“Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. Este é o tema do 1º Encontro Espírita do Sul de Minas. O evento acontecerá em Três Pontas, no Hotel Fazenda Pedra Negra, (Rodovia MG 167, km 23) nos dias 30 e 31 de agosto. Em uma sociedade pouco tolerante e cheia de conflitos internos consigo mesmo, a ideia é acalentar os corações dos que aderirem as palestras enriquecedoras que o evento proporcionará.

A função e o objetivo do evento

Praticar o ensinamento do evangelho e abrir os corações dos que lá estarão, é uma das funções do encontro. A finalidade do evento é ofertar ao público, palestrantes que possuem um conhecimento maior da doutrina, tocar o coração das pessoas para uma reforma íntima e também despertar a caridade nelas. O objetivo é unificar a doutrina e claro, trabalhar e estudar a doutrina espírita, baseado nas obras de Alan Kardec.

Inscrições

O primeiro lote de inscrições já está esgotado. As 100 primeiras vagas foram preeenchidas com menos de um mês de divulgação do evento e conta com pessoas de diversas cidades da região, inclusive do estado de São Paulo. As inscrições são feitas através da plataforma de eventos Sympla. O segundo lote está a venda e cada entrada custa R$60, mas são limitadas.

Projetos, músicas e palestras

Como um dos interesses é ajudar o próximo e difundir a doutrina espírita, alguns convidados vão participar do encontro. O projeto Fraternidade sem Fronteiras, estará divulgando os seus trabalhos no evento. Ele atende crianças da África e do Brasil, principalmente as que se encontram em situação de risco. Trata-se de um projeto social do Brasil que não possui vínculos religiosos, a fraternidade trabalha com amor, união e caridade. No encontro, haverá um estande onde serão vendidas camisetas custando em média R$40, divulgando o projeto e estarão convidando as pessoas a adotarem crianças em Moçambique e Madagascar.

Acontecerá também uma palestra musical na sexta-feira, com duração de uma hora e meia. O Alma Canta é grupo musical composto por 8 pessoas que faz sucesso por onde passa. Eles vendem dois CD’s a R$10 e metade da renda, eles destinam a casa espírita de onde eles estão se apresentando, a outra metade é para pagar mais CD’s elaborados por eles.

O encontro de agosto não tem fins lucrativos, o preço cobrado é por uma questão das despesas de hospedagem, aluguel, filmagens, entre outras despesas. Se tiver sobras, o dinheiro será destinado às casas espíritas que apoiaram o evento. Todos que irão trabalhar no evento serão voluntários.

COMPARTILHAR