(FOTO: Pedro Souza/Atlético-MG/GloboEsporte.com)

No fechamento da 13ª rodada, o Atlético Mineiro aplicou 4 a 1 no Vasco da Gama e segue mais líder do que nunca. Agora com 27 pontos, o clube de Minas Gerais tem 5 pontos a mais que o 2º colocado e um jogo a menos. Como todo time tem defeitos, o Galo possui os seus, no entanto, a equipe que vem de 4 vitórias consecutivas no Brasileirão tem alguns motivos e pilares para se manter bem no torneio de pontos corridos. Antes de mais nada, confira abaixo os resultados desta rodada:

Resultados da 13ª rodada

Sábado (03)

GRÊMIO 1 X 1 INTERNACIONAL

PALMEIRAS 2 X 1 CEARÁ

BRAGANTINO 0 X 0 CORINTHIANS

Domingo (04)

BOTAFOGO 1 X 1 FLUMINENSE

CORITIBA 1 X 1 SÃO PAULO

FLAMENGO 3 X 1 ATHLETICO PARANAENSE

FORTALEZA 0 X 0 ATLÉTICO GOIANIENSE

GOIÁS 2 X 3 SANTOS

BAHIA 1 X 2 SPORT

ATLÉTICO MINEIRO 4 X 1 VASCO DA GAMA

Os motivos que fazem do Atlético, o líder!

O Atlético está líder, além da segurança instável e do futebol satisfatório, o Galo tem alguns motivos que justificam sua boa performance. Os motivos são os seguintes: Sampaoli, só o Brasileirão a jogar, time titular equilibrado e o grande concorrente ainda oscilando. Vamos por partes:     com a vitória diante do Vasco por 4 a 1, o Galo demonstrou mais uma vez seu repertório ofensivo que funciona muito em casa e é consideravelmente operante fora de seus domínios. Isso explica um pouco o fator Sampaoli.

Bom, os times de Sampaoli jogam pra frente, quando tem a bola atacam incessantemente. O treinador trouxe sua filosofia ao clube mineiro, o Atlético é frenético, corre riscos defensivos muitas vezes, entretanto, consegue êxito na maioria das tentativas ofensivas, o Atlético propõe o jogo, faz marcação com linha alta, tem intensidade e velocidade, e sempre, sempre tenta dar amplitude ao seu jogo com os pontas abertos. Esse formato e estilo de jogo, fazem com que o Atlético seja um time muito versátil e perigoso, não é imbatível, nem mágico, mas sabe golpear e nocautear adversários, é capaz de mudar um jogo em 20 minutos.

O outro fator é o foco no Brasileirão, já que o alvinegro só tem o torneio nacional para disputar, enquanto seus rivais ainda possuem Copa do Brasil e Copa Libertadores. Com isso, o Atlético tem um calendário mais espaçado, menos desgastes físicos de atletas, mais tempo em silêncio para treinar e sem a pressão dos jogos de outras competições. É claro, tudo isso é fruto de resultados negativos do time, mas acaba sendo benéfico nesse momento, ainda mais com o calendário mais curto devido à pandemia.

Os últimos motivos a serem listados são o equilíbrio e os concorrentes abaixo do esperado, principalmente o Flamengo. Não se trata de querer tirar os méritos do Galo, afinal de contas, o time de Sampaoli já era um dos favoritos ao título, porém, a não performance mágica que o Flamengo apresenta, que é natural pelo fato de já ser esperado, o futebol burocrático de Inter e Palmeiras, e outros concorrentes que não possuem maturidade competitiva ainda para disputar o título, caso do São Paulo, fortalecem o Atlético. O Flamengo por exemplo, ainda é um dos favoritos e oscila em jogar bem e deixar a desejar, mas é fato e absolutamente normal que não esteja jogando com o mesmo nível da temporada passada. O Atlético tem sabido aproveitar isso tudo.

Por fim, o time equilibrado. Todos esses pilares têm fundamento para ofertar esse equilíbrio de encontrar o time certo, como já dito, o time tem defeitos como todos os times, e faz parte do futebol, o que empolga o torcedor é saber que existe uma ideia de jogo sendo aplicada, ideia essa ofensiva, atraente, letal em certos momentos e extremamente competitiva. Um dado importante, o Atlético não tem um empate sequer no Brasileirão, isso mostra que o time joga querendo a vitória a qualquer custo, não se contenta com placar mínimo ou um empate fora de casa.

O líder da Brasileirão possui vários ingredientes. Ainda resta muito campeonato pela frente, o 1º turno nem acabou ainda, mas o Galo dá as suas cartas e mostra o seu estilo, lapidado pelo seu técnico, em um torneio de pontos corridos muitas coisas podem mudar, mas a tendência é o Atlético Mineiro seguir bem e firme na pontuação até o final, se será campeão ou não é outra história, mas hoje sem dúvida se tornou um destaque entre os poucos favoritos.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here