Na foto, a vice diretora Mariana Rodrigues, a diretora Susana Ferreira com os PET que foram entregues aos alunos. Fotos cedidas pela E.E.C.J.M

 

A Escola Estadual Cônego José Maria, que atende mais de 400 alunos das séries iniciais de 1º ao 5º ano, adotou o novo regime implantado na rede estadual de Minas Gerais. De acordo com a diretora Susana Ferreira Rabêlo, diante da situação do Covid-19 houve o adiantamento do recesso escolar de julho, após esse período, quando o Estado resolveu voltar com atividades de tele trabalho, o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE), conseguiu impetrar na justiça um mandado de segurança. Com esse mandado, apenas a direção, secretaria e auxiliares de serviço gerais voltaram ao trabalho em regime de escalonamento.

O trabalho é feito em casa pelos professores. Apenas a direção e os profissionais de serviços gerais, aqueles que não são do grupo de risco, fazem um rodízio, para atender apenas os serviços de extrema necessidade. Entre as tarefas, está manter a escola limpa, já que apesar da pandemia do Coronavírus, é preciso verificar se não há acúmulo de água que pode ser criatório do mosquito Aedes aegypti e provocar a Dengue, que também oferece riscos à saúde. Os professores não vão até a escola, todos tem as suas tarefas e responsabilidades e fazem tudo de casa, cumprindo toda sua carga horária.

No trabalho remoto, os professores estão atendendo as crianças através de grupos de whatsApp. Os alunos que não tem acesso à internet recebem todo o material enviado pela Secretaria de Estadual de Educação, que são os Planos de Estudos Tutorados (PETs) , esse material de estudo  será entregue mensalmente com orientações de estudo e atividades por ano de escolaridade, de 1º ao 9º ano do ensino fundamental e 1º ao 3º ano do ensino médio. Os conteúdos foram baseados no Currículo Referência de Minas Gerais (CRMG) e na Base Nacional Comum Curricular (BNCC). O material foi elaborado por professores da rede estadual de ensino e contou com a colaboração de educadores das redes municipais e da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação Seccional Minas Gerais (Undime-MG).

Os próprios professores fizeram adaptações para as crianças com dificuldades e acrescentaram atividades para enriquecer o conteúdo. A vice diretora Mariana Rodrigues, ressalta a importância em dar prioridade aos atendimentos por grupos do whatsApp, para aqueles alunos que tem essa opção em casa, reconhecemos a dificuldade dos pais, principalmente daqueles com mais de um filho por sobrecarregar o telefone e outras questões como a falta de tempo. Os professores estão disponíveis no horário das aulas para tirar as dúvidas dos estudantes. De manhã das 7h às 11h15 e a tarde das 13h as 17h15. Mariana enfatiza que é preciso paciência visto que todos estão tendo que se adaptarem ao regime especial de tele trabalho, até mesmo os professores. Eles tem vários alunos e, por isto, ao fazerem os questionamentos, as respostas podem demorar um pouco, dada a demanda. Os pais que estudam com os filhos fora do horário tradicional da aula, podem deixar as dúvidas no grupo que os profissionais irão responder no horário da aula.

Fotos: Divulgação

A Escola Cônego José Maria contou com a colaboração solidária do Motoclube Combatentes do Asfalto, de Domingos Rosa e Allan Rodrigues que foram prontos a ajudar. A entrega do PET, do cronograma de estudo e das atividades complementares foi feita para 78 estudantes, que não tem acesso a internet e com necessidades de adequação curricular. O volume 2, que será disponibilizado pelo Estado vai para os professores fazerem atividades complementares e posteriormente, será entregue novamente pelos motociclistas, que foram tão bem recebidos que prometeram voltar. É importante esclarecer que nenhum pai, mãe ou responsável que tem criança na rede estadual deve ir na escola pegar o material, porque as escolas não tem autorização para fazer isto. Cada instituição está adotando um procedimento, inclusive via correios ou motoboy para não ter aglomerações. A vice diretora também esclarece, que o material não tem a necessidade de ser impresso, basta os pais fazerem a leitura no site ou no grupo criado para cada sala, ou verificar no site do governo. O aluno faz a leitura e realiza as tarefas no caderno que ele utiliza na sala de aula e não é necessário ficar fazendo cópia do material.

Outra ferramenta que pode ser utilizada além dos PET’s, é o aplicativo Conexão Escola que pode ser baixado no aparelho celular e as aulas ficam salvas, para assistir quando quiser ou então assisti-las pela Rede Minas. Em Três Pontas está no canal 17.1. As aulas são de segunda a sexta-feira e cada série, do 4º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio, tem seu horário específico, inclusive para os alunos que irão fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Diretora e vice, Susana e Mariana, deixam bem claro que não é má vontade e muito menos falta de interesse. Elas seguem as orientações e procedimentos adotados, que são repassados pela Secretaria Estadual de Educação, através da Superintendência Regional de Educação (SRE), de Varginha. As duas esclarecem que é necessário ter muita calma, pois este é um momento de aprendizado para todos e tudo é novo, para a direção, alunos, pais, professores e funcionários dos estabelecimentos educacionais. A direção reconhece que para todos não tem sido um desafio fácil, porém se faz necessário para preservar o que a de mais importante, que é a vida.

Algumas dicas
Manter hábitos de estudo diariamente
Seguir uma rotina, um caderno e um local para seus estudos diários.
Contar com o apoio da gestão escolar, professores e a família
Os grupos de WhatsApp estão facilitando a parceria
A Escola Cônego José Maria está a disposição de todos através do telefone
98824-2836 (whatsApp) e no e-mail:[email protected]

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here