Foto: redes sociais

 

*O profissional ficou internado durante 4 dias e recebeu alta neste domingo

Em meio ao crescimento dos casos de Coronavírus e tantas perdas, também existem muitas histórias de superação da doença. Uma dessas vitórias é a do técnico de enfermagem João Galdino de Souza Filho, de 47 anos, que recebeu alta na tarde deste domingo (14), do Hospital São Francisco de Assis em Três Pontas onde atuou por 15 anos. Ele é trespontano e está na linha de frente de combate a doença, trabalhando nos hospitais Regional e Bom Pastor de Varginha.

O profissional aceitou divulgar seu caso e falou com a reportagem pela internet. Ele acredita que contraiu o Covid-19 cuidando dos pacientes positivos. No dia 06, ele deu entrada na UPA em Varginha com uma febre persistente, calafrios, perda do paladar e do apetite, além de dores por todo o corpo e cansaço. Galdino foi medicado e foi orientado a ficar em casa. Os primeiros dias foram terríveis. No feriado de Corpus Christi, com os mesmo sintomas, procurou o Pronto Atendimento Municipal (PAM) de Três Pontas, foi atendido pelo Dr. Antônio Carlos Cassiano e foi internado.

Foi encaminhado para a área da enfermaria do Hospital exclusiva para pacientes de Coronavírus e não precisou da Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Nestes dias foi cuidado pela médica Dra. Ana Rachel e pela equipe e técnicos de enfermagem, que são seus colegas.

João Galdino foi aplaudido pelos colegas de profissão que cuidaram dele

João Galdino revela que sempre soube dos riscos e das complicações que estava enfrentando, mas confiou no tratamento, se apegou com Deus e recebeu muitas correntes de orações. Depois que foi internado, com a medicação que recebeu e os cuidados dos excelentes profissionais, se recuperou rápido. Foi medicado com rocefim, clexane, azitromicina, flebocortide, amoxicilina e hidroxicloroquina. Mesmo enfrentando esta terrível doença, com 18 anos atuando na área da saúde, ele não vai desistir, vai continuar ajudando a salvar vidas.

Mesmo recebendo alta médica neste domingo, ele precisa continuar em quarentena até o dia 20, junto com a esposa e seu filho de 15 anos, que estão sem ter contato com outras pessoas.

O técnico de enfermagem João Galdino foi aplaudido pelos colegas ao deixar o Hospital e espera voltar no local apenas a trabalho. Ele deixa um recado para as pessoas. “Peço que todos se cuidem, usem máscara, lavem a mãos, evite aglomerações, por que os sintomas são muito difíceis”, aconselhou ele que venceu a Covid-19.

João Galdino se despediu, com o desejo de voltar apenas para o trabalho
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here