Depois do Congresso estipular as novas datas das Eleições municipais, as definições sobre o processo de votação couberam à Justiça Eleitoral, que enfrenta os desafios de organizar um pleito atípico, em meio à pandemia de Coronavírus. Como o distanciamento social minimiza o risco de contágio, a falta de mesários, é a maior dificuldade enfrentada. Toda a segurança possível será garantida para os mesários, o eleitorado e todos aqueles que vão atuar no dia 15 de novembro, data do primeiro turno das Eleições. O horário de votação é a primeira grande mudança, começando uma hora mais cedo, de 7:00 da manhã as 5:00 da tarde e todos precisam comparecer usando máscara.

Como grande parte dos mesários é do grupo de risco, o Cartório Eleitoral tem uma demanda de 568 pessoas para mesários em Três Pontas, onde são 142 seções eleitorais e 80 em Santana da Vargem, que atuam em 20 seções de votações. São quatro mesários em cada seção sendo – presidente, primeiro mesário, segundo mesário e secretário, mais a equipe de apoio, que demanda 2 ou 3 em cada colégio eleitoral, além daqueles que auxiliam no transporte dos moradores da zona rural.

A Justiça Eleitoral está evitando convocá-los e muitos deles já estão comunicando o seu desligando este ano, justamente por precaução à saúde. Conseguir substituí-los é a maior dificuldade. Pelos cálculos da Chefe do Cartório da 273ª Zona Eleitoral, Maria Rosa Guimarães Miari, cerca de 30% terão que ser substituídos. A alternativa está sendo fazer uma campanha, que inclusive está na TV, conscientizando da importância daqueles que podem contribuir com o processo democrático de escolha dos gestores do país. Há algumas pessoas que sempre gostariam de atuar nas Eleições e nunca tiveram oportunidade e essa hora chegou. “Estamos recebendo a adesão das pessoas, menos que precisamos, mas estamos trabalhando”, informou.

A Chefe do Cartório Eleitoral de Três Pontas Maria Rosa Guimarães Miari

Os presidentes de seções e mesários que terão que chegar para o trabalho as 6:00 da manhã, este ano irão fazer um curso on-line e por aplicativo. Diferente do que ocorria nos anos anteriores, em que as orientações eram feitas em reuniões presenciais.

A biometria está suspensa. A tecnologia garante a identidade do eleitor que comparece à urna, mas não poderá ser utilizada para evitar contaminação. Quem fez biometria pode votar normalmente assinando o livro de presença. Em Três Pontas, dos 44.049 eleitores, 12.879 fizeram a biometria, o que representa 29,24%. Em Santana da Vargem, a quantidade de eleitores com biometria foi bem menor, 13,47%. Dos 5.863 apenas 790 fizeram o cadastro biométrico.

Seções agregadas

Outra mudança que o eleitor precisa ficar atento é que a Justiça Eleitoral agregou algumas seções que tinham um número menor de eleitores. Foram 8 em Três Pontas e 5 em Santana da Vargem.  O objetivo é justamente diminuir o número de mesários, dada a dificuldade de encontrá-los. Cada uma tem uma média de 400 votos e agora passarão a ter cerca de 500.

Em Três Pontas, na Creche Municipal Amor Perfeito, as seções 108 e 109 foi agregada a 137. Na Creche Pedacinho de Céu, os eleitores da seção 156 votam com aqueles cadastrados na de número 140.

Na Escola Municipal Professora Nilda Rabelo Reis, no Caic foram duas seções agregadas – a 139 na 141 a 161 na 143. Na Escola Jacy Junqueira Gazola os eleitores da seção 162 se uniu a 157. Na Escola Municipal Centro Social Professor Manoel Joaquim de Abreu a seção 150 foi unida a de nº 80.

Já em Santana da Vargem, a seção 9 foi agregada a 10, na Escola Dona Augusta. Na Escola Padre João Neiva, os eleitores da 142 vão votar na 127. Na Escola Padre José Ribeiro a seção 149 vão votar na número 3. Já na Escola Estadual Dona Augusta são duas sessões agregadas, a 11 com a 84 e a 112 com a 86. Ainda não saíram todas as instruções em relação ao pleito e estão sendo feitas de forma gradativa. Na porta dos colégios serão afixadas a lista das seções e na porta das salas estarão indicadas as junções realizadas.

Idosos devem votar cedo

O TSE deve solicitar que os idosos, a partir de 60 anos, votem mais cedo, de 7:00 as 10:00 da manhã. Os demais podem ir aos colégios eleitorais a partir deste horário. Outra orientação que segundo Maria Rosa pode ocorrer, é que o eleitor leve sua própria caneta e nas seções serão disponibilizadas álcool em gel.

Quem não faz parte do grupo de risco à Covid-19 e quiser ser um voluntário da Justiça Eleitoral, pode ligar no telefone 3265-4221. O número também recebe mensagens whatsapp.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here