O cabeleireiro Dilermando Faria da Silveira de 42 anos, foi chamado na Delegacia de Polícia Civil de Três Pontas, na tarde desta terça-feira (21). O motivo é que a equipe de investigadores recuperaram um aparelho de TV de 32 polegadas, que havia sido furtado da loja de aluguel de vestidos de noivas e festas, que pertence a sua esposa. O crime aconteceu na madrugada de terça-feira da semana passada, no dia 14. Depois de arrombarem a porta de vidro, entraram no estabelecimento e fugiram em um veículo.

Durante as buscas, a Polícia Militar prendeu Giliarde Sebastião Brito de 36 anos e Everton de Oliveira, o “Nenenzão” de 27 anos, ambos com ficha criminal extensa e suspeitos por diversos furtos registrados na cidade. Apesar de confessarem o crime, o aparelho não foi encontrado.

Nas investigações à onda de furtos em casas e estabelecimentos comerciais, a equipe de investigadores levantaram informações  e conseguiu chegar ao receptador. O suspeito inicialmente negou ter adquirido o aparelho, mas diante das evidências claras que a Polícia Civil tinha, o rapaz acabou confessando o crime de receptação e ainda disse que pagou R$300 pela TV. Ele foi ouvido e vai responder o crime inicialmente em liberdade.

Satisfeito ao receber seu bem de volta, Dilermando  Faria defende a atuação da Polícia Civil e espera que o número de furtos diminua. Na visão dele, quando alguém tem a casa ou comércio invadido, dá a sensação de falta de proteção.

Os dois que cometeram o furto, estão presos no Presídio de Três Pontas, a disposição da justiça.

COMPARTILHAR