Morreu na manhã deste sábado (29), no Hospital São Francisco de Assis, em Três Pontas, um idoso de 91 anos, da cidade de Santana da Vargem, vítima da Covid-19. Este foi o primeiro óbito registrado na cidade. Ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), e além da idade, tinha comorbidades.

O município sofreu um crescimento de mais de 200% de casos positivos em apenas 10 dias. De acordo com o secretário municipal de saúde Hermógenes Vanelli, eram 8 casos e subiu para 24 de forma assustadora. Com isso, Santana da Vargem retrocedeu da onda amarela, para a vermelha, dentro dos critérios do Programa “Minas Consciente” do Governo do Estado.

A partir desta segunda-feira (31), vão funcionar apenas os estabelecimentos essenciais, como farmácias, supermercados, açougues e padarias. Os demais poderão atender apenas através de delivery. A medida visa controlar o aumento dos casos da doença e é válida por 15 dias, de acordo com um Decreto Municipal. A situação pode ser revista a qualquer momento, podendo ser prorrogado ou não. Segundo Hermógenes, tudo vai depender da evolução dos casos nos próximos dias.

Algumas medidas já foram adotadas. Dois trevos de acesso ao perímetro urbano (na MG-167 saída para Três Pontas e na saída do bairro São Luiz para a BR-265 para Coqueiral) estão fechados, além de duas entradas alternativas. Quem chega ou sai, precisa obrigatoriamente passar pelo trevo principal, na BR 265, onde foi montada uma barreira sanitária. O município mantém o toque de recolher, válido entre 21:00 horas e 5:00 da manhã.

A Prefeitura contratou seis fiscais que estão fiscalizando o uso de máscara. O uso é obrigatório no Município e quem for flagrado sem, pode ser multado em R$80. As praças públicas e as quadras esportivas também foram fechadas.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here