmente todos estão do lado da Veterana e só uma informação, Adilson Batista não é mais técnico do Cruzeiro.

Em Minas Gerais não se tem um time “favoritaço”, tem time regular e se construindo aos poucos, fora as forças interioranas.

Campeonato Paulista

Pela 10ª rodada do Paulistão, o destaque foi o Sansão. No clássico disputado no Morumbi no sábado, o tricolor ganhou de virada e se classificou para a próxima fase. O Peixe abriu o placar em bela jogada coletiva, no entanto, viu o São Paulo, o bom São Paulo, virar na segunda etapa com dois gols de Pablo. O resultado de 2 a 1, ratifica o momento são-paulino que é bom, o time é competitivo e quando tem a bola, joga sem medo. O Santos teve a boa sequência encerrada, mas o time está progredindo.

Por falar em progredir, essa palavra não entra no momento no vocabulário corintiano. O Corinthians ficou no 1 a 1 com o Ituano, o time luta para não ser rebaixado e nem mesmo perder uma vaga na fase mata-mata do Paulistão, que já seria por si só uma frustração, o time e o futebol apresentado passa a impressão de que a produção tem ocorrido, mas as vitórias não, já são seis jogos sem vencer.

O Palmeiras também não foi bem, mas não está mal. O time empatou sem gols com a Inter de Limeira e não joga um futebol bonito, às vezes joga bem, na maioria das vezes é competitivo e sabe se adaptar aos adversários e aos empecilhos que os mesmos colocam nas partidas, dessa vez não foi assim, não há nada para se preocupar de forma avassaladora, mas é sempre bom observar o que aconteceu, no caso o que não aconteceu, e evoluir gradativamente seu jogo.

No Paulistão, São Paulo e Palmeiras estão na prateleira de cima, bom ficar de olho em Santo André, Mirassol e o Bragantino.

Campeonato Carioca

No Carioca, dos gigantes, a dupla Fla-Flu se deu bem. No sábado, o Flamengo recebeu a Portuguesa-RJ, embora o time não estivesse tão inspirado, méritos também da equipe visitante, o jogo terminou 2 a 1 para o rubro-negro, que teve o gol da vitória no final do jogo. O Fluminense por sua vez, fez o clássico com o Vasco, mesmo com mando de campo do Cruzmaltino, o tricolor levou a melhor, 2 a 0.

Um detalhe, ambas campanhas absolutamente distintas. O Flu é líder do seu grupo, tem 100% de aproveitamento na Taça-Rio, enquanto isso, o Vasco nem se quer venceu em três jogos da mesma Taça-Rio. Atualmente, a diferença entre eles tem sido grande e o Fluminense mereceu o triunfo.

O Botafogo, outro gigante carioca, não conseguiu vencer o Bangu, competitivo Bangu. O Fogão que contou com a estreia de Honda, que aliás fez gol, não conseguiu manter o ritmo e principalmente a produtividade no segundo tempo. Vale lembrar que o Bangu até aqui faz uma boa Taça-Rio, está em 3º no seu grupo, a frente nos critérios de desempate, do próprio Botafogo. Outro jogo não menos importante, foi entre Boavista e Cabofriense, o Boavista venceu por 2 a 0.

É bom dizer que o Boavista é um time bem interessante, além de ter sido vice na Taça Guanabara, tem a segunda melhor campanha no grupo liderado pelo Flamengo. No estadual do Rio de Janeiro tudo segue o previsto e já observado até aqui, o Flamengo muito favorito, o Flu o time mais promissor e candidato a “pedra no sapato” do time da Gávea, e os outros, querendo ou não e conta a história, tentando não fazer feio.

Campeonato Gaúcho

Na 3ª rodada do segundo turno do Gaúcho, Grêmio, Inter e Caxias, os favoritos ao título, venceram seus jogos. O campeão do primeiro turno, Caxias, venceu por 2 a 1 o Novo Hamburgo, abrindo 2 a 0 e no final sofreu um gol. O Grêmio recebeu o São Luiz, a equipe visitante abriu 2 a 0, mesmo assim o Grêmio correu atrás da vitória e com um bom segundo tempo, virou. Detalhe, Thiago Neves fez seu primeiro gol com a camisa do tricolor de Porto Alegre.

Já o Inter, visitou e venceu o São José, venceu não, goleou. Um sonoro 4 a 1 e um futebol atraente de se ver, o Inter tem jogado bem dentro de sua proposta. O torneio segue com Inter e Grêmio a frente dos demais no que se diz respeito a briga pelo título, mas o Caxias pode muito bem “aprontar”, melhor dizendo, ganhar, afinal de contas, tem qualidade e ferramentas para tal.

Coronavírus e o esporte nacional

Em meio ao impacto do Coronavírus, os eventos esportivos em boa parte do planeta estão suspensos, no Brasil não será diferente. De acordo com a confirmação da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) e de federações Estaduais, as competições nacionais de futebol estão suspensas por tempo indeterminado.

Já em Minas Gerais, a partir de terça-feira (17), as competições serão suspensas. Em São Paulo e no Rio de Janeiro, as federações terão reuniões para resolver qual atitude tomar, mas a possibilidade de haver o adiamento dos campeonatos é grande. Uma coisa é certa, por medidas de precaução, as torcidas já não podem frequentar os estádios.

Vale informar que todos os esportes têm se precavido devido à questão de saúde pública. A medida visa o bom senso e a preservação da saúde de forma geral.

 

 

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here