Fotos: Equipe Positiva

 

A Polícia Civil descobriu um golpe milionário, aplicado em loja de departamentos de Três Pontas e recuperou mercadorias que haviam sido adquiridas por ex-funcionário que trabalhava no estabelecimento.

De acordo com a Polícia Civil, o esquema funcionava desde agosto de 2019. Um ex-funcionário do setor de cadastro, utilizava de documentos falsos para fazer compras e não pagava pela mercadoria. O suspeito emitia a nota fiscal da compra. Em algumas ocasiões ele mesmo fazia a entregava ou determinava aos motoristas, mas os boletos emitidos nunca eram pagos. Ele tinha um comparsa que também participava do golpe, recebia a mercadoria e que conseguiu mobiliar toda a sua casa, no bairro Jardim Greenville, somente com o que a loja tem de mais caro.

Levantamento feito pelo estabelecimento comercial, o prejuízo foi de quase R$100 mil. As investigações se desdobraram e o esquema foi descoberto. As mercadorias, como móveis, eletrodomésticos, eletroeletrônicos e utensílios para a casa inteira, foram encontrados em duas residências nos bairros Aristides Vieira e Jardim Greenville. Os investigadores cumpriram quatro mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça e recuperou a maioria de tudo que foi adquirido pela dupla.

Ao longo destes meses eles “adquiriram” de forma fraudulenta pelo menos 60 produtos dos mais variados – 9 aparelhos celulares, 3 televisores de 32 e 55 polegadas, painel para TV, 3 fritadeiras elétricas, vídeo game, caixa de som, 2 piscinas de 4,6 mil litros, colchão, cômoda, cama box, jogo de cozinha completo, fogão 5 bocas, 2 faqueiros, conjunto de panelas, microondas, geladeira, conjunto de mesa 6 cadeiras de luxo, conjunto de mesa 4 cadeiras de granito, grill,  escrivaninha, climatizador, cafeteira, multiprocessador, sanduicheira, ventilador, bicicleta, ferro elétrico, máquina de cortar cabelo, cadeira gamer, abridor de garrafa de parede, caneca, um conjunto e um jogo de churrasco.

O ex funcionário quando suspeitou que podia ser descoberto pediu demissão, mas vai responder ao crime de estelionato. Já seu comparsa continua sendo investigado.  O trabalho da Polícia Civil continua a fim de recuperar tudo.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here