Imprensa teria que deixar de divulgar as imagens dos presos suspeitos

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) voltou atrás e anulou a Portaria nº 001/2014, da Corregedoria-Geral de Polícia Civil, que estabelecia regras voltadas para a apresentação de presos aos veículos de comunicação. A nova decisão, foi publicada nesta quarta-feira (20), no Boletim Interno PCMG.

De acordo com o chefe da PCMG, Oliveira Santiago Maciel, a portaria foi editada sem a “observância dos procedimentos previstos para a sua elaboração”. Além disso, Maciel recomendou a realização de um estudo para definir a padronização da apresentação de pessoas detidas e de objetivos apreendidos pela polícia.

A questão chegou a virar polêmica nesta semana, visto que a pessoa detida teria que autorizar a exposição de sua imagem à imprensa. (Foto: Arquivo/Equipe Positiva)

COMPARTILHAR

5 Comentários

  1. Concordo Cristiano. Daqui uns dias, com o avanço diario das poltiicas dos Direitos Humanos nesse deteriorado Brasil, o preso vai ter o direito de prender o policial que fizer sua prisão. Em nosso pais, o “RABO ´´E QUE ABANA O CACHORRO”…. rsrsr

  2. A imprensa tem sido fundamental para vítimas de outros crimes cometidos pelo criminoso que até então estavam ocultos para justiça. Nossa legislação permite muitos privilégios ao criminoso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here