Viaturas da Polícia Militar em Cristais, a procura dos suspeitos. Fotos: TV Boa Esperança

 

Suspeitos são dois jovens de 21 anos, que já tem passagens pela polícia e procurados por terem cometido outros crimes

A Polícia Civil já identificou dois suspeitos de terem participado do homicídio ao Sargento da Polícia Militar Rodrigo Sarto Lomonte Oliveira de 37 anos, na noite de sábado (16) em Boa Esperança.

Investigadores da cidade e de Três Pontas, foram convocados iniciaram as investigações imediatamente após o crime e fizeram diversos levantamentos, juntamente com a Polícia Civil da cidade, que apontaram que dois jovens seriam os autores do crime.

Segundo a Polícia Civil, a motocicleta furtada na cidade, foi repassada aos dois autores de 21 anos, que são do Município de Cristais e tem envolvimento com o tráfico de drogas. A dupla teria ido até Boa Esperança para fazer um assalto, porém, se depararam com a viatura comandada pelo Sargento Sarto e na fuga, acabaram matando o policial com um tiro na cabeça. Ambos já são procurados e tem contra eles mandados de prisão por conta de outros crimes.

Os policiais civis foram na residência dos dois, na madrugada de segunda-feira (18). Na casa de um deles, foi encontrado o aparelho celular do suspeito, que tinha fotos dele usando o mesmo moleton utilizado no dia do crime, além de imagens da moto furtada e uma arma de fogo. O telefone foi apreendido. Familiares disseram que não sabem onde os jovens podem estar, mas já sabem do acontecido em Boa Esperança.

O inquérito para apurar a morte do policial militar já foi instaurado e testemunhas já começaram a serem ouvidas. A reconstituição do crime já foi realizada no fim da tarde de domingo. A motocicleta furtada que foi abandonada pelos criminosos foi apreendida.

Ainda na segunda-feira quatro pessoas envolvidas no crime foram presas e três armas foram apreendidas. De acordo com o comandante do 24º Batalhão de Polícia Militar de Varginha, Tenente Coronel Marcos Serpa de Oliveira, os suspeitos encontrados são desde os que furtaram a moto e que passaram a arma de fogo utilizada. Um deles, foi quem saiu de Cristais e foi a Boa Esperança de carro resgatar os criminosos. As buscas continuam a fim de prender os dois que mataram o sargento.

Ponto Base foi montado em Cristais, onde são coordenados os trabalhos

Policiais militares de todo o Batalhão estão empenhados ininterruptamente desde sábado em Boa Esperança. Serpa lamentou o ocorrido e afirma que o fato abala a todos, pois era um companheiro, um irmão de farda que estava cumprindo o seu papel em prol da sociedade e o seu juramento. “Ao final de todos os cursos de formação, seja de soldado, sargento ou oficial, nós juramos defender a comunidade mesmo que seja com a própria vida”, disse o comandante, que enviou condolências aos familiares do Sargento Sarto.

O corpo de Rodrigo Sarto foi velado e sepultado com honras militares, no Cemitério central de Varginha e foi restrito a familiares e policiais, por causa das medidas de prevenção ao Covid-19. Rodrigo entrou para a área da segurança em 2006, quando prestou concurso para a Guarda Civil Municipal de Três Pontas. Depois ingressou na PM em 2008. Trabalhou em Três Pontas onde morava, foi comandante do Destacamento de Coqueiral e por último estava lotado na 172ª Companhia de Boa Esperança. Ele deixou esposa e um filho de 9 anos de idade.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here