Sala de Operações totalmente revitalizada e com o sistema de videomonitoramento

 

A Polícia Militar inaugurou na sede da 151ª Companhia de Três Pontas, durante a manhã desta quinta-feira (17), o Serviço de Videomonitoramento e a revitalização da Sala de Operações. O comando da PM em conjunto com o Conselho Comunitário de Segurança Pública (Consep) Travessia e a Prefeitura de Três Pontas, desenvolveu o projeto de videomonitoramento e vigilância urbana, que permite, antecipar, prevenir e direcionar pontualmente as ações policiais nos níveis preventivos e repreensivos.

Em parceria com o Consep Travessia, a polícia revitalizou e adaptou as instalações da Sala de Operações da Companhia, colocando-a em condições de receber todo o aparato tecnológico investido com qualidade e ainda proporcionar melhores condições de trabalhos aos militares. Na Sala de Operações é onde são atendidas as ligações do 190 e do 3265-7766 e despachadas as viaturas para os atendimentos das ocorrências.

O comandante da Companhia, Capitão Bruno Neves Tavares, recepcionou os convidados junto com o Comandante do 24ª Batalhão da Polícia Militar de Varginha, o Tenente Coronel Marcos Serpa de Oliveira. Entre as presenças, o prefeito Marcelo Chaves Garcia, os vereadores Luis Carlos da Silva e Roberto Donizetti Cardoso, o presidente do Consep Fernando de Carvalho Ferraz, o tesoureiro do Conselho Paulo Eduardo Fasano, o delegado de Polícia Civil Dr. Andrey Alves Leite, o diretor Regional da Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap), Washington Fonseca Borges e o presidente da Associação Comercial e Agroindustrial Bruno Dixini Carvalho.

Cidade monitorada

As principais vias de acessos à cidade, estão sendo monitoradas em pontos estratégicos por câmeras de segurança de alta definição, ligadas 24 horas por dia. São ao todo 12 aparelhos, capazes de monitorar as ruas e o fluxo de veículos e estão nas avenidas Oswaldo Cruz, Barão da Boa Esperança e na Peret, além da região central – na Praça Cônego Victor e na Rua Américo Miari. Nestes dois últimos locais, foram instaladas câmeras speed dome, com zoom de alta capacidade e com movimentos panorâmicos de 360º horizontal e 90° vertical. Houve um estudo técnico, científico e criminal para a colocação de todas elas – como o índice de furtos de veículos, de pessoas, entre outras ações delituosas. “O videomonitoramento potencializa muito o policiamento em Três Pontas e traz um efeito bastante positivo na sensação de segurança”, afirmou Capitão Bruno Neves. Ainda segundo o comandante, o avanço é um ganho para a cidade. A temática é muito interessante para as ações policiais, e é como se colocasse um policial em cada ponto.

As câmeras possuem uma tecnologia que faz a leitura dos dígitos alfas e numéricos das placas dos veículos e ficam arquivadas no sistema. Ao passar pelas câmeras, veículos produtos de crimes, (furtados ou roubados) ou em atitudes suspeitas, são identificados instantaneamente e também podem ser consultados posteriormente. Na próxima fase de implantação, as placas serão enviadas para o celular do policial militar de serviço.

A instalação foi feita pela Solução Energia Renováveis Segurança e Automação, durou cerca de dois meses, funcionou de forma ativa durante as comemorações da Festa do Padre Victor e já traz resultados positivos.

O investimento disponibilizado pelo Consep, foi em torno de R$110 mil, incluindo os aparelhos e o material de instalação e softwares, oriundo do pagamento de penas pecuniárias depositadas diretamente nas contas do Conselho Comunitário, que tem como presidente Fernando Ferraz. O tesoureiro Paulo Fasano é um dos mais entusiastas com o projeto e destacou durante a inauguração, as parcerias que foram fundamentais para a realização deste sonho e anseio dos trespontanos. Primeiro, a confiança do Poder Judiciário e do Ministério Público, por acreditarem no trabalho que fazem para a cidade. Depois, a Prefeitura através da Secretaria de Obras que instalou os postes e a Solução Informática que teve muito trabalho e se dedicou muito na implantação das câmeras e do sistema. O Consep é formado por voluntários que acreditam ser obrigação do cidadão em não deixar tudo nas mãos do poder público. Eles fazem uma prestação de contas ao Ministério Público minuciosa de cada centavo gasto. “Achamos isto extremamente correto, pois é dinheiro público. Aqui em Três Pontas, conseguimos fazer muita coisa com um investimento relativamente pequeno, se comprado com outras localidades que visitamos, mas com um custo benefício enorme”, relatou o tesoureiro Paulo Fasano.

Ele concluiu exaltando que Três Pontas ganha uma ferramenta muito importante na prevenção criminal, que certamente vai impactar na melhoria da sensação de segurança dos trespontanos.

O prefeito Marcelo Chaves repetiu um discurso que tem feito em praticamente todas as cerimônias que participa, focado no trabalho de parcerias. Anunciou que havia acabado de assinar a lei aprovada pela Câmara, que amplia o convênio com a PM, em mais R$25 mil em combustíveis, totalizando R$75 mil este ano. Ele também parabenizou a participação do Conselho Comunitário em prol da segurança.

O Comandante do Batalhão de Varginha, Tenente Coronel Marcos Serpa disse estar feliz em participar da cerimônia de inauguração de um investimento que teve a participação do poder público e da sociedade constituída. Destacou que diante da situação financeira do Estado de Minas Gerais, se houver o envolvimento de todos a crise só tende a piorar. Citou exemplos de Varginha. Lá, a PM recebe do Governo combustíveis e o pagamento dos salários dos policiais militares, mesmo assim parcelados. O recrutamento de novos policiais que aconteceria este ano foi suspenso e talvez aconteça somente em outubro de 2020. Mesmo assim, não será suficiente. Deverão ser 60 PM’s para uma área de 45 cidades. “Se não houver este uso da tecnologia para substituir a falta de recursos humanos, a gente não sabe o que seria. Com este sistema, aqui em Três Pontas, temos 12 policiais escalados 24 horas por dia.

O Tenente Coronel mencionou a importância do município dentro da área do Batalhão e por isto, conseguiu a recondução de quatro excelentes profissionais, que estão de volta às ruas. Ele também pontuou sobre a parceria com a Polícia Civil.

O sub comandante da Companhia Tenente Mauricio Feliciano mostrou aos convidados o funcionamento do sistema de monitoramento, com apoio da Sargento Juliana Lima
Placa inaugural foi descerrada pelas autoridades na Sala de Operações, onde está o sistema de video monitoramento
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here