A Polícia Civil levou para a Delegacia, três adolescente de 14, 17 e 18 anos, que estavam fazendo a limpa em uma plantação de milho, em um sítio, na saída para Campos Gerais, ao lado do bairro Jardim das Esmeraldas em Três Pontas.

Um comerciante procurou a polícia, informando que a cerca de duas semanas, várias pessoas começaram a furtar espigas de milho da plantação do seu sítio Arco Íris. Não bastasse o furto, eles também destruíam a plantação e as espigas estavam sendo vendidas na Praça do Cemitério e inclusive pela internet. Há diversas postagens no Facebook em que eles oferecem o produto, a um bom preço. O saco custava R$15 para buscar no local ou R$25 para entregar onde o cliente quiser.

Anúncio da venda do milho é feita na internet

Câmeras de segurança de um estabelecimento que fica na Rua Barão da Boa Esperança, mostram quando eles passaram em direção ao Centro, com um carrinho cheio.

Na tarde desta sexta-feira (1º), os três adolescentes foram encontrados vendendo o milho furtado na Praça Monsenhor Silveira, a Praça do Cemitério.

A mãe de um dos adolescentes disse que sabia que o filho estava pegando o milho, porém, revelou que tem muita gente do bairro fazendo isto, pois foram informados que o proprietário do milharal tinha autorizado eles pegarem.

O dono do local foi até a Delegacia e negou que tenha autorizado as pessoas pegarem o milho. Disse que se alguém lhe pedisse ele daria, mas, o problema é que além de furtarem, estão destruindo a plantação causando enorme prejuízo.

A Polícia Civil investiga outras pessoas que estão furtando o milho. Os adolescentes foram ouvidos e liberados para seus pais.

COMPARTILHAR