Oferecer diversão segura para adultos, crianças e a família inteira. É com esta intenção que um grupo de cidadãos trespontanos, todos voluntários estão encarando o desafio de resgatar o Carnaval de Três Pontas. Esta turma resolveu se juntar para literalmente, colocar o Carnaval na rua, resgatar os bons e velhos tempos, quando a cidade era um destino certo de turistas e moradores que pulavam aquele que era considerado um dos melhores carnavais do sul de Minas.  O sonho deste resgate começou a tomar forma e está se tornando realidade.

Carnavaliza TP foi o nome dado a este processo de revitalização, em parceria com a Prefeitura e Associação Comercial e Agroindustrial (Acai-TP). Em uma reunião na noite desta terça-feira (22), no Auditório da Associação Comercial, organizadores mostraram a proposta e pediram apoio de comerciantes da cidade.

Desde quando a festa de Momo foi cancelada em 2018, a Acai-TP convocou a cidade inteira a arregaçar as mangas e trabalhar, sem depender exclusivamente do poder público, defendia o presidente Bruno Dixini Carvalho, em uma das suas primeiras iniciativas ao assumir o cargo. Esta iniciativa se entrelaçou com a vontade e a sensação de nostalgia de que tudo isso voltasse prevaleceu na população. Para delinear esta vontade, foi de forma contida, passo a passo, acima de tudo, de forma responsável.

“Somos um grupo multidisciplinar e misto, muito bem intencionado, aberto às ideias, sugestões e a receber a ajuda voluntária de todos aqueles que querem mostrar aos seus filhos o bom Carnaval que vivemos no passado”, disse a jornalista Ana Luisa Leite.

O foco é ter a participação da família. Fazer uma festa organizada, fazer com que trespontanos fiquem na cidade e ainda atraia ao longo do tempo, os turistas como acontecia no passado.

O músico Alex Tiso Chaves integra esta comissão. Deixou bem claro que não é secretário de Cultura, Lazer e Turismo, como ocupa atualmente na atual Administração. Ele é mais um cidadão que se uniu para criar alternativas viáveis para fazer o Carnaval acontecer. De uns tempos prá cá, todos tem visto que municípios não tem condições de bancar a festa sozinha. Nos últimos anos, a crise financeira só veio confirmar esta situação. “Carnaval e outras festas populares se tornaram inviáveis ao poder público e deixaram de ser prioridade”, alertou Alex Tiso.

É obvio que neste caso, a Prefeitura vai arcar com despesa mínima de estrutura. Mas o montante maior, tem que partir dos próprios cidadãos e do comércio, que ganhava no movimento de hotéis, restaurantes, lojas e até o mercado mobiliário.

O presidente da Acai-TP Bruno Dixini deixa também claro que ninguém visa lucro, o dinheiro gerado será aplicado no próprio Carnaval.

Carnaval – programação enxuta e focada na família

Já existe uma programação definida para o reinado de Momo, entre os dias 1º e 05 de março. A primeira grande mudança é a volta do movimento para a Praça Cônego Victor, mas durante o dia. O horário de encerramento vai depender dos parceiros que a organização irá conseguir. Mas, já está definido que o Carnaval vai começar as 14:00 horas, com a formação de um blocão. Até as 18:00 horas haverá uma concentração dos blocos na Praça da Matriz, onde haverá movimento de barracas dos blocos caricatos. Eles estão se unindo e irão montar uma estrutura para atender aos foliões na Praça, onde haverá diversão para crianças com recreação, Corpo de Dança Ritmos, a banda de Marchinhas e Tom e Banda, tocando muito samba. Aliás, Marchinhas e samba serão os ritmos, identificados no evento realizado em novembro do ano passado.

Haverá um ambiente exclusivo para adeptos e apoiadores do movimento, com direito a camiseta, caneca e cerveja geladinha sendo vendida com desconto especial. As camisetas oficiais custam R$50 para dois dias e R$80 para os 4 dias. Além de querer ajudar, a organização pensou em que benefícios poderiam conseguir para estes foliões. O ingresso, que é um cartão, dará direito a vários benefícios no comércio em geral e bares de Três Pontas de fevereiro até o final do Carnaval. Os locais onde terão descontos ainda serão divulgados até o fim desta semana.

Nada foi decidido sozinho e a Paróquia Nossa Senhora D’Ajuda está alinhada nesta decisão de voltar para o lugar de sempre o Carnaval. As 18:00 horas, acaba o movimento na Praça da Igreja, as barracas serão fechadas e entra a equipe da limpeza da Prefeitura.

Quatro blocos que aderiram a este novo formato de Carnaval, puxarão os foliões, juntamente com a Banda de Marchinhas. Eles irão animar a turma levando-os para a Avenida Oswaldo Cruz, não para o Sambódromo Jaime Abreu, mas para a região dos bares, onde haverá uma praça de alimentação e show com banda.

Das 19:00 as 22:00 horas, a Avenida receberá o show de uma banda. Não haverá palco com aquela enorme estrutura que havia em anos anteriores. Será uma tenda, deixando todo mundo mais próximo de uma grande roda de samba que será formada todos os dias de Carnaval. As 22:00 horas termina a responsabilidade da turma do Carnavaliza TP, acertado inclusive com a Polícia Militar. Isto porque não há recursos financeiros disponíveis para continuar. Alex Tiso deixou claro que nada impede que os bares se unam, criem alternativas e estendam as atrações até mais tarde, já que vão ter um grande público ali. Eles poderão utilizar inclusive da estrutura já disponível, com segurança e banheiros químicos.

Pontalete também terá Carnaval

Um dos locais mais procurados durante o Carnaval é o Distrito do Pontalete. E lá vai ter sim a festa de Momo, também com uma programação diferenciada dos anos anteriores. Das 19:00 as 22:00 horas, haverá um carro de som com músicas carnavalescas, em pontos diferentes a cada dia. No domingo e terça-feira, a Banda de Marchinhas vai passar por lá durante o dia, entre 15:00 e 16:00 horas.

Equipe de profissionais se uniram para resgatar o Carnaval e fazer uma festa voltada a participação das famílias

Patrocinadores

A ideia pegou e já existem parceiros, que adquiriram cotas master, plus e light, que incluem uma série de benefícios e vantagens, para empresários, empresas, estabelecimentos comerciais, profissionais liberais e quem quiser mostrar suas marcas e produtos, em um movimento da comunidade, de resgate de um Carnaval com identidade, que visa levar alegria, lazer e auto estima. As propostas de divulgação, incluem mídias sociais e impressa, site oficial, camisetas, canecas e back drop. No próprio site é possível formalizar o patrocínio no Carnavaliza TP e ainda há cotas disponíveis. Associados da Associação Comercial tem condições especiais de pagamento.

Carnaval do Clube Trespontano

O Clube Trespontano vai resgatar o Carnaval realizado com sucesso nas suas dependências. Enquanto a sua sede passa por uma ampla revitalização, física e estrutural, os associados e a população em geral, vai poder relembrar momentos inesquecíveis do Carnaval do Clube, na Buxarella. Serão todos os dias das 23:00 horas as 04:00 da manhã.

COMPARTILHAR

Comentários