A Polícia Civil de Três Pontas, desencadeou na manhã desta quarta-feira (10), a terceira fase da Operação Impacto, prendeu dois homens e apreendeu um menor. A ação visa o combate ao tráfico de drogas na cidade.

Foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão, todos no bairro Padre Vitor. Rafael de Freitas foi preso em casa na Rua Curitiba. Ele estava dormindo com a esposa e a filha quando os policiais chegaram. O rapaz é investigado pela Polícia Civil a bastante tempo e é conhecido por ter uma forte atuação no tráfico de drogas. Existem diversas ocorrências registradas que tem Rafael como suspeito. Ele já fugiu de diversas abordagens da Polícia Militar e empreendeu fuga em blitz’s.

Primeiro local onde foi cumprido o mandado de prisão no bairro Padre Vitor

Há diversas reclamações e denúncias de moradores do bairro, informando a movimentação de usuários na casa de Rafael de Freitas, próximo do cruzamento com a Avenida Ipiranga.

Em uma residência em frente, a Polícia prendeu Eduardo Henrique Souza da Silva. Ele foi investigado na Operação Pica Pau, que desmantelou uma quadrilha de estelionatários. Ele foi conduzido na época, mas acabou sendo liberado na Delegacia de Polícia Civil. Na casa dele durante as buscas, foram encontrados um tablete de maconha e documentos.

Na Rua Espírito Santo, um menor de 17 anos com diversas passagens por tráfico de drogas foi apreendido. O adolescente foi alvo da Operação Tolerância Zero, que apurou furtos na região central da cidade. Ele foi um dos receptadores identificados nas investigações. Na casa onde o menor mora com a família, foram apreendidos duas buchas de maconha, munições calibre 22 e aparelhos celulares. Um cigarro de maconha estava escondido no padrão de energia elétrica.     

Na Rua São Paulo, o mandado de busca foi cumprido no imóvel onde Tiago de Brito Carvalho, conhecido por Tiago “Xing” morava com a família. Porém, ele foi preso no fim do mês, durante uma diligência da Polícia Civil. É que os investigadores descobriram que Xing havia mudado o ponto do tráfico e alugado uma casa exclusiva para a traficância. Neste imóvel nada foi apreendido.

Todos foram conduzidos à Delegacia de Policia Civil.

COMPARTILHAR

Comentários