A Equipe Positiva ouviu no início da tarde desta quinta-feira (22), dois vereadores sobre o dinheiro devolvido pela Câmara Municipal ao Poder Executivo, em abril deste ano, com destino ao Hospital São Francisco de Assis, que enfrenta uma grave crise financeira.

O provedor da Santa Casa chegou a receber uma cópia do cheque no valor de R$100 mil, mas o repasse não foi concretizado.

Sérgio Eugênio Silva (PPS) e José Geraldo Prado (PSD), estão sem saber o que aconteceu, já que o Chefe de Gabinete Deivis Victor dos Santos informou a Coelho, segundo o legislador, que havia sido repassado cerca de R$70 mil, informação que Michel Renan nega e acrescenta que o dinheiro recebido se refere apenas a subvenção mensal de cerca de R$120 mil e mais da Gestão Compartilhada.

Por telefone, o provedor propõe um encontro pessoal, frente a frente, com o prefeito Dr. Luiz Roberto Laurindo Dias (PSD) ou qualquer membro da Administração, para elucidar o caso e demonstrar que ele está com a verdade.

Por telefone, o vereador Antônio Carlos de Lima (PSD), ao ser convidado para participar do debate, respondeu que os vereadores estão confundindo. Os R$100 mil foram utilizados para pagar a subvenção. Ele não pode participar da entrevista ao vivo.

Assista a entrevista ao vivo com os vereadores

Assunto também foi destaque no Programa Passando a Limpo desta quinta-feira (22)

COMPARTILHAR

Comentários