A Secretaria Municipal de Saúde criou nas dependências do Hospital São Francisco de Assis, anexo ao Pronto Atendimento Municipal (PAM) uma ala de atendimento exclusivo para os casos suspeitos de Dengue. O setor foi aberto na última segunda-feira (29), e funciona de segunda a sexta-feira de 7:00 as 17:00 horas, graças a uma parceria entre a Prefeitura e a Santa Casa.

Neste local funcionava a Pediatria que foi transferida para outro lugar do prédio. Com auxilio do Município foram feitas adequações para esta mudança, a sala foi liberada e tem capacidade para 9 leitos, podendo ser adaptada se a demanda aumentar ainda mais. O médico chefe do Pronto Atendimento Municipal Dr. Lucas Eduardo Erbst Marques, revela que o espaço na unidade já estava esgotado, dado ao crescimento de atendimento por conta da Dengue, calculado em 60%. Com isso estava comprometendo aqueles pacientes que precisavam ficar em observação. A Secretaria de Saúde já havia reforçado o atendimento, com mais um médico atendendo nos plantões.

Segundo a enfermeira responsável técnica pelo PAM Cíntia Scalioni Alves, (na foto) o paciente que chega, passa pelo Protocolo de Manchester normalmente, como de costume. Quem tem suspeita de Dengue é atendido pelo terceiro profissional médico e se necessitar de hidratação venosa ou permanecer de observação, vai para esta ala. Os outros são medicados e orientados a voltarem para a casa e continuar o tratamento no posto de saúde de referência. Caso haja alguma emergência deve voltar ao PAM.

Dr. Lucas explica que o número de atendimentos está começando a se estabilizar  e a tendência é diminuir nos próximos 15 dias, mas o número de pacientes ainda é elevado.

COMPARTILHAR