Pessoal, vamos falar um pouco da pandemia e seus reflexos na economia. Todos estão passando por dificuldades. Alguns setores estão sofrendo mais, muitos dificilmente não vão recuperar e outros infelizmente já decretaram falência. A burocracia para empréstimos do governo é imensa. O empresário acaba desistindo e as consequências disso é o desemprego em massa. Muitos comerciantes que dedicaram anos de suas vidas atrás do balcão e dentro de seus estabelecimentos estão preocupados e sem encontrar uma saída. Penso que deveria haver linhas de crédito com mais facilidades para quem precisa. Neste momento, os bancos públicos e privados tem que ser parceiros da população e não um empecilho para quem está sofrendo tanto com está pandemia. Menos juros para quem está em atraso e mais facilidade de negociação, o que muita das vezes não acontece. Cobram juros abusivos que as pessoas acabam não conseguindo honrar seus compromissos. Cadê o respeito e a dignidade com o cliente? Os bancos já ganham muito e agora é hora de demonstrar interesse em ajudar o cidadão, em um momento tão delicado como este. Acredito que é momento de facilitar para que eles possam obter um empréstimo ou pagar boleto em atraso. É hora dos bancos retribuirem aos consumidores todo o alto lucro que tiveram ao longo dos anos. É preciso mais sensatez, menos burocracia e incentivo financeiro. #silvanoalves #tamojunto

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here