Três Pontas sediou na manhã deste sábado (29), o Encontro do Movimento Fé e Política da Forania Beato Padre Victor.

O evento que está sendo realizado em todas as regiões da Diocese da Campanha, reuniu políticos, membros de entidades e associações no Salão Paroquial da Paróquia Nossa Senhora D’Ajuda. A proposta do Movimento Fé e Política é articular o trabalho dos vereadores com as comunidades da Diocese, mostrando a importância dos poderes Legislativo e Executivo para cuidar dos caminhos das cidades.

A coordenadora Diocesana do Movimento Jacqueline de Souza Moreira fez um bate papo com os participantes e todos puderam falar do papel dos poderes. Os vereadores falaram do trabalho que eles se comprometeram a fazer durante a campanha e as dificuldades vivenciadas para colocar em prática durante o mandato. Eles foram unânimes em concordar que a política nas esferas estadual e federal é uma grande incógnita cheia de incertezas. Jacqueline de Souza falou do elo necessário entre Executivo, Legislativo e Judiciário e da fragilidade de todos eles. “A comunidade precisa se organizar, assentar e promover um grande diálogo com os órgãos para enfrentar os desafios que são enormes, cada um cumprindo o seu papel e governando para todos e não para grupos”, defendeu Jacqueline.

Focando muito em 2017 no meio ambiente, a maioria dos políticos segundo ela, preocupa e prioriza o que dá votos e questões que envolvem, por exemplo, saneamento básico fica em segundo plano.

Padre Ednaldo Barbosa falou que não é apenas na política, mas isto acontece também na própria igreja. “As pessoas enxergam apenas o que estão visíveis aos seus olhos. Os padres geralmente gostam de pintarem as igrejas, deixam outras demandas porque está todo mundo vendo”, disse o pároco da Paróquia D’Ajuda.

Junto com seu vice prefeito Marcelo Chaves Garcia do PMDB, o prefeito de Três Pontas Dr. Luiz Roberto Laurindo Dias, não poupou críticas ao Poder Judiciário e ao Ministério Público. Na opinião do gestor, o Judiciário é péssimo, não tem competência técnica, determinam sem conhecimento e tem o poder de ‘prender e soltar’. Ele também afirmou que o Ministério Público é fraco.

O vereador Sérgio Eugênio Silva (PPS) saiu satisfeito com o Encontro e disse que é preciso aproveitar oportunidades como estas. “Saio daqui com muito mais conhecimento e afirmo que este debate foi fundamental, mais até que muitos cursos que são realizados em Belo Horizonte e Brasília”, disse o vereador.

O secretário da Mesa Diretora da Câmara Maycon Douglas Vitor Machado (PDT), avaliou que após o Encontro ficou ainda mais claro que defender os interesses coletivos, ficou bem ainda mais claro. “O movimento traz preparo, humanismo e acima de tudo união entre políticos e cidadãos de fé”, acrescentou. Maycon elogiou os temas e os palestrantes e avaliou que ficou com a consciência política mais positiva.

O Encontro contou ainda com a participação do vereador de Três Pontas Luiz Flávio Floriano (PSL), do presidente da Vila Vicentina José Rodrigo Ferreira, lideranças de Coqueiral, Varginha, Boa Esperança e Três Corações. O próximo Movimento acontece no dia 27 de Maio, na Forania Nossa Senhora Das Fontes em Lambari.

NOTA ENVIADA PELA ASSESSORIA DE IMPRENSA DA PREFEITURA DE TRÊS PONTAS

A coordenadora Diocesana do Movimento Jacqueline de Souz promoveu um debate aberto com os participantes

COMPARTILHAR

Comentários