A Secretaria Municipal de Cultura em parceria com a Secretaria de Transportes e Obras, lançaram uma campanha institucional nas redes sociais, focando nos perigos que materiais cortantes oferecem aos coletores de lixo. Três Pontas é uma cidade limpa e organizada, fruto da dedicação dos servidores que diariamente percorreram todo o município recolhendo o lixo doméstico e industrial seja em dias de sol ou de chuva. A Prefeitura possui uma equipe que não é grande, mas que se dedicam todos os dias em recolher, limpar, varrer toda a sujeira, mas é necessário a colaboração maior dos moradores. Alguns pontos são fundamentais, principalmente para garantir a segurança dos coletores de lixo.

É que no fim do ano passado, o coletor Aloísio Corrêa, teve a mão ferida por materiais cortantes que foram descartados de forma indevida no lixo doméstico. As cicatrizes que ficaram após o período de recuperação são visíveis, mas a situação que sua mão ficou foi de assustar. Os cortes foram profundos. Aloísio precisou ser levado para o Pronto Atendimento Municipal (PAM), onde foi medicado e foi afastado do serviço para cuidar dos ferimentos.

O coletor ficou com a mão toda cortada. Cortes foram provocados por vidro quebrado

O coletor recebeu na sua casa o servidor Glauber Reis, caracterizado de Reusito. Ele já se apresentou às crianças falando da importância da reciclagem e desta vez, o assunto sério era mostrar que as pessoas precisam ajudar na limpeza da cidade. É fundamental que os moradores separem os materiais descartáveis do lixo, para os catadores da Associação Trespontana de Catadores de Materiais Recicláveis (Atremar) e os catadores independentes. Além disso, garantir renda aos trabalhadores, ser bom para o meio ambiente diminuiu a quantidade de material recolhido.

O coletor Aloísio Corrêa explica no vídeo, que é fácil descartar o vidro, sem oferecer riscos aos coletores e catadores. Ele pode ser colocado separado em um litro de garrafa pet ou em caixinhas de leite e identificar que ali tem um material cortante.

“Fazendo assim, quando eu ou os meus colegas passarmos, vamos perceber que isso é vidro e vamos tomar os cuidados necessários, para que não aconteça o que ocorreu comigo”, orientou o coletor. Ele ainda acrescentou que, quando se tratar de agulhas, elas precisam ser tampadas em um pet e ser levadas em uma unidade de saúde aonde tem o descarte correto e é recolhido por uma empresa especializada. Este material não vai para um aterro comum.

Outras orientações importantes são: verificar os dias e horários que o caminhão de lixo passa no seu bairro e colocá-lo na rua somente neste dia. Dê preferência para o uso de lixeiras, evitando que o lixo fique no chão, pois ele pode ser alvo de cachorros, que pode rasgar os sacos e espalhar os resíduos para todo lado, deixando a porta de sua casa toda suja. Eles não vão limpar tudo, porque ainda precisam percorrer muitos quilômetros até concluir a missão de levar todo lixo para o aterro.

O trabalho destes servidores é fundamental, por isso, trate-os com carinho. Ao vê-los, lhe deseje pelo menos um bom dia, isto pode fazer a diferença no trabalho deles.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here