Mariana Gama criou o projeto e conta com apoio de outros professores que disponibilizam contéudo na internet

 

Desde o dia 20 de março, as aulas da rede pública e privada foram suspensas devido ao alto contágio do novo Coronavírus. Diante deste novo cenário, o Governo do Estado de Minas Gerais pensou em meios de viabilizar as aulas, devido a imprevisão para o término da pandemia, porém as propostas como: aulas online ou buscar atividades na escola são inviáveis.

A primeira opção citada não condiz com a realidade dos alunos. Muitos ainda não são informatizados ou sequer tem condições para ter aparelhos eletrônicos e internet em casa. A segunda opção envolvia risco de contágio do vírus tanto para os alunos que fossem buscar as atividades quanto para o funcionário da escola que fosse entregá-las. Sendo assim os alunos estão afastados da escola, bem como professores e funcionários.

Viabilizando um meio para que os alunos não fiquem desinformados ou afastados dos conteúdos e das atividades escolares, este projeto tem como objetivo levar um conteúdo diversificado do comum de sala de aula aos alunos que tem como utilizar meios eletrônicos. O projeto foi criado por Mariana Mazoti Gama e contou com a colaboração dos professores Arlette Passamani Frauches, Flávio Bárbara Reis, Glaucia Regina Fernandes Corrêa, Liliane Maria Vieira Silva, Lays Vieira Silva, Marcelo Antônio Pedro eMariana Martins.

A idealizadora do projeto Mariana Gama, estava se sentindo desconfortável, sem trabalhar e imaginando que seus alunos poderiam estar se sentindo como ela. Foi então que ela começou a pensar em maneiras para que os estudantes não ficassem sem estudar e ela não deixasse de dar aulas, o que ela diz amar fazer. “Eu elaborei o projeto e fiz o convite aos meus colegas, professores, uma amiga que está fazendo medicina, outra formada em jornalismo, para que pudéssemos levar conteúdo de estudo para os alunos que estão sem aulas”, contou.

Mariana tem 26 anos, é formada em Letras e pós graduada em Metodologia de Ensino de Português, Inglês e Literatura. Ministra aulas de inglês atualmente na Escola Estadual Prefeito Jacy Junqueira Gazola e em uma escola particular de idiomas.

A plataforma digital que é utilizada pelos professores e outros profissionais para divulgação de conteúdo é o Telegram, um serviço de mensagens instantâneas que possibilita a criação de grupos, postagens de vídeos e acesso ao grupo através de um link.

A primeira etapa foi a divulgação do projeto para alunos da rede pública que estejam cursando o ensino médio, em qualquer um dos seus anos. Essa divulgação foi feita por meio das redes sociais, como facebook, whatsapp e instagram, com a ajuda de colegas da escola. Podem participar deste grupo alunos do ensino médio de qualquer lugar do estado. Já com os alunos serão informados sobre a atividade do projeto eles podem acessar o grupo através de um link fornecido pelos colaboradores. Em seguida foram postados, gradativamente, os conteúdos dos professores colaboradores, que é bastante variado e abrangente. Com a postagem de conteúdos, os alunos podem comentar cada vídeo com suas dúvidas, tornando o grupo um ambiente dinâmico e cheio de conhecimento. Também são postados exercícios pelos professores para que os estudantes possam praticar o conhecimento aprendido anteriormente, porém tais exercícios não contarão como avaliações escolares. 

Sobre a pandemia que provocou a suspensão das aulas, que não tem previsão de quando vai retornar, sem detalhes de um novo calendário do ano letivo, Mariana acredita que vai prejudicar alunos e professores. “Muitos professores participavam da greve estadual da educação, que pautava o pagamento do piso salarial pelo governador, a greve perdeu forças e não há como se manifestar mais. Nós todos estamos para o retorno das aulas, preocupados com o ano letivo dos alunos e com o cumprimento dos planos de aulas elaborados no início do ano” disse a professora. Porém, ela reconhece que é importante que todos fiquem em casa para que as atividades voltem ao normal o mais breve possível.

Veja os conteúdos e as disciplinas

• Arlette Arlette Passamani Frauches – Arte
• Flávio Bárbara Reis –  História
• Glaucia Regina Fernandes Corrêa – Biologia
• Hudson Borges Andrade – Física
• Liliane Maria Vieira Silva – Química
• Marcelo Antônio Pedro e Mariana Mazoti Gama – de Língua Portuguesa, Língua Estrangeira Moderna, Inglês e Literatura
• Marília Gabriela Lopes e Marina Maganha Silva – Matemática
• Lucimar de Sousa Martins – Geografia
• Aline Apipe – Filosofia

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here