Três pessoas foram presas, três menores apreendidos, além de droga e arma

Em 16 e 17 de julho, o Comando da 6ª Região de Polícia Militar (RPM) desencadeou a Operação Impacto I, nos 44 municípios de responsabilidade territorial da 6ª Região da Polícia Militar, com sede em Lavras. Na área dela, está o 24º Batalhão de Varginha e a cidade de Três Pontas. No município foram empenhados nos dois dias de Operação, 32 policiais, em 15 viaturas, efetuou a prisão de três pessoas, apreendeu três menores infratores, uma arma de fogo e 225 gramas de maconha. Ao todo foram 119 veículos fiscalizados, lavradas 16 multas de trânsito e R$130 em dinheiro. As ações foram realizadas inclusive na zona rural.

Apreensão de droga e arma em Três Pontas durante a Operação Impacto I

Os resultados operacionais da região foram contabilizados e de acordo com os dados divulgados pela Agência Regional de Comunicação Organizacional da 6ª Região, foram 355 operações realizadas, fiscalizados 113 estabelecimentos comerciais, três armas de fogo apreendidas, com 22 munições cal. 9mm; 05 munições cal. 12; 8 armas brancas, 41 pessoas foram presas, 10 menores de idade foram apreendidos, 2.538 veículos foram fiscalizados, sendo que 50 foram apreendidos, foram apreendidos também um total de R$ 3.232,00 em dinheiro, cumpridos dois mandados de busca a apreensão e uma motocicleta foi recuperada.

No planejamento operacional foram desenvolvidas ações de visibilidade, nos corredores de segurança, praças públicas, centro financeiro e comercial das Urbes; blitz policial itinerante em perímetro urbano nos locais de maior incidência criminal; e ações repressivas em zonas quentes de criminalidade, utilizando o portfólio de serviço das equipes Tático Móvel, zerando o crime violento na área de atuação.

Os objetivos da operação foram a preservação da ordem pública, da incolumidade das pessoas e do patrimônio, contribuindo para a redução do crime violento e melhoria da sensação de segurança às comunidades do sul de Minas.

A operação teve grande repercussão, sendo enaltecido as ações preventivas e repressivas qualificadas implementadas pela 6ª RPM, com resultados extremamente positivos, evitando os crimes violentos e  fortalecendo a sensação de segurança pública dos cidadãos.

Ações e operações desta natureza serão realizadas rotineiramente, em conformidade com as estatísticas operacionais e demandas específicas de segurança pública.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here