A equipe da Polícia Civil de Três Pontas realizou mais uma palestra da Operação Fim da Linha, nesta quinta-feira (04). Desta vez, eles falaram para aproximadamente 400 estudantes do ensino fundamental e médio, do período matutino da Escola Estadual Marieta Castro.

O foco principal dos encontros com os alunos, é prevenir o número de furtos e roubos de aparelhos celulares e consequentemente reduzir estes tipos de ocorrências. É que muitos casos são registrados próximos as escolas. O escrivão de polícia Stefany Cleider Assunção divulgou o trabalho da Polícia Civil, que consiste no rastreamento dos celulares, através dos números dos IMEIS, uma espécie de chassi que são impressos na nota fiscal, na caixinha do aparelho ou nele próprio. Uma das opções é digitar no teclado *#06# para que eles sejam fornecidos. Eles precisam estar bem guardados e precisam ser fornecidos quando for registrado o boletim de ocorrências, seja na Polícia Civil ou Militar.

O investigador Thiago Portugal revelou que as meninas são os principais alvos dos criminosos, justamente por andarem com o celular nas mãos e colocar no bolso deixando a mostra e fácil de ser furtado.

Os estudantes tiraram várias dúvidas e as meninas ouviram as orientações da investigadora Lívia Oliveira da Mata Costa (foto). Ela tratou de um tema delicado – o compartilhamento de fotos sensuais e nudes. A dica dada pela policial, é que não se pode armazenar este tipo de fotos em celulares. Ao perder ou ter o aparelho furtado ou roubado, o telefone pode cair em mãos erradas e as imagens podem ser compartilhadas em redes sociais e grupos de whatsapp rapidamente e provocar problemas para a vida inteira. “Não vale a pena expor seu corpo para conquistar alguém. Ninguém que gosta de você de verdade, vai ficar te pedindo fotos de suas partes íntimas, com roupas íntimas e principalmente nuas”, alertou Lívia Oliveira.

Divulgar e compartilhar isto é crime e infelizmente, os casos estão cada vez mais comuns. Muitas pessoas ainda mostram o rosto. Uma vez on-line, perde-se completamente o controle da foto ou do vídeo íntimo publicado.

COMPARTILHAR