(FOTO: Lucas Figueiredo/CBF/Globoesporte.com)

Por Loui Jordan

O Campeonato Brasileiro tem um líder mais vermelho do que nunca, o Internacional que goleou o São Paulo em duelo direto pela 31ª rodada e assumiu a liderança. Se o vermelho significa guerra, luta e até mesmo o amor, o Inter tem reunido tudo isso em seu futebol e tem jogado como se fosse o último jogo e tem feito a paixão dos colorados inflamar nessa reta final. Parece uma mistura perfeita, ainda mais faltando sete jogos para acabar o torneio de pontos corridos.

Jogos da 31ª rodada

Quarta-feira (21)

BOTAFOGO 1 X 3 ATLÉTICO-GO

BAHIA 1 X 0 ATHLETICO-PR

GRÊMIO 1 X 1 ATLÉTICO

CORITIBA 3 X 3 FLUMINENSE

BRAGANTINO 4 X 1 VASCO DA GAMA

SÃO PAULO 1 X 5 INTERNACIONAL

Quinta-feira (22)

FLAMENGO X PALMEIRAS / 19h

FORTALEZA X SANTOS / 19h

GOIÁS X CEARÁ / 19h

CORINTHIANS X SPORT / 21h

Internacional amassa o São Paulo na capital paulista

O São Paulo recebeu o Inter e foi atropelado, 5 a 1 para os gaúchos fora a aplicação eficaz em seu jogo no duelo que carimbou o tricolor com o símbolo do desencantamento. Além de taticamente ser melhor, o Colorado foi superior nas ações em campo desde o primeiro minuto.

Contando com uma noite inspirada de Yuri Alberto, que marcou um hat-trick (três gols), o que se viu foi um Inter determinado e um São Paulo sem sintonia e errando muito. Com uma excelente sequência de vitórias, o Inter assume a ponta da tabela com 59 pontos e a essa altura do Campeonato, passa a ter as maiores cotações para ficar com o título. Já o São Paulo termina a rodada na 2ª colocação com 57 pontos. Ainda dá, mas convenhamos, com esse futebol de 2021 não empolga ninguém.

Botafogo sem fogo e Vasco gerando asco!

O Botafogo recebeu o Atlético Goianiense no Rio de Janeiro e mais uma vez teve uma atuação desesperadora, condizente com o 20° lugar que o time ocupa. Mesmo com o Glorioso abrindo o placar no segundo tempo, o Dragão de Goiás soube se recuperar, ou melhor, explorar os defeitos do clube carioca e não só empatou, como virou e ampliou o placar. Dificilmente o Botafogo escapa da Série B. O futebol praticado é paupérrimo, o elenco é extremamente limitado e o clube fez escolhas que não se mostraram suficientemente boas e eficazes, além da sequência negativa que assola o time no Brasileirão, é o roteiro perfeito para o rebaixamento.

O rival do Fogão, o Vasco, também apresentou um futebol sofrível em campo diante do competitivo Bragantino, digno de um time que deve brigar apenas contra o Z-4 até o apito final da última rodada. O duelo em Bragança Paulista foi marcado pelas inúmeras dificuldades de criação efetiva do Vasco e pela inteligência e repertório letais do Bragantino. O time que pertence a Red Bull dominou o Gigante da Colina e que de gigante só sobrou sua imensa e rica história, pois o futebol esteve em total inoperância durante praticamente todo o jogo.

Em suma, os gigantes cariocas possuem muitos problemas e as soluções estão cada vez mais escassas. O Botafogo precisa de fogo para tentar um último suspiro, já o Vasco tem gerado asco naqueles que param para assisti-lo, afinal de contas, o time tem jogado um futebol que não condiz com suas tradições, repugnando a história vascaína.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here