A disputa pelo Governo de Minas Gerais terá segundo turno entre o ex-governador do estado e atual senador Antônio Anastasia (PSDB) e o empresário Romeu Zema (Novo). Zema teve 43% dos votos válidos e Anastasia, 29%. O resultado mostrou reviravolta em relação às últimas pesquisas de intenção de voto, contrariando os números que apontavam o atual governador, Fernando Pimentel (PT), como o segundo colocado. O petista ficou em ficou em terceiro, com 22% dos votos. 

Zema que sempre esteve atrás nas pesquisas e virou o jogo no final de semana, foi o candidato mais votado em Três Pontas. Ele recebeu dos trespontanos 14.662 (51,27%), enquanto Anastasia foi votado por 6.615 eleitores (23,13%). Pimentel foi votado por 6.013 pessoas (21,02%). Adalclever Lopes (MDB) 938 (3,28%), Dirlene Marques (PSOL), 243 (0,85%), João Batista dos Mares Guia 79 (0,28%), Claudiney Alves 31 (0,11%), Jordano Carvalho dos Santos (0,07%). 

Foram 28.600 votos válidos (80,91%), sendo 3.026 em branco (8,56%), 3.707 (10,49%) nulos e 13 (0,04%) foram anulados.

Em MG

No Estado de Minas Gerais, Zema teve 4.138.905 votos (42,73% dos votos válidos) e Anastasia teve 2.814.466 votos (29,06%). Fernando Pimentel (PT), que tentava a reeleição, ficou em terceiro, com 2.239.682 votos, o que corresponde a 23,12% dos votos válidos.

Na corrida eleitoral, Anastasia e Pimentel lideraram as pesquisas de intenção de votos para o governo do estado. Zema aparecia em terceiro nas pesquisas, se aproximando do candidato petista na última semana, mas virou, liderando a votação neste domingo.

O tucano, que governou Minas Gerais entre 2010 e 2014, sempre esteve ligado a Aécio Neves (PSDB), mas, nos atos de campanha neste ano, distanciou-se do senador que é réu por corrupção e obstrução de Justiça.

Zema é empresário e participou de uma eleição pela primeira vez. Na última semana, declarou apoio ao candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL), além de pedir votos para João Amoêdo (Novo), do mesmo partido dele.

COMPARTILHAR

Comentários