Fotos: Equipe Positiva

 

Um dos momentos mais esperados do segundo dia do Auto de Natal, realizado pela Prefeitura de Três Pontas, através da Secretaria Municipal de Cultura, Lazer e Turismo, em parceria com a AgroCP, acabou sendo interrompido pela chuva que começou a quando estava no palco a Orquestra Osvaldo Tiso.

A noite desta quinta-feira (13), começou perfeita, com a Parada de Natal. Assim, a organização deu o nome ao desfile das escolas municipais, estaduais e particulares que trouxeram para a Praça Cônego Vitor, canções e símbolos da data em que a Igreja Católica celebra o nascimento de Jesus Cristo.

O céu já dava sinais que a chuva poderia cair a qualquer momento. Mas deu tempo suficiente para o desfile dos estudantes, a maioria vestidos de papais e mamães noéis. Grudados nos pais, que praticamente desceram juntos rumo a Praça da Matriz e não tiravam os aparelhos celulares das mãos para registrar o desfile de Natal.

A Escola Estadual Presidente Tancredo Neves com sua Banda Marcial Djalma Tiso abriu o desfile, junto as crianças do Centro Municipais de Educação Infantis (CMEI’s), que trouxeram crianças vestidas de anjos, enquanto os estudantes da escola executavam músicas tradicionais de Natal, sob o comando do maestro Rafael ‘Maluko’.

Quando eles chegaram em frente ao público, que estava acomodado nas cadeiras reservadas em frente a Matriz, se juntaram a Corporação Musical Luis Antônio Ribeiro. Foi a junção da juventude da Escola Tancredo, aliada a experiência dos músicos da Corporação Musical.

Vieram depois as crianças da Apae e da Escola Cônego Vitor. Os estudantes da Escola Cônego José Maria trouxe o Batuque do Zé Maria e também o presépio, representado por meninos e meninas, que mostraram o nascimento de Jesus, na manjedoura inclusive com a presença dos três Reis Magos.

As escolas Professora Nilda Rabello Reis e João de Abreu Salgado, Peixinho Vermelho, Novo Milênio e Prósperi, mostraram os Duendes e os presentes, é claro que vestidos de vermelho, cor predominante no Natal.

Tradicionalmente, o Papai Noel é a figura mais esperada. Aquele de barbas brancas só chegará nesta sexta-feira (14), mas aqueles pequenininhos invadiram o desfile, vindos das escolas Antonieta Ferracioli Duarte, Solange Mendonça Reis e Edna de Abreu. Eram Papais e Mamães Noéis, que representam a essência desta época do ano.

A Parada de Natal foi rápida. O palco já estava pronto, com músicos e instrumentistas preparados para uma noite especial. A Orquestra Oswaldo Tiso começou a mostrar os frutos de um trabalho árduo e extenuante de um semestre de batalhas diárias para atingir o belo. Uma proposta nova e ousada, por isso, o desafio tamanho. Nessa missão de agregar, trouxeram um Auto de Natal pós moderno, com uma trilha sonora toda as avessas retratando a visão de Natal de hoje.

Na missão de espalhar cultura, o grupo de teatro Arte e Manha, as incansáveis do grupo Cigarras Cor de Rosa e o Coral Laroc Lacov pelo desprendimento de sempre, sob a regência do mestre Lúcio Gomes.

Em nome do regente Mauro Marques, o secretário municipal de Cultura, Lazer e Turismo Alex Tiso Chaves, ele pediu bênçãos aos professores e alunos da Orquestra pelo empenho em fazer música de qualidade e anunciou o repertório super diferenciado, desde clássico mineiro a temas e trilhas, que foi impossível de ser  cumprido. Foram apenas cinco canções começando por “Todo azul do mar” de Flávio Venturini e Ronaldo Bastos”. Teve a participação das cantoras líricas, a Messo Soprano Vivian Peloso e a Soprano Izadora Morais, que junto com a Orquestra interpretaram o clássicio dueto Belle Nuit oh Nuita D’Amour, dos contos de Hofman do compositor Jackes Ofenbach. O concerto terminou pouco tempo depois com Fratello Solli e Sorela Luna, do filme Irmão Sol, Irmã Lua, de Di Ortollani.

A chuva que ameaçava cair veio e começou a molhar instrumentos e equipamentos de som. O público se escondeu nas laterais da Igreja e na cabine de som esperando a continuidade do espetáculo. A organização fez um intervalo que foi concluído com o término do evento, quando a Orquestra Osvaldo Tiso, ainda tinha para executar We Are de Champion, do imortal Fred Mercuri e Milton Nascimento com o Clube da Esquina e Nos Bailes da Vida. Ficou a tristeza pelo encerramento do evento, que continua hoje com a programação anteriormente divulgada.

Hoje é o grande dia, a chegada do Papai Noel, com a apresentação das Meninas Cantoras de Lavras e o show de Adriano Kammy, entre outras apresentações.

Veja a programação

Sexta-feira 18:30

Coral Ânima Christi
Meninas Cantoras de Lavras
Chegada do Papai Noel
Sorteio da Sentinela FM
Show Lírico: Martin, Thuany Schnaider e Marly Tiso
Os Pequenos Cantores de Passsos
Show com Adriano Kammy

COMPARTILHAR