Foto: Arquivo EP

 

Um ano e um dia depois de Três Pontas ter registrado a primeira morte pela Covid-19, a cidade atinge a marca de 70 óbitos. A vítima que faz atingir este número é um jovem de 29 anos, que faleceu depois de 6 dias de internação, na Santa Casa de Misericórdia do Hospital São Francisco e não tinha nenhuma comorbidade. Os dados são da Secretaria de Saúde divulgados nesta terça-feira e demonstra que pessoas cada vez mais jovens estão morrendo em decorrência do quadro de Coronavírus. O primeiro óbito na cidade, foi de uma senhora de 72 anos, que sofria de hipertensão, insuficiência renal, aguda e respiratória, faleceu no dia 12 de abril de 2020 e o resultado chegou 5 dias depois.

A pandemia segue alterando a vida das pessoas. Faltando dois dias para o término da Onda Roxa, os indicadores apontados na pesquisa da Universidade Federal de Alfenas (Unifal), apresentam uma melhora no quadro epidemiológico de novos casos no Sul de Minas. Nesta segunda-feira (12), a tendência é de diminuição de casos, mas ainda crescimento de mortes e de internações. Até agora, o mês de abril parece ser o pior mês em mortalidade na região. No domingo (11), foi registrado o recorde de média semanal de mortes, com 45 óbitos por dia e no dia seguinte média de 42 óbitos por dia na semana. Esse número representa um aumento de 72% nas mortes normalmente registradas na região diariamente. É um fato inédito e configura uma tragédia sanitária nunca vista no histórico de registro de mortalidade na região.

O Estado de Minas Gerais, embora ainda permanecendo com tendência de estabilidade no número de casos, houve um crescimento de 26% de sua média semanal, entre os dias 05 e 12 de abril, indo de 7.907 para 9.946. Além disso, a tendência de estabilidade em internações, que havia uma semana antes, se reverteu para crescimento no último nesta segunda-feira, tendência ainda também crescente no número de mortes.

No primeiro dia da Onda Roxa, 12 das 14 regiões de Minas Gerais estavam com tendência de crescimento de casos novos. Agora esse total baixou para 2. Três Pontas é um dos três municípios, junto com Pouso Alegre e Passos, que apresentam tendência de alta de casos novos de Covid-19,  em relação aos 10 maiores municípios.

Também considerando a comparação com a semana anterior, observa-se que Três Pontas teve o maior aumento de casos na semana, indo de uma média diária de 12 para 29 casos, crescimento de 140%, de acordo com a instituição de ensino.

Ainda segundo o levantamento, Três Pontas mantém a tendência de crescimento em internações. junto com Pouso Alegre, Lavras, Itajubá eTrês Corações.

Os casos confirmados nesta terça-feira (13), de acordo com o boletim epidemiológico da Prefeitura, são 3.285 casos confirmados da doença (1433 homens e 1852 mulheres), com 2.986 já recuperados. Pacientes que estão em isolamento são 211, 18 estão internados na Santa Casa com diagnóstico positivo da doença e zerou aqueles que aguardavam resultado de exame. Os casos com suspeita através de síndrome gripal são 13.882.

Dos 70 óbitos, são 39 homens e 31 mulheres que perderam a batalha para a Covid-19. Há um ano atrás, a cidade de Três Pontas era a 13ª cidade com mais casos totalizando 127.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here