O texto-base da Reforma da Previdência foi aprovado na Câmara Federal, em primeiro turno. Ele vai alterar as regras para o trabalhador requerer a aposentadoria, como a exigência de uma idade mínima – condição hoje inexistente. Mas haverá modelos de transição para quem já está no mercado de trabalho, tanto para trabalhadores do INSS como para servidores.

É importante dizer que novas mudanças ainda podem acontecer, quando os deputados terão que votar em segundo turno o projeto da Reforma da Previdência.

Veja as orientações do advogado Marcos Paulo Provenzani

COMPARTILHAR