A Farmácia Municipal da Prefeitura de Três Pontas, foi inaugurada na manhã desta quarta-feira (19) em uma cerimônia simples, porém, marcada pela emoção de familiares e amigos do homenageado: o saudoso ex vereador e presidente da Associação Comercial Edgard Girardelli e da Escola de Samba Serrote, mas ele era conhecido mesmo por “Edgard da Farmácia”. Secretários municipais, assessores da Administração e servidores prestigiaram a comemoração.

O que mais demonstrou seu sentimento durante a inauguração, foi o prático de farmácia Tarcísio Girardelli,(foto) irmão do homenageado. Além de irmão, Edgard foi um grande, que estava sempre disposto a ajuda às pessoas e principalmente a família. Era dono de um grande conhecimento e exercia sua atividade na farmácia com competência, dignidade e zelo.

A secretária municipal de Saúde Teresa Cristina Rabelo Corrêa, apenas agradeceu os companheiros de equipe chefiada pelo prefeito Marcelo Chaves, que estão colaborando muito com ela, em uma das pastas mais pesadas da Administração. Uma das preocupações do gestor, antecipou Teresa Cristina (foto abaixo) é ocupar prédios públicos gerando economia, com a diminuição no pagamento de aluguel e melhorando as condições de trabalho dos servidores e de atendimento à população.

O presidente da Câmara vereador Luis Carlos da Silva fez seu pronunciamento no mesmo sentido. Lembrou que o local era um terreno baldio, ocioso, que agora se transformou em algo útil à comunidade.

Esta foi a segunda vez que o prefeito Marcelo Chaves visitou o local, mas tem boas lembranças desde quando conheceu o imóvel. Ele e os servidores da Farmacinha, comemoravam a conquista do alvará do local, que a Secretaria de Saúde não possuía enquanto estava na Avenida Caio de Brito. Lá, não havia local adequado para armazenagem dos medicamentos.

Hoje, o Chefe do Executivo disse que era mais um dia festivo, porque estava inaugurando um novo prédio, que estava pronto, mas desativado. E não havia sentido em mantê-lo fechado, correndo-se o risco de deteriorar um imóvel pela falta de ocupação, ainda por cima pagando aluguel para seu funcionamento em outro local.

O mais importante é manter a Farmácia básica abastecida, avalia o prefeito, o que a Administração tem batalhado para fazer, mesmo com as dificuldades enfrentadas na saúde pela crise financeira do Estado de Minas Gerais. Com a ajuda das farmacêuticas responsáveis, Marcelo diz que tem otimizado as compras e buscado formas mais econômicas de adquirir os medicamentos essenciais.

Autoridades e familiares do homenageado descerraram a placa inaugural que marca oficialmente a abertura do prédio

A nova farmácia

Apesar de ser inaugurada agora, a Farmacinha como é popularmente chamada, que funcionou desde 2008 na Avenida Caio de Brito, está em prédio próprio, localizado na Rua Rolando Girardelli 251, no bairro Alcides Mesquita, desde julho deste ano, construído pelo Município. No estabelecimento funcionam dois componentes da assistência farmacêutica, que tem como responsáveis as farmacêuticas Kelly Cristina Gouvêa e Maria Flávia de Morais Menegatto Garcia.

O compenente especializado que contempla doenças crônicas como Artrite Reumatoide, Alzheimer, Parkinson, Crohn, Doennça Renal, entre outras, são atendidos cerca de 1 mil pacientes ao mês.

O componente básico realiza em torno de 5 mil atendimentos ao mês, com muitos dos usuários recebendo dois ou mais medicamentos. Este contempla doenças mais prevalentes como hipertensão, diabetes, doenças coronárias, depressão, infecções bacterianas virais e fúngicas.

Edgard Girardelli

Edgard Girardelli nasceu em Três Pontas em 05 de maio de 1934, filho de Ângelo Girardelli e Noemia Prósperi Girardelli, irmão de Rolando Girardelli, Antônio Girardelli, Mathias Girardelli, Tarcísio Girardelli e Inês Girardelli. Aos 23 anos casou com Lígia Maria Villa Brito Girardelli, até então professora na Fazenda Pedra Negra.

Desta união nasceram três filhos, Luiz Eduardo, Flávio e Fernando. Cresceu vendo seu pai trabalhando como pedreiro, mas sua paixão era por farmácia, profissão que aprendeu como funcionário da Farmácia de ‘Seu’ Augusto José Prósperi Brito “Porenga”. Algum tempo depois, abriu sua própria farmácia, chamada Farmácia Nossa Senhora de Fátima.

Ele era muito querido por seus clientes, devido a sua dedicação a sua profissão. Edgard era o que se chama de autodidata, pois apesar de não ter concluído o segundo grau, era uma pessoa inteligente, atualizada e informada, sobre as questões políticas e sociais da cidade, engajando como vereador e também como presidente da Associação Comercial e Agroindustrial de Três Pontas. Ocupou a também a presidência da Escola de Samba Serrote por oito anos.

Edgard morreu no dia 30 de agosto de 1992, devido a complicações de uma cirurgia realizada no fêmur. Deixou como legado a força, a coragem, a perseverança e a lealdade tornando-se inesquecível, entre a população trespontana.

COMPARTILHAR

Comentários