A esquerda material apreendido logo após o assalto. A direita, dinheiro recuperado e as roupas utilizadas pelo terceiro menor

 

A Polícia Militar apreendeu durante a manhã deste sábado (30), o terceiro menor, de 17 anos, suspeito de participar do assalto a uma distribuidora de gás, no bairro Aeroporto em Três Pontas, na noite desta sexta-feira (29).

Depois de ser identificado, as guarnições da PM continuaram as buscas a fim durante toda a madrugada, de encontrar o adolescente. Ele foi encontrado nas proximidades da sua residência no bairro Padre Vitor. O menor confessou a participação no crime. Contou que partiu dele a ideia, o planejamento de como seria o assalto e chamou os outros adolescentes de 15 e 16 anos.

Foram feitas buscas na residência onde ele mora com a mãe e foi encontrado escondido debaixo da pia, R$950,00 em dinheiro, parte que havia ficado com ele. Na casa também estavam a blusa e a calça utilizadas no crime. A arma de brinquedo também era dele.

O menor foi conduzido à sede da Companhia de Polícia Militar, onde foi registrado o boletim de ocorrências e em seguida ele foi liberado.

Na casa do adolescente de 17 anos estava R$950 em dinheiro

Os pais do adolescente o acompanharam no Quartel. O pai que é pedreiro, mora em Cristais e veio para Três Pontas quando soube do envolvimento do filho no assalto. Ele concedeu entrevista à imprensa sem mostrar o rosco e contou que é separado da mãe dele e que fazem apenas seis meses que o filho está morando em Três Pontas. Revelou que o rapaz não é usuário de drogas, mas já deu muito trabalho para eles. A situação piorou quando os dois se separaram. Depois do acontecido, vai levar o adolescente para morar com ele e trabalhar.

Ele disse que nunca imaginou que passaria por uma situação como esta: buscar o filho na polícia, mas espera ser a última vez.

Veja entrevista exclusiva com o pai do menor apreendido

https://www.facebook.com/equipepositivatp/videos/2350482008517666/

O crime

De acordo com a PM, dois adolescente chegaram no estabelecimento que fica na Avenida Ipiranga, com capuz de blusas na cabeça, um deles armado e anunciaram o assalto. Um deles apontou a arma na cabeça da atendente e o outro pegou a bolsa dela e eles saíram correndo a pé, em direção ao bairro Santana.

A PM foi chamada e iniciou as buscas pelos suspeitos e no alambrado do Aeroporto Municipal encontrou um deles. Ao conversar com os militares, entrou em contradição e não soube informar o que estava fazendo naquele local.

Outros dois suspeitos foram vistos pelos policiais em uma avenida do bairro. Um deles arremessou algo no quintal de uma residência e foi preso. O outro atravessou a rodovia MG 167, entrou em um matagal e teria conseguido fugir. Ao verificarem o que havia sido jogado no quintal da casa, era R$934 em dinheiro que eles já haviam dividido.

Os dois apreendidos confessaram o assalto. O material levado no assalto estava em um matagal ao lado da pista do Aeroporto, juntamente com uma pistola de brinquedo que foi utilizada por eles.

A dupla foi conduzida para a sede da 151ª Companhia de Polícia Militar, onde foi registrado o boletim de ocorrências com a presença dos pais dos adolescentes e em seguida eles foram liberados.

Apesar da idade, ambos já são bastante conhecidos no meio policial. O adolescente de 16 anos já foi apreendido pelo menos três vezes somente neste mês de março. Tem pelo menos 30 passagens por tráfico de drogas e sempre se envolve em confusão. Em fevereiro, foi apreendido depois que esfaqueou um rapaz de 38 anos, no Estádio Municipal José Comuniem, o “Campo do Vila”, depois da final do Campeonato Amador. Eles haviam brigado por causa de um churrasco.

COMPARTILHAR