O vereador Maycon Douglas Vitor Machado (PDT), bateu seu próprio recorde nas Eleições de domingo passado, dia 15 de novembro. Em 2016 ele havia sido eleito com a maior votação da história política de Três Pontas – 1.666 votos. Agora, o atual presidente da Câmara que disputou a reeleição, conquistou a confiança de 1.746 eleitores.

Professor e Presidente do Parlamento Jovem, Maycon concedeu entrevista à Equipe Positiva, agradecido pelo apoio que recebeu de tantas pessoas e revela que não esperava um aumento nos votos, mas estava confiante em sua reeleição, resultado de um bom trabalho e de uma campanha eleitoral em que pregou a continuidade do seu trabalho em prol da população.

Maycon, seu nome sempre foi comentado entre os vereadores que seriam reeleitos. Você também acreditou nisso, ou teve medo de que poderia perder a Eleição?
Em relação aos comentários, atribuo ao meu passado, histórico de vida e trabalhos desenvolvidos desde minha adolescência, incluindo o constante envolvimento em causas sociais, religiosas e esportivas, sempre busquei, desde pequeno, ser um bom aluno, envolvido em atividades extracurriculares, como por exemplo, a participação em grêmio estudantil, contando sempre com o apoio incondicional da família, além de uma excelente educação recebida, onde meus pais sempre me direcionaram a atenção e empatia das situações dos menos favorecidos. Sim, acreditei em minha reeleição, pois, tinha o que mostrar a população, muito trabalho realizado, sempre atencioso e realizando frente à Câmara um trabalho com muita empatia e respeito a todos os cidadãos. Busquei recursos e estive sempre atento a alternativas e soluções para todas as demandas.

Mas você acreditava que poderia ter mais votos que na última eleição?

Realizei um trabalho que foi reconhecido pela população. Fiquei a frente da Escola do Legislativo durante os 4 anos, fui secretário da Mesa por 2 anos e atualmente presidente da câmara. Desde o momento que decidi por tentar a reeleição, tinha certeza que a população reconheceria meu trabalho e dedicação enquanto vereador. Não espera um aumento nos votos, mas esperava sim a reeleição, visto, ter feito um bom trabalho e excelente campanha eleitoral.

Ser o mais votado pela segunda vez consecutiva mostra que você agradou a todos?

Não penso dessa forma. É muito difícil agradar a todos e sinceramente não busco isso, busco realizar um trabalho sério e justo. Acredito que mais pessoas passaram a acreditar em meu trabalho, em meu potencial e mais que isso em minha forma de agir perante as diversas situações que a política proporciona. Acredito que seja o motivo pelo qual aumentei minha votação e pela segunda vez consecutiva, fui o vereador mais votado.

Você fez uma campanha muito forte nas redes sociais e muitas pessoas declararam o voto a você no facebook. Isto foi importante para a sua vitória?

Contei com uma equipe de marketing muito forte, composta por profissionais que na verdade são grandes amigos, assim como uma equipe de apoiadores nas ruas. Uma campanha muito bem pensada e planejada. Com certeza as redes sociais foram decisivas, principalmente diante das várias restrições e orientações que foram impostas pelas autoridades em saúde. O apoio de familiares, amigos, internautas e a interação constante nas redes sociais, contribuíram sim com essa expressiva votação, mas acredito ainda que o principal fator para a vitória foi o trabalho realizado nos 4 anos.

Na sua opinião, as redes sociais foram importantes nestas Eleições, principalmente por causa da pandemia?

Sim, conforme eu disse anteriormente, as redes sociais contribuíram muito para que os candidatos pudessem mostrar suas propostas e trabalhos realizados. Eu soube aproveitar bem isso e juntamente com minha equipe de marketing, conseguimos atingir um grande público e também nosso objetivo que era a reeleição.

Você é um vereador que tem perfil conciliador, você cobra melhorias com sutileza, reclama da falta de alguns serviços ou melhorias sem adotar discurso agressivo. Você acha que a política assim agrada o eleitor?

Isso tem muito a ver com a forma com que fui educado (eu acredito), sempre prezei muito pela forma de liderar e não chefiar. Gosto do diálogo, do bom trato, do bom senso, da empatia, da conversa com intuito do acordo e da solução. Acho que devemos respeitar a forma de ser e agir de cada um na política. Realmente minha forma de ser e agir não só na política, mas na vida é essa: conciliador, sutil, delicada, educada e empática.

Seu nome foi ventilado para ser vice prefeito do prefeito Marcelo Chaves, que conseguiu uma vitória com uma diferença histórica. Você agora se arrepende de não ter aceitado?

Tive o nome ventilado para compor chapas para o Executivo. Realmente entendo que estou preparado para assumir qualquer cadeira, porém, ao mesmo tempo, acho que posso contribuir mais no Legislativo, e por entender que o Prefeito atual está alcançando a expectativa da população, comprovada na expressiva votação que a chapa obteve no pleito e após consultar amigos e familiares, entendi não ser a hora ainda de deixar o Legislativo. Não me arrependo da minha decisão em nenhum momento.

As pessoas falavam muito antes das Eleições em renovação na Câmara. Porque você acha que isto não aconteceu em massa como era comentado?

Sim, de fato, 7 vereadores conquistaram a reeleição. Isso comprova o trabalho sério que a Câmara vem realizando e a satisfação da população. Houve sim, uma histórica permanência da grande maioria dos atuais representantes do povo, comprovado nas urnas que estamos atendendo, sim, às expectativas. Minha opinião é que cada um deles, sem exceção, tem sua forma peculiar de trabalhar, o que agradou a população.

Como você viu a formação da nova Câmara para 2021/2024?

Muito boa e com grande representatividade. Todos os reeleitos fizeram um bom trabalho e tenho certeza que continuarão. Dentre os novatos, temos um advogado conhecedor da legislação que, com certeza, muito contribuirá para o desenvolvimento das atividades. Temos um ex-vereador que já contribuiu muito para o desenvolvimento de Três Pontas e, um amigo/irmão, que lutou e conquistou seu espaço e que, com sua juventude e dinamismo, irá somar muito. Por fim, uma mulher batalhadora, sonhadora, determinada e que representa, de fato, o esforço de todas as mulheres na busca de seu espaço e na garantia de seus direitos, necessidade tão atual.

A oposição será a minoria no próximo mandato, já que apenas dois vereadores do grupo adversário foram reeleitos. Isto pode prejudicar o trabalho de fiscalização o Poder Executivo?

Não, pelo contrário. Tenho certeza que os nove vereadores, assim como os 2 que completarão a Câmara, irão cobrar, fiscalizar e, mais que isso, contribuir, elaborando críticas construtivas e orientado o Executivo, quando necessário. Não existe situação confortável quando se trata de trabalho, de serviço público e, mais que isso, de cobranças contínuas para a população em vista do que ela espera.

Em janeiro, haverá eleição para a escolha do presidente da Câmara. Você será novamente candidato?
Sim. Dar continuidade ao trabalho que realizamos nestes dois últimos anos que acreditamos ter sido feito de forma transparente e democrática, sempre consultando os demais colegas vereadores antes de qualquer decisão administrativa e regimental. Claro, que contamos ainda, com o aval dos colegas eleitos para a possibilidade de presidirmos a Câmara em 2021 e 2022, o que será avaliado com calma e bom senso. Vale ressaltar que, nesse biênio como Presidente da Câmara, realizamos em 2019 uma devolução histórica de recursos para a Prefeitura Municipal e a expectativa de devolução record para 2020, comprovando o compromisso e uma excelente gestão. Enquanto Presidente da Câmara procurei apoiar ainda mais e, de forma incondicional, o Parlamento Jovem, do qual também fui Presidente por 4 anos, projeto este de extrema importância para os jovens de nossa cidade. Esses e outros motivos é que me levam a ter a intenção de concorrer a um novo mandato.

Na sua opinião, o que o prefeito Marcelo Chaves deve priorizar neste segundo mandato?

Em minha opinião o prefeito eleito Marcelo Chaves e o Vice Luisinho, devem priorizar a geração de emprego e continuar buscando melhorias em todas as demais áreas. Continuar dando atenção à saúde, cultura, educação, esporte, agricultura, meio ambiente, infra estrutura e lazer.

A relação entre Executivo e Legislativo pode melhorar ainda mais tendo Luisinho como vice prefeito?
Luisinho tem grande experiência no legislativo, muito me ensinou e tenho certeza absoluta que era o melhor nome para estar junto ao Marcelo. Luisinho tem muito a contribuir nas mais diversas áreas em especial a saúde. Acredito que Luisinho poderá sim ser um interlocutor entre esses poderes que necessitam ter harmonia, embora independentes.

O que as pessoas podem esperar deste seu segundo mandato?
Um mandato ouvindo sempre a população, com muita sensibilidade e respeito. Um mandato cheio de afinco para melhorias e soluções. Um mandato participativo e pronto a buscar recursos para nosso município nas esferas estaduais e federais. Podem esperar um mandato cheio de projetos e alternativas para melhoria de vida de todos nós.
Daqui a quatro anos, Maycon Machado vai se candidatar a um cargo no Poder Executivo?
Ainda é cedo para falar. Quero trabalhar muito para atender a todas as expectativas dos cidadãos trespontanos enquanto vereador. Não descarto a possibilidade, me acho preparado para um desafio assim. O futuro? Entrego nas mãos de Deus.

Mensagem final.
Primeiramente, quero agradecer a Deus, à minha família tão amada e querida, presente em todos os momentos, em especial aos meus pais, irmãos e sobrinha, que nunca mediram esforços para me apoiar em meus sonhos, agradecer também aos apoiadores e aos meus amigos, que sempre estão do meu lado. E, por fim, a todos os eleitores e à população trespontana que, mais uma vez, elegeram o Maycon Machado como o vereador mais votado, tendo aumentado desta vez, mais ainda, o número de votos recebidos, reconhecendo o trabalho realizado e mostrando a confiança e a certeza de que esse trabalho continuará. Tenham certeza de que continuarei buscando recursos e alternativas para a melhoria de vida de toda a população trespontana. Continuarei como sempre estive nos últimos 4 anos, à disposição para críticas construtivas e para ouvir as demandas de todos, sem exceção. Contem com meu empenho, esforço e, principalmente, com meu respeitoso compromisso com cada um de vocês. Peço a Deus que ilumine e dê discernimento a cada um dos eleitos, para que tenhamos a sensatez, sensibilidade e empatia de que é necessário união, respeito em torno do que realmente nosso povo precisa e espera de nós. Que o Beato Padre Victor abençoe nossa cidade e a todos nós, trespontanos. Meu cordial abraço, carinho e gratidão a todos!

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here