Uma ocorrência de furto atendida pela Polícia Militar, terminou com uma grande apreensão de drogas, na noite desta terça-feira (07), no bairro Santa Inês em Três Pontas.

A história começou com um rapaz que foi a um supermercado na Rua São Paulo por volta das 17 horas. Ele foi observado através das câmeras de segurança e por várias vezes colocava mercadorias na cintura. Em um determinado momento, o suspeito colocou um peça de picanha embaixo da camiseta e ficou com outra nas mãos. Ele foi até o caixa, tentou efetuar o pagamento de uma das peças com um cartão mas não conseguiu. O rapaz alegou que iria pegar o dinheiro no carro, mas foi embora. Por volta das 19:30, ele retornou novamente ao supermercado, foi reconhecido e contido por funcionários até a chegada da Polícia Militar.

Quando a PM chegou, ele contou que havia furtado a carne e que teria a trocado por uma pedra de crack em uma residência na Rua Ceará, onde estaria sendo utilizada para o tráfico de drogas. O rapaz disse ainda que a picanha furtada estava sendo consumida por pessoas que estavam na residência participando de um churrasco. Ele foi preso em flagrante e levado para a Delegacia de Policia Civil de Varginha.

A Polícia Militar então foi até o imóvel onde estaria o receptador. Ao chegar no local, os militares confirmaram que no quintal, haviam pessoas fazendo churrasco e consumindo bebida alcoólica e que alguns aparentavam estar com um objeto muito parecido com uma arma, uma pistola, que estava manuseada por vários deles. Um dos suspeitos ao sair da casa, viu a polícia do lado de fora, tentou fugir mas foi contido em um corredor.

Diante da situação, a PM entrou no local e encontrou outras sete pessoas, com idades de 20, 21, 22, 23 e 30 anos e um menor de 17 foi apreendido. Um deles é alvo de diversas denúncias anônimas que relatam sobre o seu envolvimento com o tráfico de drogas.

Durante das buscas na casa foram apreendidos, 67 pedras de crack, R$656 em dinheiro, uma balança de precisão, lâmina utilizada para cortar a droga, cinco aparelhos celulares e uma pistola de brinquedo. Todos foram encaminhados a sede da Companhia de Polícia Militar, onde foi registrado o boletim de ocorrências e por orientação da Delegacia de Polícia Civil de Varginha, os suspeitos liberados em seguida.

COMPARTILHAR