O senador Antonio Aureliano (PSDB-MG) (foto) pediu apoio a sua proposta de dar ao município de Três Pontas, em Minas Gerais, o titulo de “Capital Nacional do Café”. A cidade, terra natal de Milton Nascimento e do ex-vice-presidente Aureliano Chaves, é sede da maior feira nacional de negócios relativos ao café, a Expocafé. Segundo o senador, estima-se que cerca de R$ 220 milhões são negociados no evento a cada ano. ” Isso mostra a força da cidade como grande polo cafeicultor do país”  disse ao Plenário do Senado na noite de quinta-feira (18).

Antonio Aureliano disse que a produção cafeeira no Brasil, embora tenha sofrido com a seca deste ano, ainda continua na liderança isolada do mundo. De acordo com o parlamentar, de cada três xícaras de café consumidas no planeta, uma é feita de café brasileiro, que hoje é exportado para mais de sessenta países.

Antônio AurelianoO senador informou que o Brasil é campeão com 27% das exportações mundiais, com 36 milhões de sacas exportadas em 2014, mesmo com a seca que castigou as lavouras. O sul de Minas, onde está Três Pontas, contribui com 43% da produção exportável e o estado tem a metade da produção de cafés especiais. ” Penso que o PL 409/2014 traz justa homenagem a Três Pontas e a todos os que, ao longo de quase 150 anos, se dedicaram à cafeicultura e a fazer de Três Pontas um ícone da produção nacional de café de alta qualidade, com níveis de produtividade excepcionais — defendeu o senador.

Protocolado na terça-feira (16), o projeto está na fase de recebimento de emendas na Comissão de Educação, Cultura e Esportes (CE), onde terá decisão terminativa.

Fonte: Agência Senado

COMPARTILHAR

4 Comentários

  1. Três pontas MG também poderia ter também endustra, com mais chance de emprego para a população certamente é a agricultura não comporta nem um terço da população certamente. Com isto nossos filhos tende sair pra procurar suporte financeiro, sim.

  2. Caro senador, antigamente a élite vivia de títulos , como barão, conde e outros mais, nossa cidade carece de mais escolas, creches, universidades, escolas técnicas e principalmente mais emprego. Caro senador, com a mecanização da cafeicultura o desemprego por aqui só tem crescido e nunca ouvi políticos se preocupar com os desempregados que são obrigados a abandonar Três Pontas. Nosso orçamento para o exercício de 2015, é de 114 milhões; vamos comparar com Varginha que é de 314 milhões, Pouso Alegre 505 milhões, Poços de Caldas 590 milhões, Três Corações e Alfenas também terão orçamentos maiores que o nosso, elas já foram menores e mais pobres que Três Pontas, senador, quem vive de títulos é bolsa de valores, nos precisamos é de cem anos de progresso.

  3. Acho que seria injusto se não agradecesse o reconhecimento, afinal a cafeicultura deve gerar quase (ou mais) meio bilhão de reais em nossa cidade. Sendo sem dúvidas uma das maiores movimentações de dinheiro no agronegócio café do Brasil.
    É uma pena esse café ir embora a preço de banana, cafés especiais são praticamente insignificantes, polo industrial do café nem vem a entrar em questão, ou seja, nome é bom, mas melhorias físicas são melhores…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here