(FOTO: Lucas Figueiredo/CBF/Globoesporte.com)

Por Loui Jordan

No próximo domingo (21), às 16 horas no Maracanã, o título brasileiro ganha seu capitulo mais importante até aqui, isso porque o Flamengo recebe o Internacional, vice-líder versus o líder, a vantagem dos gaúchos é de apenas 1 ponto. Vamos ao que interessa, a 36ª rodada que será encerrada nesta segunda-feira (15), sacramentou o que muitos queriam, um duelo “final” para decidir quem será o campeão brasileiro, Colorados e rubro-negros venceram neste domingo (14), no entanto, no próximo, só um poderá vencer. Confira os resultados da rodada abaixo:

Jogos da 36ª rodada

Sábado (13)

GOIÁS 2 X 0 BOTAFOGO

ATLÉTICO-MG 1 X 1 BAHIA

SANTOS 2 X 0 CORITIBA

Domingo (14)

FLAMENGO 2 X 1 CORINTHIANS

VASCO 0 X 2 INTERNACIONAL

ATHLETICO-PR 2 X 1 ATLÉTICO-GO

PALMEIRAS 3 X 0 FORTALEZA

GRÊMIO 1 X 2 SÃO PAULO

Segunda-feira (15)

CEARÁ X FLUMINENSE / 18h

SPORT X BRAGANTINO / 20h

Inter vence sem convencer e Flamengo sem empolgar

Sendo sucinto, o Inter venceu com um bom placar um time de tradição que briga contra o descenso, mas o segundo tempo foi um caos e o clube gaúcho não convenceu. Já o Flamengo dominou uma equipe que por estratégia é mais reativa que ativa, convenceu na sua proposta, mas não deslanchou na partida, basicamente foi isso.

O Colorado visitou o Vasco da Gama, com uma primeira etapa intensa e veloz, o Inter foi bem melhor, anulando Benítez e usufruindo dos espaços deixados pelo Cruzmaltino, foi um time seguro o Internacional. Já no segundo tempo, com alterações de Abel Braga, o time gaúcho ficou mais retraído e esperando os mandantes do duelo, por muito pouco, o Colorado não foi castigado, entretanto, o Vasco esbarra na falta de qualidade coletiva e técnica.

Em relação aos gols e ao VAR, primeiramente o Inter mereceu a vitória nos primeiros 45 minutos e o gol do capitão Rodrigo Dourado só teve uma polêmica, a ausência do VAR pois a ferramenta estava descalibrada, um erro crasso da CBF. Ademais, o gol provavelmente seria aprovado, já o pênalti no segundo tempo pró Vasco da Gama, é no mínimo bem discutível, naquela altura do jogo o VAR já havia se restabelecido, o último gol do jogo não teve nenhuma polêmica, apenas o alívio para um time que escolheu se arriscar na segunda etapa.

Se o Inter foi até São Januário e venceu, o Flamengo recebeu o Corinthians no Maracanã e também triunfou. O jogo foi um pouco diferente no Maraca, isso porque o Timão optou estrategicamente por abaixar suas linhas de marcação e não ser intenso com a bola no pé, o Fla aproveitou e teve mais volume, não só abriu o placar com Arão, mais quase ampliou com Bruno Henrique. Contudo, a pressão física do Flamengo não abalou o psicológico do Corinthians, em uma das raras subidas do time ao ataque, Araos fez boa jogada e achou Natel com certo espaço próximo a grande área, o atacante com frieza empatou.

Na etapa complementar o Flamengo voltou mais intenso no ataque, com movimentações mais bruscas, fazendo com que o Corinthians, que briga por vaga na Libertadores, saísse um pouco mais da sua linha defensiva. Os mandantes acabaram fazendo o gol da vitória com Gabigol, que mais uma vez deixa sua marca, o Flamengo continuou “mandando” no jogo, porém sem empolgação, em momento algum amassou o Corinthians, mas a quase todo tempo teve mais volume e uma proposta de quem luta pelo título.

Bom, o Inter lidera com 69 pontos, o Flamengo é o 2º colocado com 68 pontos, ou seja, a 37ª rodada no Maraca será imperdível. O Fla pelo fator casa e por jogar um futebol mais solto e atraente, é ligeiramente favorito, o Inter é um time físico e muito competitivo, o empate é enormemente vantajoso para o Colorado, embora ainda tenhamos uma última rodada “chata” para colorados e rubro-negros.

Restam duas vagas no Z-4

Para finalizar, restam duas vagas a serem preenchidas no Z-4. Botafogo e Coritiba já estão rebaixados, Goiás, Vasco, Bahia, Fortaleza e Sport brigam contra essas últimas vagas, digamos assim. Nesse pacote teremos alguns duelos diretos e tabelas incômodas, se bem que para qualquer um desses cinco clubes, a tabela é incômoda. Caso o Sport vença o Bragantino amanhã (15), as coisas se facilitam muito para o Leão, do restante, o Goiás está se recuperando tardiamente, mas tem chance de escapar, o Fortaleza tem oscilado como de costume, e por incrível que pareça, Vasco e Bahia que talvez possuem elencos mais arrijados que os demais, estão encarando momentos nebulosos. A tendência é que nessa edição mais um campeão brasileiro caia, a referência é ao Vasco e o próprio Bahia, além é claro do Botafogo e Coritiba que já foram campeões e a esta altura, já estão rebaixados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here