Fotos: Divulgação PMTP

 

O prefeito de Três Pontas Marcelo Chaves Garcia (PSD), assinou na tarde desta quarta-feira (20), o Decreto Municipal nº 11.186 relacionado as medidas de prevenção ao contágio de enfrentamento ao Coronavírus. O documento determina a instalação de barreiras sanitárias nos principais acessos de Três Pontas, para a realização de triagem e coletas de dados de visitantes.

Várias prefeituras estão adotando esta medida, já que a Prefeitura de São Paulo antecipou para esta semana, os feriados de Corpus Christi e Consciência Negra e decretou ponto facultativo na próxima sexta-feira (23). Existe a possibilidade do Governo do Estado de São Paulo adiantar também o feriado estadual da Revolução Constitucionalista.

O objetivo é evitar que o feriado, estimule parentes e amigos do estado de São Paulo a visitarem familiares e com isto, aumente o número de casos de Covid-19. A Administração já havia divulgado nota pedindo aos cidadãos trespontanos que não estimulem a vinda de parentes e amigos para a cidade, mencionando ainda que “todos serão bem-vindos após esse momento de pandemia”.

De acordo com a secretária municipal de Saúde Teresa Cristina Rabelo Corrêa, os três trevos – do Padre Victor, da antiga Fertibrás e da Rua Dr. Carvalho de Mendonça, além da estrada do “Foguetinho” – estão fechados pela Guarda Civil Municipal (GCM) fazendo com que os veículos entrem na cidade, pela Avenida Prefeito Nilson Vilela, em frente ao Hospital Unimed, onde está montada a barreira sanitária. Serão parados veículos apenas de São Paulo. Nela, técnicos de enfermagem fazem a medição da temperatura e os “Laranjinhas” fazem um questionário. São coletadas informações sobre a razão da viagem a Três Pontas, a existência de familiares que moram no município, local onde irão ficar e principalmente se apresentam algum sintomas da Covid-19, para monitoramento e controle da propagação do vírus.

A secretária reconhece que enfrentar o isolamento social e não poder viajar ou receber a visita de um familiar ou amigo é difícil, porém, o melhor que se tem a fazer é esperar mais um pouco. “Pós pandemia estaremos de braços abertos para receber a todos”, garantiu Teresa Cristina.

Ela não arrisca dizer como será a situação daqui para frente, mas afirma que a situação em Três Pontas é relativamente tranquila. Mas classifica como uma “falsa segurança”. Por isto prega que as pessoas tenham consciência, permaneçam em isolamento, saiam de casa em caso de necessidade, evite aglomerações e utilizem máscara. “A evolução ou não da pandemia, depende da conscientização da população. O vírus só pode ser contido de acordo com a iniciativa individual de cada um”, esclarece. Ela reforça que o momento não é de férias e emenda dizendo que o problema do Coronavírus é todo mundo adoecer juntos e não haver respiradores para atender a demanda. Ainda mais que os meses de junho e julho são de temperaturas mais baixas, em que os idosos precisam redobrar os cuidados. Ela alerta que o toque de recolher está em vigor e precisa ser obedecido.

Outros municípios

A Prefeitura de Coqueiraltambém fez o apelo para as pessoas de São Paulo não visitarem a cidade. Foi inclusive colocado um telefone à disposição para informar a chegada de pessoas do estado (35) 99706-5120.

Em Boa Esperança, os veículos de São Paulo serão barrados e os ônibus de outras cidades deverão repassar a listagem de passageiros, contendo nome e endereço para a Secretaria de Saúde sob pena de multa. “Barreiras estão sendo instaladas na entrada da cidade. Veículos de São Paulo terão que retornar”, informou a Prefeitura.

Varginha anunciou que montará barreiras sanitárias nas entradas da cidade, mas não informou como será a ação. Em postagem nas redes sociais, o prefeito Vérdi Melo solicitou que os cidadãos fiquem atentos e não estimulem a vinda de parentes e amigos para a cidade.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here