A Polícia Militar acabou na noite de sexta-feira (24), com uma grande aglomeração próximo de uma loja de conveniência e o escadão do Sambódromo Jaime Abreu, na Avenida Oswaldo Cruz, no Centro.

Diversas ligações feitas à polícia denunciavam a aglomeração de pessoas, contrariando as orientações de saúde, inclusive o uso e o tráfico de drogas, no escadão do Sambódromo e do Terminal Rodoviários, inclusive dentro dos banheiros. Além disso, moradores pediam providências quanto a pertubação do sossego por causa do som alto, acima do que é permitido.

As equipes montaram uma operação policial, com várias viaturas do turno de serviço, primeiro com o objetivo de primeiro restabelecer a ordem no local e depois a identificação de pessoas e veículos os quais segundo as denúncias estariam usando e vendendo drogas.

Os policiais realizaram cerco nas escadas da Rodoviária onde foram abordadas aproximadamente 40 pessoas, entre menores e maiores homens e mulheres, só na parte superior, que dá acesso ao Terminal. Algumas pessoas correram sentido a Avenida Oswaldo Cruz. Devido ao efetivo disponível não foi possível abordar e identificar todos. Durante as buscas foram localizados próximo ao banheiro da Rodoviária, aproximadamente 5 buchas de maconha, porém, não foi possível identificar de quem seria a droga, por causa da quantidade de pessoas nas proximidades. Nas proximidades do “escadão”, diversas embalagens de bebidas e pinos vazios usados para armazenar cocaína foram encontrados jogados no chão, indicando a veracidade das denúncias.

As equipes que se posicionaram nas proximidades da conveniência e constataram que haviam realmente grande quantidade de veículos nas proximidades e muitos com som ligado em volume alto. No entanto, com a aproximação das equipes não foi possível identificar corretamente os infratores devido a quantidade de pessoas e veículos que se aglomeravam no local.

A Polícia Militar iniciou uma blitz de trânsito com intuito educativo, principalmente para restabelecer a ordem e conscientizar as pessoas quanto a importância de não se aglomerarem, especialmente devido a pandemia que enfrentamos pelo Coronavírus.  Além de aglomerados, não havia ninguém usando máscaras e muitos ainda estava fazendo uso de bebidas alcoólicas.

Os policiais pediram apoio à dona da loja de conveniência, no sentido de também tentar conscientizar os clientes para não aglomerarem no local e não colocarem som automotivo. No entanto, ela expôs as dificuldades que enfrenta para conseguir trabalhar, diz que pede para as pessoas não consumirem os produtos em frente ao seu estabelecimento, mas que muitos deles aproveitam do “escadão” do outro lado da rua e acabam aglomerando no local.

Fotos: Divulgação PM

A polícia constatou que haviam veículos estacionados dos dois lados da via, e que no lado interno, lado que margeia o ribeirão, há uma placa de sinalização que disciplina o estacionamento no local, contudo, torna proibido o estacionamento ali somente após a meia noite, o que também dificultou um pouco a fiscalização, pois muitos veículos não puderam ser removidos do local, embora houvesse a informação de que estivessem com som muito alto. Por causa disso, devido a impossibilidade de flagrante, o registro de um boletim de ocorrência ficou prejudicada.

A Polícia Militar afirma segue trabalhando para garantir a ordem e a segurança de todos os cidadãos da cidade, e continuará realizando operações e ações no intuito de preservar a ordem e auxiliar as autoridades sanitárias do município a combater a pandemia do Coronavírus.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here