Fotos: Arquivo EP

Na próxima quarta-feira, dia 03 de julho é feriado em Três Pontas. Nesta data, no ano de 1857, a 40ª cidade de Minas Gerais foi emancipada. A Administração Marcelo Chaves Garcia (MDB), pelo segundo ano consecutivo prepara o tradicional desfile cívico para comemorar os 162 anos. O tema escolhido é Três Pontas de várias facetas: Educação, Conscientização e Cidadania. Organizado pela Secretaria Municipal de Cultura, Lazer e Turismo, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação e outras pastas, como a Secretaria Municipal de Transportes e Obras que dá toda a logística para que o desfile aconteça.

O secretário Municipal de Cultura, Lazer e Turismo Alex Tiso Chaves (foto) convida a todos e comunica. Como em 2018, em respeito ao público e a lei, o primeiro ato será o hasteamento das bandeiras, feito pelas autoridades pontualmente as 8:00 horas da manhã. O Hino Nacional, símbolo da pátria, será executado pela Corporação Musical Luiz Antônio Ribeiro.

O desfile das escolas começa logo em seguida. A concentração será na Praça Tristão Nogueira, no início da Rua Coronel Domingos Monteiro Rezende, onde alunos, professores e equipe dos estabelecimentos educacionais começam a rumar em direção a Praça Cônego Victor, a Praça da Matriz. Se tudo correr dentro do planejado, o desfile termina as 11:00 horas.

Educação, Conscientização e Cidadania

Os Centros Municipais de Educação Infantil (CMEI’s), as escolas municipais, estaduais e particulares e as fanfarras irão apresentar o calendário de Três Pontas, e por isto, foram divididas em subtemas. O Grupo 180º Escoteiros, os Demolays e a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) também homenagearão a cidade. Elas se preparam já há um tempo e o desafio para este ano é em dobro. Primeiro porque temas atuais do cotidiano, estão sendo mostrados no trajeto da Praça Cônego Victor. Um deles é a Semana de Ações Voltadas a Lei Maria da Penha. Este grande desafio será das escolas estaduais Marieta Castro e Monsenhor João Batista da Silveira.

Este grande desafio, de demonstrar a necessidade de conscientização, será das escolas estaduais Marieta Castro e Monsenhor Silveira, que mostrarão a novidade, a Semana de Ações a Voltadas a Lei Maria Penha. O grande intuito de divulgar que exige uma lei própria que as protegem da violência doméstica e familiar, e que um não seja necessário mais a sua aplicação, com a prevenção. Quando se fala em Lei Maria da Penha, o assunto remete ao empoderamento feminino, que está na moda, mas não pode ficar apenas nas palavras, tem que ser considerado e bem tratado, mostrando à sociedade a importância da mulher. O secretário não concorda com o velho ditado popular, de que atrás de um grande homem, sempre existe uma grande mulher. Na visão dele, elas estão ao lado do marido, do companheiro e muitas vezes a frente dele. Depois, porque as escolas estão envolvidas com a etapa estudantil do Festival Canto Aberto. “A carga é pesada, mas será bastante prazeroso e o resultado será incrível, diz Alex Tiso cheio de expectativas.

Três Pontas está muito bem servida, tem um calendário completo, digno da população que vive em uma capital da arte, da música, da fé e do café. Alex Tiso admite que há muitas coisas a serem feitas, mas muitos eventos vem sendo melhorados ao serem produzidos. “Estamos tendo todo apoio do prefeito Marcelo Chaves, da Câmara Municipal e de parceiros que tem entendido que trabalhamos com recursos reduzidos”.

Canto Aberto – Cidade volta a respira música e arte

Foto e arte: divulgação

O tão sonhado Festival da Canção de Três Pontas ressurgiu em 2018 e está de volta agora em 2019, de quarta a sábado, entre os dias 03 a 06 de julho na sua 7ª edição, a partir das 19:30.

O Festival Canto Aberto é uma realidade, mobiliza mais de 60 músicos e um público de artistas de quase 200 artistas. Eles trazem na bagagem, cultura e arte através da música, dos contos, esculturas e fotografias. “E de todas as formas da arte, o Festival abre as portas de Três Pontas para respirar cultura em todos os níveis”.

No feriado do Dia da Cidade, na quarta-feira após os desfiles, a equipe permanece na Praça para concluir a estrutura do Festival, porque a noite, neste primeiro dia, terá a apresentação da final do Festival Estudantil, culminando com o show de Renato Teixeira.

Na quarta-feira, dia 04, tem primeiro a final do Festival de Contos, depois se apresentam os 10 músicos classificados da etapa local, classificando-se cinco deles para a final. O show da Banda 14 Bis vem logo em seguida e é um presente deles para a cidade, que os acolhe sempre tão bem. Eles vão tocar seus grandes sucessos que agradam as várias gerações.

Na quinta-feira (05), a programação mostra a realização da semifinal da etapa nacional. Serão 15 músicas, com a escolha das 10 melhores e a final do Concurso de Escultura. Os Improváveis, banda trespontana faz o show da noite.

No dia 06 é a grande finalíssima, tanto da fase local como da nacional. Dos cinco de Três Pontas três serão premiados. Já dos 10 da etapa nacional cinco receberão prêmios. Assim como a disputa, as premiações serão separadas. Ao todo são R$34 mil em prêmios. Neste dia, a final também será do Concurso de Fotografia e quem subirá ao palco, fazendo o show de encerramento é Nano Vianna e Banda com participação de músicos da cidade.

O intuito do Festival Canto Aberto, reafirma o secretário Alex Tiso é levar todas as pessoas, de todas as classes sociais e gostos musicais para a Praça. Não é intenção nenhuma elitizar os eventos organizados pela pasta. Pelo contrario, ele destaca que eles são abertos a toda a população. O Festival é uma integração com as escolas, provocando e criança uma conscientização cultural e ambiental, não apenas em quem participa, mas também naqueles que o prestigia.

Os cantores são ecléticos e populares, como Renato Teixeira, 14 Bis e Nano Vianna. Este último, já venceu várias vezes o Festival Nacional da Canção (Fenac) e já esteve no programa The Four Brasil.  

Mas Alex convoca o público para uma festa organizada e ordeira. Serão utilizados os sanitários da Associação Padre Victor e colocadas mais lixeiras, para que as pessoas depositem o lixo no lugar certo e mantenha a Praça limpa. Serão empregados 24 profissionais de apoio ao público, uma unidade do Corpo de Bombeiros permanecerá todos os dias na cidade, além do trabalho da Guarda Civil Municipal (GCM) e da Polícia Militar.

Cocatrel apresenta o Festival e Semana da Cultura

Assim como em outros eventos da Secretaria de Cultura, a Cocatrel foi uma grande parceria junto com outras empresas patrocinadoras. Sem eles, o Festival não aconteceria. Tiveram aqueles que investiram financeiramente e outros que prestaram serviços gratuitamente para o evento. Todas as marcas serão mostradas em um telão montado na Praça da Matriz. A Cooperativa vai realizar também o seu Festival de Cultura, a partir deste sábado (29), que agora integra a II Semana da Cultura e passa a ser intitulado, Semana da Cultura Canto Aberto Cocatrel.

Haverá eventos na Cafeteria da Cocatrel, para crianças, mulheres e o público em geral. No site do Festival Canto Aberto, é possível ver toda a programação com as músicas classificadas das categorias estudantil, local e nacional, além dos shows.

PROGRAMAÇÃO VII FESTIVAL CANTO ABERTO

03/07 –  Praça Cônego Vitor

08:00 – Desfile Cívico

19:30 – Final do Festival Estudantil de Música

Show Renato Teixeira
 

04/07 – Praça Cônego Vitor

19:30 – Etapa Local

Final dos Contos
Show 14 BIS
 

05/07 – Praça Cônego Vitor

19:30 – Etapa Nacional

Final da Escultura

Show Os Improváveis
 

06/07 – Praça Cônego Vitor

19:30 – Etapa Final (Local e Nacional)

Final da Fotografia

Show Nano Vianna e Banda

COMPARTILHAR